SRZD


14/02/2011 01h49

Mocidade: de um início espetacular para uma leve vacilo no fim
Rafaella Javoski, Ramiro Costa, Rodrigo Coutinho e Vicente Almeida

Foto: Vicente AlmeidaDepois de um excelente primeiro ensaio técnico, a Mocidade Independente "pisou de leve" no freio neste domingo em seu último treino na Marquês de Sapucaí, faltando 20 dias do seu desfile oficial. A escola mostrou mais uma vez um canto muito forte embalado pelo samba-enredo de refrão fácil, mas teve problemas com o "atravessamento do canto" nas últimas alas e um desentendimento entre o carro de som e a bateria no final do desfile. O episódio foi presenciado pelo presidente Paulo Vianna que ficou irritado.

* Fotos do ensaio

Mesmo com uma evolução inferior ao primeiro ensaio, no saldo, a escola de Padre Miguel teve um desempenho bem melhor que a temporada de ensaios técnicos do carnaval passado. A direção parece estar no caminho certo.  Feliz, o carnavalesco Cid Carvalho, que já renovou contrato para 2012, era um dos mais animados. - O barracão da Mocidade está muito próximo de finalizar tudo. Estou muito feliz porque está tudo adiantado.

- Foi um ensaio bastante favorável. Analisamos alguns erros que cometemos. Já mandei marcar uma reunião com o pessoal do carro de som e da bateria, já que houve alguns desencontros, isto não pode acontecer. Eles estão alegando que é o carro de som, mas antes que aconteça no desfile oficial nós vamos avaliar e resolver o problema - explicou o presidente Paulo Vianna.

Foto: Henrique Matos A Mocidade mostrou que seu componente não está apenas com a letra do samba na ponta da língua como também canta com vibração e alegria quando pisa no Sambódromo. A direção de harmonia teve trabalho apenas com as últimas alas na altura do setor 3 e 5, quando o carro de som já estava próximo no segundo recuo de bateria. O canto atravessou várias vezes assim como aconteceu no primeiro ensaio.

A bateria de mestre Bereco passou bem nas primeiras cabines de jurados. Seguros, os ritmistas levantaram o público, estimado em pouco mais de 35 mil pessoas neste domingo. Mas após sair do segundo recuo, bateria e carro de som não se entenderam. Os dois não estavam na mesma sincronia e houve um desencontro entre o que os intérpretes Nêgo e Richahs cantavam e os comandados de Bereco. O mais inusitado é que o episódio não aconteceu durante retomada de uma paradinha, mas no momento que a bateria passava reto em frente à última cabine de jurados, no setor 4.

- Sentimos falta de ritmistas que tocam caixa. Mesmo sendo um domingo, muitos deles trabalham como seguranças ou em hospitais. Mas a bateria correspondeu. No dia do desfile temos muito para mostrar. Senti o som deficitário, mas quem sou eu para reclamar de um som que todos estão usando. Esse desencontro não tirou o brilho do ensaio da escola. No desfile oficial isso não vai acontecer. Já cobrei para que meus ritmistas compareçam bastante aos últimos ensaios - explicou o mestre de bateria.

A rainha de bateria, Andréa de Andrade, reinou à frente dos ritmistas. - Não posso dizer que me sinto preparada porque estar à altura da escola é difícil, mas estou me doando ao máximo e com muito amor - disse.

Vídeo: Por dentro da bateria da Mocidade

A comissão de frente composta apenas por garotos mostrou alguns passos que serão levados no dia oficial. O grupo de 15 rapazes levou nas mãos dois adereços em formato de bastão e realizou uma coreografia bastante ágil e sincronizada. Eles também se apresentaram para o setor 3 antes da cabine de jurados, uma regra obrigatória da Liesa. Desde novembro ensaiando, o coreógrafo Jorge Texeira assina pelo segundo ano consecutivo a comissão de frente da Mocidade. - O ensaio foi perfeito. Foi bem aquilo que eu estava esperando. Nosso tempo na Avenida foi perfeito e o rendimento individual deles muito bom. Vamos fazer pequenas correções de sincronismo. A coreografia foi oficial, mas sem as surpresas que vamos mostrar - disse o coreógrafo.

