SRZD


26/01/2011 03h29

SRZD-Carnavalesco mostra o drama de fazer carnaval no Carandiru
Vicente Almeida

Se as escolas de samba do Grupo Especial esperaram longos anos para poderem ter um espaço decente para trabalharem na produção do carnaval carioca, as escolas dos Grupos de Acesso sonham mais ainda. Longe da estrutura e organização oferecida pela construção da Cidade do Samba, as agremiações que formam a base da folia carioca sofrem com a falta de estrutura, condições de trabalho insuficiente, áreas insalubres e, principalmente, falta de segurança nas ruas próximas. Para elas, a difícil missão é transformar lixo em luxo.

A reportagem do SRZD-Carnavalesco visitou as instalações dos barracões e constatou que a situação vai de mal a pior. O local conhecido como "Carandiru", localizado próximo ao terminal rodoviário Novo Rio, é um antigo galpão de manutenção da companhia de trens RFFSA, que foi invadido a alguns anos e abriga, em sua maioria, escolas dos grupos A, B e C. Essas agremiações estão praticamente deixadas de lado pelo poder público. A situação é tão precária que quando existe uma divisão para separar os materiais e alegorias das agremiações, ela é feita com folhas finas de madeira, muitas em estado avançado de deterioração.

O acúmulo de lixo gerado pela produção dos desfiles aliado ao vazamento de esgoto em alguns pontos servem de criadouro de ratos e gambás, que podem causar sérios danos à saúde dos trabalhadores. Para completar a caótica situação do espaço, como se não fossem suficientes todos os problemas, a reportagem constatou algumas alegorias abandonadas de outras escolas que nem estão instaladas por lá e até a sucata de um carro de passeio. As condições de trabalho são tão problemáticas que alguns funcionários afirmaram que é insuportável trabalhar de bermuda, mesmo com o forte calor que faz quando o sol bate em cima do telhado de zinco, devido ao enorme número de mosquitos no local. Nessa época, as chuvas devastam diversas regiões do país e nos abandonados barracões não poderia ser diferente.

- Aqui funciona da seguinte maneira: quando chove a gente tem que paralisar os trabalhos, pois a água toma conta do chão e se nós não ficarmos atentos, perdemos tudo que foi feito. Isso tudo vira um brejo. A companhia de limpeza aparece aqui na semana do carnaval e recolhe os restos de material que são descartados, capinam o matagal e colocam pó de pedra no chão. Com certeza isso melhora a situação, mas essa manutenção tinha que ser mais constante. Temos uma média de quinze funcionários que trabalham aqui o ano todo - diz o carnavalesco da Difícil é o Nome, Geraldo Cavalcanthé.

A união é mesmo a palavra que impera dentro do precário espaço. Os próprios funcionários que dão expediente nos barracões se juntam para evitar que a chuva provoque pontos de acúmulo de água e não gere focos de desenvolvimento do mosquito da dengue. Outra missão comum dos trabalhadores é tomar conta uns dos outros. Após o Carnaval de 2010 fios de cobre que fazem a iluminação do local foram roubados e deixaram muitas escolas às escuras.

Porém, não é apenas no "Carandiru" que as agremiações enfrentam problemas. Escolas que não estão abrigadas no local também sofrem com as adversidades. A Alegria da Zona Sul, recém promovida ao Grupo de Acesso A, sofreu com furtos de materiais e computadores de seu barracão, que já pertenceu ao Salgueiro, antes da vermelha e branca da Tijuca se mudar para o condomínio de luxo na Gamboa.

- Tem que gostar muito e precisar ainda mais para suportar tudo o que a gente passa aqui. Olha que no Carandiru a situação é muito pior. Temos a "sorte" de estar morando em um barracão que pertenceu a uma escola do Grupo Especial. Na Alegria, gastamos cerca de R$ 3 mil por mês com a conta de luz. Isso consome uma boa parte de nossa subvenção anual. Está cada vez mais complicado colocar o carnaval na rua. Precisamos urgentemente de medidas de segurança aqui nas redondezas. As ruas são muito desertas de noite e nossos funcionários têm que sair em grupo para não serem roubados. São muitos pivetes e moradores de rua que ficam na região e amedrontam a todos - declarou Flávio Mello, diretor de carnaval da Alegria da Zona Sul.

Tempos atrás se falou na construção de uma espécie de Cidade do Samba para abrigar as escolas do Grupo de Acesso. Porém, a ideia parece que perdeu força e o assunto tem sido deixado de lado. As escolas de samba do Grupo Especial conquistaram o direito de ter um local digno para desenvolver o "maior espetáculo da Terra" e, ao que parece, é necessário que as escolas dos Grupos de Acesso se unam para reivindicar seus direitos junto ao poder público e a administração municipal. Quem sabe, dessa forma, conquistarão condições decentes e dignas de trabalho para conseguir fazer que a árdua missão de produzir um desfile de escola de samba com pouco dinheiro fique menos díficil.

