SRZD


07/01/2011 16h17

Alerj cria lei que obriga futebol feminino antes de partidas decisivas no Maracanã
Redação SRZD

Foto: DivulgaçãoA Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) promulgou nesta sexta-feira uma lei que obriga a realização de partidas de futebol feminino antes de semifinais e finais de competições oficiais no estádio do Maracanã.

Publicada no Diário Oficial do Poder Executivo, a norma só tem valor prático em janeiro de 2013, quando o Maracanã será reaberto depois das obras para a Copa do Mundo de 2014. Caso os clubes descumpram a lei, serão multados em 5% da renda obtida pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) com a partida. O valor será repassado à Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, com a finalidade de empregar a difusão da prática do futebol feminino no estado.

Autor da lei em conjunto com o deputado Paulo Melo (PMDB), o presidente da Alerj, deputado Jorge Picciani (PMDB), acredita que esta é uma oportunidade de dar visibilidade nacional ao consagrado futebol feminino do Brasil.

"O nosso futebol feminino já tem destaque internacional, em grande parte por conta do enorme talento de jogadoras como a Marta, eleita a melhor do mundo por mais de uma vez. Medidas como a aprovada propiciam o fortalecimento dos times femininos e, consequentemente, o surgimento de novos talentos", destacou Picciani.



Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.