O casal de mestre-sala e porta-bandeira evoluiu do primeiro para o segundo ensaio. No treino realizado ainda em janeiro, eles sofreram com a pista molhada e a saia de Cristiane Caldas que atrapalhou boa parte de seu bailado. Dessa vez, os dois pareciam mais à vontade e era bom acompanhar o entrosamento da dupla. No geral, Cristiane e Fabrício fizeram uma boa apresentação. - Hoje, valeu! Ensaio sem chuva, da maneira que a gente queria. Fizemos a nossa coreografia baseada no movimento artístico. Apesar do forte calor tudo funcionou. Tenho certeza que no desfile será melhor ainda. Fizemos praticamente a coreografia oficial. Talvez duas ou três coisas mudem. O nosso trabalho é feito em cima da letra do samba, não é solto. A nossa fantasia também vai nos ajudar. Ela é mais leve e menos quente - contou o mestre-sala.

A Mocidade encerra seus ensaios técnicos do Sambódromo com alguns detalhes a corrigir. O erro entre o carro de som e a bateria não pode, de maneira alguma, acontecer no dia oficial. A boa notícia é que a escola de Padre Miguel segue a sua lua de mel com a comunidade. Com o trabalho adiantado no barracão, e quis o "destino" tirar Ilha, Grande Rio e Portela do campeonato após o incêndio na Cidade do Samba, na segunda-feira passada, a Mocidade nunca esteve tão próximo de voltar ao Sábado das Campeãs, após sete anos de "exílio". A última vez que a escola ficou entre as seis mais bem colocadas foi em 2003.  E por que não sonhar com as primeiras colocações?


Veja mais sobre:Grupo Especial

Comentários
  • Avatar
    16/02/2011 19:21:42daniela sanMembro SRZD desde 03/02/2011

    po DAVID, na verdade eu acho q em partes vc tem razão em algumas coisas que vc diz mas acho também que só vai pra escola de samba quem realmente gosta... vc esta totalmente correto quando decidiu parar.. a gente qdo não esta satisfeito com uma coisa a gente larga... mas sobre os salarios dos mestres acho q não tem nada a ver o que vc ta dizendo.. o cara que ta la sob o comando de uma bateria está la não é só pra balançar a mãe e fazer bossa não.. esta pra assumir uma responsabilidade de tirar nota para a escola.. pode ter certeza que se a bateria dele não vai bem. não serão os ritmistas que serão cobrados mas sim os mestres de bateria... e tem mais uma coisa, alem dessa responsabilidade ainda existe o fato da responsabilidade em manutenção dos instrumentos, bom relacionamento com os ritmistas, pois sabemos que existem varios tipos de pessoas numa bateria de pensamentos diferentes e nem vou dizer condição social pq se for falar vamos achar tudo que é tipo de gente numa bateria, mas o que quero dizer é que é uma certa responsabilidade que faz com que alguns sejam bem remunerados.. veja bem não quero que ache que eu to defendendo mestre de bateria maas só colocando meu ponto de vista...

  • Avatar
    16/02/2011 19:11:52daniela sanMembro SRZD desde 03/02/2011

    poxa vida a gente cansa de falar que ensaio técnico serve para corrigir falhas e tal não é isso??? pois bem, a mocidade pecou novamente no mesmo erro do seu primeiro ensaio poxa vida!!!! fico pra morrer com isso!! existe o ditado "todo mundo erra, mas persistir no erro é burrice" poxa será possivel que ninguem pôde ver o lado negativo do primeiro ensaio? ou seja, qualquer pessoa sabe que se a escola esta num contingente muito grande é claro que o carro de som juntamente com a bateria não podem nunka sairem muito cedo, pois é certo que as alas de tras da escola vão ficar muito longe do som e vão atravessar o canto.. isso é basico!!! no primeiro ensaio eu estava e vi muito bem que a escola estava arrebentando mas no final foi uma cagada só.. era componente olhando com cara de bobo um pro outro sem saber ao certo o que cantar... e agora nesse segundo ensaio a mesma coisa.. ora ora pelo amor de DEus gente, eu sei que existe o tal seguimento da escola onde a bateria tem que estar conforme o roteiro do carnavalesco.. sei disso sem duvido e sei que se a bateria saiu ali é pq esta dentro do enredo e do roteiro do carnavalesco que ela tem q sair ali... mas gente, acho q existiria uma forma de abrir uma excessão para o ensaio técnico devido ao problema de som... mas pelo jeito vi q ninguem se atentou a isso... espero muito que a mocidade faça um belo desfile pois no dia não terão problema de som pois a avenida estará com som amplo para todos mas espero que essa harmonia se liga e acorda pra vida!!