Vídeo: o drama no Carandiru



Comentários
  • Avatar
    17/04/2012 19:43:36claudio luiz peixeMembro SRZD desde 10/08/2009

    ninguem paga luz no acesso

  • Avatar
    01/02/2011 21:26:23Marcelo Gomes GruttMembro SRZD desde 11/06/2009

    Portelenses, vamos expulsar o prefeito "Eduardo Guerra" da nossa escola. A portela estava indo muito bem, foi ele chegar com seu "dedinho podre", prá estragar tudo...Ã? sujeito negativo, quiumbado, Deus nos livre. Saudações portelenses...

  • Avatar
    01/02/2011 21:22:15Marcelo Gomes GruttMembro SRZD desde 11/06/2009

    Está de parabéns o site pela matéria. Fato que os grupos de acesso A e B merecem mesmo um lugar digno para fazerem suas fantasias e alegorias.... Mas não acredito que o prefeito "Eduardo Guerra" faça alguma coisa. Essas licitações são apenas para salvo guardar a prefeitura de uma possível ou quase provável tragédia por lá. Quando aquilo pegar fogo e alguns trabalhadores morrerem, ele vira para a televisão dizer que a prefeitura tinha projeto e licitações em andamento. Conheço a raposa... Saudações portelenses...

  • Avatar
    01/02/2011 01:12:07CarnafutMembro SRZD desde 20/04/2009

    Tomara que seu prefeito licita logo a empreteira que fará a Cidade do Samba dos grupos de acesso, ainda mais agora que com a revitalização do Porto, as escolas de samba desses grupos teram que fazer a céu aberto, pois até o Carandiru sairá para dar lugar a prédios modernos.

  • Avatar
    30/01/2011 21:23:23Luiz CavalcanthéMembro SRZD desde 08/04/2009

    Parabéns ao site,por mostrar a realidade que nós os carnavalesco enfrentamos no CARANDIRÃ?.Espero que essa matéria chegue aos nossos governantes e que eles vejam com bons olhos a nossa verdade,apenas ratificando não sou Geraldo Cavalcanthé e sim Luiz Cavalcanthé,agradeço o carinho que voces do site deram as agremiações que vivem no CARANDIRÃ? sob a proteção do samba e da maior manifestação do planeta.Viva o carnaval!!!!!

  • Avatar
    30/01/2011 14:11:02moises da silva fernandesMembro SRZD desde 31/12/2009

    BOA TARDE, GOSTARIA DE DAR OS PARABÃ?NS AOS PRESIDENTES DAS ESCOLAS DE SAMBA DA LESGA E DA ASSOCIAÃ?Ã?O, POR SEREM OS MAIORES ADMINISTRADORES DO MUNDO... FAZER O QUE FAZEM COM AS CONDIÃ?Ã?ES QUE RECEBEM DOS ORGÃ?OS PUBLICOS, VOCÃ?S SÃ?O FODA... TERIAM QUE COBRAR 200 MIL POR PALESTRAS NAS UNIVERSIDADES. MEU DEUS O SAMBA Ã? PATRIMONIO CULTURAL CADE NOSSOS GOVERNANTES. FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL. GOSTO DA FRAZE DO FIDEL CASTRO. PARA QUE ALGUMA GERAÃ?Ã?O SEJE BENEFICIADA OUTRA SERÁ SACRIFICADA. QUERO MORRER E LUTAR POR ESSA CAUSA E QUE NÃ?O SE ACOVARDEM OS PRESIDENTES DE AGREMIAÃ?Ã?ES. NOS PODEMOS TUDO, E SO QUERER, NOS JA TIRAMOS ATÃ? PRESIDENTE DA REPUBLICA, DEVEMOS APOS O CARNAVAL COBRAR COM VIEMENCIA E MAO DE FERRO OS NOSSOS DIREITOS VAMOS JUNTOS NESSA LUTA SALVAR O PATRIMONIO CULTURAL. VERÁS QUE O FILHO TEU NÃ?O FOGE A LUTA.

  • Avatar
    30/01/2011 14:05:40moises da silva fernandesMembro SRZD desde 31/12/2009

    BOA TARDE, GOSTARIA DE DAR OS PARABÃ?NS AOS PRESIDENTES DAS ESCOLAS DE SAMBA DA LESGA E DA ASSOCIAÃ?Ã?O, POR SEREM OS MAIORES ADMINISTRADORES DO MUNDO... FAZER O QUE FAZEM COM AS CONDIÃ?Ã?ES QUE RECEBEM DOS ORGÃ?OS PUBLICOS, VOCÃ?S SÃ?O FODA... TERIAM QUE COBRAR 200 MIL POR PALESTRAS NAS UNIVERSIDADES. MEU DEUS O SAMBA Ã? PATRIMONIO CULTURAL CADE NOSSOS GOVERNANTES. FEDERAIL, ESTADUAIL E MUNICIPAL. GOSTO DA FRAZE DO FIDEL CASTRO. PARA QUE ALGUMA GERAÃ?Ã?O SEJE BENEFICIADA OUTRA SERÁ SACRIFICADA. QUERO MORRER E LUTAR POR ESSA CAUSA E QUE NÃ?O SE ACOVARDEM OS PRESIDENTES DE AGREMIAÃ?Ã?ES. NOS PODEMOS TUDO, E SO QUERER, NOS JA TIRAMOS ATÃ? PRESIDENTE DA REPUBLICA, DEVEMOS APOS O CARNAVAL COBRAR COM VIEMENCIA E MAO DE FERRO OS NOSSOS DIREITOS VAMOS JUNTOS NESSA LUTA SALVAR O PATRIMONIO CULTURAL. VERÁS QUE O FILHO TEU NÃ?O FOGE A LUTA.