  • Avatar
    16/02/2011 18:19:25dr kuikaMembro SRZD desde 07/04/2009

    Sr. DAVID em primeiro lugar gostaria de expor pra voçe que hoje nas baterias de todas escolas a figua do semi analfabetos não existe a maioria estão empregados, são portadores de certificado de 2º e 3º graus pode ate ter alguns ritimista que nao tem essa cultura, mais tem conhecimento de musica, na bateria da mocidade tem medicos, advogados, enfermeiros, engenheiros ate delegados de policia federal. em relação ao dinheiro da passagem que voçe relata, quem gosta não se importa de gastar uma tarifa para ir e uma pra voltar, pois ali esta sua diversão, seu lazer. Nao sei se tu foi um bom batuqueiro(como vç relata) mais que e bom e so bater o necessario e passar a bola. eu tenho certeza que vç em casa e melhor que na avenida. quem sabe que com sua ausencia na bateria a escola passou a tirar 10 em cima de 10. MESTRE MARCONE agradece.

  • Avatar
    16/02/2011 17:36:49DAVIDMembro SRZD desde 16/02/2011

    O problema é que hoje para voce conseguir em qualquer escola de samba 300 ritmistas desempregado e de boa qualidade é difícil.Toda escola explora o batuqueiro.A maioria aceita isso porque uma boa parte é semi analfabeto.O dia que o ritmista colocar na cabeça que sem ele não tem samba as coisas vão mudar de rumo.Como um diretor de bateria pode ganhar 5,7,10 mil reais por mês e o ritmista não ganha nem o dinheiro da passagem.Ã? muita idiotice deles.Também fui ritimista da Imperatriz e parei por esses motivos.Ritmista só toma prejuizo.Já vi ritmista ensaiar o ano todo e ficar barrado no dia da entrega da roupa,um absurdo.Acho que um ensaio por semana é suficiente,desde que se tenha uma boa qualidade.Pra mim não da mais.Só mesmo na tv.

  • Avatar
    16/02/2011 17:07:30leandro brenandiMembro SRZD desde 07/05/2009

    Desfilei de 98 a 2005 na bateria e cansei de ensaios exaustivos e muitas vezes desnecessários, que só sugavam a gente e rendia pouco. Falta um pouco mais de inteligência para os diretores, não adianta marcar ensaio 5 vezes por semana e não render, é muito melhor ensaio que rende e não quantidade exaustiva, muitos são trabalhadores e chefe de família, e tem seus compromissos. Mas ninguem da diretoria quer saber disso, só que eu quero e não dá mais, minha família em 1º lugar.

  • Avatar
    16/02/2011 16:56:44leandro brenandiMembro SRZD desde 07/05/2009

    Eu desfilei 8 anos na bateria e sempre foi a mesma coisa, ninguem respeita a gente, marcavam ensaio terça, quarta, quinta, sábado e domingo, e não podia faltar. Não davam uma moral pra bateria, no sábado ficava a noite toda e só ganhava uma latinha de bebida, teve época que prendiam a carteirinha para ninguem ir embora mais cedo, ou seja, tu tá "PRESO", tu se sentia escravo, não ganhava nada com isso. A gente era tratados igual lixo. Cansei, quando dei por mim não tinha mais tempo pra minha família, meu tempo era todo sugado na Mocidade, por mais que eu amasse a Mocidade não tava dando mais. Agora eu viajo, faço meu churrasco e tomo minha cerveja vendo o desfile com minha família, ah e sem estresse, só curtindo numa boa. Muitos já me chamaram pra voltar a desfilar, eu fico balançado, mas quando me lembro daquela rotina de ensaios exaustivos e muitas vezes desnecessários eu desisto, mas fico torcendo por todos, pois tenho muitos amigos lá, e espero que possam voltar pro desfile das campeãs, pois na última vez em 2003 eu estava lá.

  • Avatar
    16/02/2011 12:59:25EDUARDOMembro SRZD desde 05/07/2010

    Não desfilo mais por esse motivos diretor de carnaval acha que todo mundo é vagabundo.Samba é lazer,vai quem quer e quando quiser.Antigamente acabava o carnaval e todos se conhecia em seus bairros de origens.Tem escola que quer começar ensaio as 11 da noite em plena quarta-feira.Ninguem quer saber que o cara vai acordar as 5 da manhã.Smba virou comercio,os setores que ganham ponto terceriza e a comunidade muitas vezes fica de fora.Já vi minha escola homenagear pessoas de outra escola e excluir os de casas Bobo é quem aceita isso.Nem relogio trabalha mais de graça.

  • Avatar
    16/02/2011 11:49:45RITA DE CASSIAMembro SRZD desde 20/07/2010

    Parei de desfilar em escola de samba po esses motivos.Foi época que todos se dedicavam pela escola.O pessoal rala,rala e quando chega no desfile voce ver pessoas que nunca viu em ensaio algum,principalmente os camisados que vão na beira da avenida sem ajudar em nada.Escola de samba hoje é para meia duzia de vagabundo ganhar dinheiro,já foi bom.

  • Avatar
    16/02/2011 11:06:03decio_mocidadeMembro SRZD desde 03/07/2009

    Gente, vamos com calma, o Severo tem razão! Desfilar em escola de samba exige um pouco de tudo, amor, sacrifício, paixão e isso tudo vcs estão demonstrando implicitamente nessa dircursão, Porém eu acho que cada um está fazendo sua parte sim! e devemos respeitar a passionalidade e o limite dos outros. Quero deixar a todos (Ã?rika, Betina, Severo, Mocidade e Mocidade Sempre) um forte abraço, sei que estamos fazendo e tentando o melhor para nossa escola e isso já me basta. Parabéns a todos vocês por estarem contribuindo para o belo desfile que nossa escola irá fazer e abocanhar uma ótima colocação (que seja o título afinal).

  • Avatar
    16/02/2011 09:49:43Luiz carlos severo diniz (severo)Membro SRZD desde 15/12/2009

    Erika, Mocidade e Betina , calma minha gente, o desfile é algo muito complexo e precisa do folião expontâneo das alas comerciais, do componente da comunidade, do ritmista nato, do ritmista que gosta mas precisa treinar, do profissional que precisa trabalhar e do dirigente remunerado o importante é o amor à nossa escola, para isso que existe os ensaios, quem é comprometido profissionalmente e estrategicamente deve ensaiar exaustivamente, os demais devem ensaiar entusiadasmente, porém todos precisamos estar juntos e desfilar com raça para honrar a nossa Mocidade !

  • Avatar
    16/02/2011 09:05:23ERIKA CRISTINAMembro SRZD desde 15/02/2011

    Ã? por causa de componentes "bostas" como vcs que a Mocidade vem sendo penalizada, há algum tempo, nos quesitos bateria-evolução-conjunto etc. Aliás, o mestre Bereco é outro "bosta". Não tem pulso. Ã? um banana. De quem é a culpa pelo cancelamento da festa da Bateria? Minha? Ã? do Bereco e de vcs que não tiveram a coragem de cobrar do Presidente. Ficar atrás de um apelido reclamando é mole. // Outra coisa: vcs ritmistas são outros "bostas". Estão ensaiando desde maio e não conseguem colocar a bateria no ponto. Estão mais precocupados em fazer paradinhas para aparecer, do que sustentar uma cadência homogênea e compor a bateria com as peças adequadas. (((A BATERIA DA MOCIDADE ESTÁ UMA MERDA))). ((((A DUPLA RIXA E NEGO Ã? OUTRA MERDA))). BATERIA + CARRO DE SOM ESTÃ?O (((UMA MERDA))). E Vamos perder pontos em harmonia, samba-enredo, bateria e evolução. Sabe pq? Vcs são (((UMA MERDA))). São acomodados e não gostam de treinar. Vcs só querem mamar na teta da Mocidade. Fora bando de bostas!!!