  • Avatar
    29/01/2011 22:55:58Jonathan BessaMembro SRZD desde 07/04/2009

    Aiii talvez estejão os verdadeiro foliões !

  • Avatar
    29/01/2011 09:51:22fabiano santosMembro SRZD desde 24/05/2010

    A tecnologia tem um dedo de culpa nist, também.... (me perdoem, mas não quero ser demagogo) ultimamente tem-se comentado muito sobre a sustentabilidade do homem e os avanços tecnológicos para seu benefício... Estamos seduzidos pelo apego material... bebemos constante e cotidianamente do CAPETALISMO (a saga e ganância do capital) esquecemos injuriosamente do próximo...Isto se reflete nas agremiações. vejam, as melhores safras de enredos deste carnaval está no acesso. Ali tem enredo falando da cultura brasileira. Fala-se de Favela, Morro, Rosas, Palácios... tem alguns repetecos também... Na Elite, resumindo quase todos são repetecos.... Livrando a Mangueira que tem a melhor letra e o melhor samba... Ã? a novidade deste ano... Fala de um artista da comunidade "Nelson Cavaquinho", mídia já desconhece este ser... Vejo o repensar o carnaval de maneira simples... Ã? possível ganhar? Sim. A Vila Isabel, hoje glamourosa tem em seu currículo o maior desfile da história e, foi simples e, foi campeã. "Kizomba, A Festa da Raça" ... Precisamos de pensadores no mundo do samba.... A filosofia faz parte da vida. - Saudações Carnavalescas!!! Futuca, Futuca...

  • Avatar
    28/01/2011 16:45:32IgorMembro SRZD desde 14/12/2010

    Só se preocupam com as escolas do grupo 1,gente,e as outras? muitos preferem o carnaval do acesso,o poder público precisa repensar nessa situação! coitadas das escolas,que ficam assim,a beira de lichos e animais....é o verdadeiro carandiru,só dão valor ao especial onde tem cada firula,até perco a vontade de assistir ao espetáculo!

  • Avatar
    27/01/2011 21:45:57mauricio TijucaMembro SRZD desde 30/11/2009

    Estrelinha, de samba não sou mesmo, mais de limpeza entendo muito bem, pois o lixo produzido por min tem local certo, já o seu tenho minhas duvidas rsrsrsrsrsr .....

  • Avatar
    27/01/2011 21:00:58veridyanna estrelaMembro SRZD desde 18/11/2010

    Aplausos para você REIS... concordo com vc o povo tem que aprender a cobrar os seus direitos de eleitor.

  • Avatar
    27/01/2011 15:00:21Reis...Membro SRZD desde 14/06/2009

    Gente, nem precisa de uma fortuna para bancarem cidades do samba! PELO AMOR DE DEUS, A ZONA PORTUÁRIA DESPENCANDO, RUINDO, GALPÃ?ES ABANDONADOS, NINGUÃ?M OS UTILIZANDO, E ASSIM CONTINUARÃ?O!? FALA SÃ?RIO! PEGA MEIA DÃ?ZIA DE GALPÃ?O DA PORTUÁRIA, REFORMA E DIVIDE! NEM DÁ TANTO TRABALHO ASSIM, O QUE FALTA Ã? VONTADE POLÍTICA MESMO! SR. EDUARDO PAES, AO CONTRÁRIO DE MINHA PESSOA, O MUNDO DO SAMBA QUASE INTEIRO ELEGEU O SENHOR. LEMBRE-SE DISSO

  • Avatar
    26/01/2011 23:54:01veridyanna estrelaMembro SRZD desde 18/11/2010

    Concordo com você FABIANO SANTOS (aplausos),as escolas desses grupos não traz turista. Agora meu amigo MAURICIO TIJUCA ( vaiasUUUUUUUUUUUUUUUUUUU) pela a sua ignorancia politica e tambem pela sua falta de raciocinio eles explicam por que a colurb não faz a limpeza, MAURICIO tô vendo que vc não é sambista de raiz e sim de fabrica não entende de samba e nem conhece a realidade dessas escola que é triste e mesmo assim colocam o carnaval na rua com tantas dilficuldades, mas com amor ao samba e alegria, so lamento por você MAURICIO e pela a escolas do Carandiru.

  • Avatar
    26/01/2011 23:36:58marcoMembro SRZD desde 03/08/2010

    pode crer carnafut ,deodoro seria bom tb! 1 abraço!

Comentar