  • Avatar
    16/02/2011 08:26:24MOCIDADEMembro SRZD desde 29/10/2010

    Mocidade sempre está com toda razão. Desfilo na bateria e estou doido pra acabar essa rotina de ensaios pois estou ensaiando desde maio.Sem contar que a bateria nem festa teve esse ano.Voce com certeza não deve ser ritmista amiga Erica, senão não estava falando isso.A beija - flôr tem muitos erros é que ela passa despercebida por está na mídia.Carnaval se ganha na avenida,o exemplo é a Vila Isabel que ficou anos no ascesso e depois ganhou logo um título.Agora voce não entende nada de bateria,a bateria está certinha o problema é que o calor de domingo estava muito forte e somos seres humanos,jogador que é atleta sente porque nós não vamos sentir? Chega de ensaio mesmo pois eu também já estou de saco cheio.Avante Mocidade,rumo ao título,bateria no 1000!!!!!!!!!

  • Avatar
    15/02/2011 18:18:26ERIKA CRISTINAMembro SRZD desde 15/02/2011

    Amiga MOCIDADE SEMPRE, // Desculpe-me, mas quem falou besteira foi vc. Na atualidade, a questão da "empolgação", da "explosão", do detalhe, passou a ser fundamental para obter boas colocações. Não tem mágica, ou treina buscando a perfeição ou a vaca vai para o brejo. Em 1996, nós tínhamos Castor de Andrade na retaguardo e os nossos erros eram quase sempre minimizados. // Se a Bateria estivesse pronta, não estaria errando tanto. // Lamento, mas acho que vc deveria deixar a Mocidade, pois não está sintonizada com a atualidade (o desfile deixou de ser folia e passou a ser uma espetáculo cênico profissional). Faça o seguinte: dê um pulo na Quadra da Beija e depois me diga como é o ensaio deles e quanto tempo dura. // Outra opção é vc sair em alguma de escola de 5a Categoria. A Mocidade é (((POTÃ?NCIA))).

  • Avatar
    15/02/2011 17:00:28ERIKA CRISTINAMembro SRZD desde 15/02/2011

    Presidente Paulo Vianna, Ricardo Simpatia, Bereco e Cid Carvalho // A Mocidade está muito próximo do seu 6º título. Basta ajustar alguns detalhes e não dar mole na avenida. Vamos lá: // (1) A Bateria está executando uma paradinha muito complexa e esta paradinha está fazendo o samba desandar. Então, ou se faz uma paradinha simples e não se faz. // (2) As alas comerciais estão com o canto fraco. // (3) No ensaio técnico do último domingo, fiquei com a impressão de que os puxadores e o ritmistas cansaram. Ou seja, está faltando treinamento para manter o samba no andamento correto. // (4) O som pode ter parcela de culpa na atravessada. Todavia não é o único responsável. Está faltando sintonia Bereco-Nego. O samba tem que ficar no ponto idêntico ao "Blocão" pós-ensaio de Gulherme. // As bainas são fundamentais para a escola. Se elas cantarem com garra o público virá para "dentro da pista". Estão faltando Harmonias no entorno das bainas. // (5) Suspender o ensaio do dia 27 porc causa da feijoada é o mesmo que dar um tiro no pé. Concordo que a feijoada será importante para a escola. Então, (((MARQUE O ENSAIO PARA A SEXTA-FEIRA OU SEGUNDA))). Ninguém reclamará, pois estaremos no clima de carnaval. A Mocidade não pode ficar 14 dias sem ensaiar. // Boa sorte!!! Rumo ao Hexa!!! E acatem as minhas sugestões!!!

  • Avatar
    15/02/2011 15:27:11BETINA ALVESMembro SRZD desde 21/07/2010

    Se fosse na época de Osman Pereira Leite ou Jorge Pedro acho que daria pra chegar ao título mai tenho certeza que voltaremos no sábado.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.