SRZD


31/01/2008 12h41

Por dentro dos barracões: Veja como será o desfile da Cubango
Isaac Ismar

'Mercedes Batista ' De passo a passo, um passoâ? é o enredo da Acadêmicos do Cubango. Mercedes Batista, uma das maiores bailarinas deste país, será a diva do desfile. Dividida em cinco setores, ou cinco movimentos, como diz o carnavalesco Wagner Gonçalves, a apresentação também relembrará a história do negro no país.

- O enredo conta a história do Acadêmicos do Cubango, que tem tradição de enredos afros, e convido a Mercedes Batista para coreografar e ser a estrela desta festa. Para isso, criamos um espetáculo de dança com cinco movimentos, que são os setores da escola, e relembrar a história dela com a dos negros no Brasil ' afirma Wagner, que é formado em letras.

O artista acredita que este tema seja importante para a valorização da cultura brasileira e o reconhecimento da capacidade do negro.

- A Mercedes não teve muitas participações no Municipal, sempre atuou como coadjuvante. Nunca protagonizou uma grande ópera, pois elas não eram montadas para negros nas décadas de 40 e 50. Quando o Abdias Nascimento a elegeu rainha das mulatas, ela teve uma projeção maior. Transformou negros que provavelmente seriam empregados domésticos em bailarinos para serem apresentados no teatro de revista. Acho fundamental a comunidade conhecer esses valores. A negra da comunidade saber que a Mercedes Batista existe, está viva e que o negro pode ser artista plástico, estudar música clássica e que o outro pode ter formação teatral é importante. A escola se identifica com enredos afros. Vamos ganhar muita coisa. Vou criar cinco carnavais dentro de um só. A cada setor, um carnaval diferente ' promete Wagner.

A participação de Mercedes no desfile está confirmada. O quinto carro será o palco da bailarina. A seguir, Wagner fala da emoção dela ao se envolver com o carnaval da Verde e Branca.

- Ela ficou muito emocionada, falou que desde a época do Salgueiro que não sentia esse calor humano. A Cubango tem essa coisa. As pessoas são muito próximas. Todo mundo acha que é meu amigo. Com ela aconteceu a mesma coisa. A comunidade quer abraçá-la, beijá-la e agradecê-la. Estamos todos animados com o tema. Quando ela viu os figurinos, chorou. Também se emocionou com o samba.

As dificuldades financeiras dos grupos de acesso impedem que os artistas exercitem com totais condições as suas criações. Wagner, que tem 29 anos, e no ano passado trabalhou no Grupo B, sabe bem como é isso.

- É a mesma coisa, a mesma dificuldade. O Grupo de Acesso é muito pobre em termos financeiros, mas aposto na originalidade e a idéia, isso não vai se perder. E acho que isso é fundamental para o trabalho de um carnavalesco. Não tem preço. Luxo qualquer um pode fazer, mas prestigiar esse tipo de idéia é que a gente vai exercitar. Esta sendo um aprendizado. Estou criando uma versatilidade maior para o meu projeto e reajustando com o andamento dos trabalhos. Vejo como um desafio também. Reaproveitei cerca de 70% do carnaval passado ' diz.

Se falta dinheiro, sobra criatividade. Para levar para a Avenida um desfile competitivo tem que aproveitar o que está disponível e reaproveitá-lo bem.

- Uso um material de carnaval com qualidade inferior, criando um diferencial em cima. De uma forma mais conceitual. Aproveito a qualidade e o efeito que pode me proporcionar. A escola vem muito performática, não é coreografada. Entre a dança e o teatro. As fantasias estão leves e com muitos movimentos. Abdiquei um pouco do meu estilo para contribuir para uma boa evolução. Estou confiante que o chão da escola desfilará como campeã ' acredita.

Confira como será o desfile da Cubango:

Comissão de frente: Inspirado na poesia do poeta moçambicano José Craveirinha, 'Quero ser tamborâ?, no qual se conta que o tambor, apesar de apanhar, continua ecoando sons. Enfatiza a questão do negro no Brasil. Serão sete casais e um pivô;

Abre-alas: 'Theatro Municipafro - Épera do povoâ? ' Retrata o Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A idéia é uma síntese entre as atividades dos cultos afros, que são os iaôs, e as pessoas serão convidadas a entrar no Theatro Municipal ou Theatro Municipafro, como prefere o carnavalesco. Na frente da alegoria, dois mamutes;

Primeiro setor: 'Theatro Municipafro - Épera do povoâ? - Relembra três espetáculos que a Mercedes participou como bailarina do corpo de baile do Municipal, entre eles o 'Maracatu de Chico Reiâ?. O setor também representa o povo entrando no Municipal, já que em 1948 ela foi a primeira bailarina negra a participar de uma obra no local;

O setor é finalizado com um tripé para o início do segundo movimento;

Segundo setor: 'Onde houver fé, haverá vitóriaâ? - Relembra a ida de Mercedes aos Estados Unidos, onde estudou como bolsista em dança moderna. Ao voltar para o Brasil, ela levanta a bandeira da questão do negro com formação clássica. Após consultas, montou espetáculos como 'Funeral de um rei nagôâ?, ajudando a propagar os cultos afros de respeito à natureza e ao homem;

Segundo carro: 'Onde houver fé, haverá vitóriaâ? ' Roma negra, inspirado na Fontana di Trevi, monumento clássico da Itália. A Cubango levará deuses africanos nesta alegoria. De acordo com Wagner, todas mitologias se dialogam entre si, dando margem para a mescla de deuses romanos com africano e vice-versa;

Terceiro setor: 'Uma parte da arte por parteâ? - É a fase política do tema. Retrata o encontro dela com Graças Abdias Nascimento, que ajudou a elegê-la como a rainha das mulatas e a partir desse momento ela teve uma projeção maior na carreira. O carnavalesco junta o encontro de Mercedes, Abdias (colaborador do teatro negro no Brasil), maestro Abigail Moura e a poesia de Solano Trindade (poeta de inspiração afro);

Terceiro carro: Uma parte da arte por parteâ? ' Todo performático. Será montada uma orquestra e algumas pessoas farão um trecho de sortilégio em um globo;

Quarto setor: 'Trocando o gemido da senzala pela fidalguia do salãoâ? ' O nome do setor é o trecho de um samba do Salgueiro em homenagem a Chica da Silva. Naquele desfile, a Mercedes fez um minueto que deu uma projeção para o trabalho dela, em parceria com Fernando Pamplona e Arlindo Cruz. Nesta fase do desfile, todo em vermelho e branco, haverá alas lembrando 'Chico Reiâ? e 'Quilombo dos Palmaresâ?;

Quarto carro: 'Trocando o gemido da senzala pela fidalguia do salãoâ? ' A alegoria terá a Igreja da Candelária ao fundo com o portal e o minueto de Chica da Silva na frente. Wagner revela que almeja resgatar a imagem do Salgueiro na época. Os destaques terão as cores da aurora boreal, como se o sol refletisse na Igreja da Candelária;

Quinto setor: 'Levantai os heróis do novo mundoâ? ' As alas do último setor antecipam a idéia do carro que estar por vir;

Quinto carro: 'Levantai os heróis do novo mundoâ? ' Usa um trecho da poesia de Castro Alves para reconstruir um novo navio negreiro, em forma de cisne. O objetivo dele não é cruzar o Atlântico vindo da África, mas sim deixar Niterói e atravessar a Baía da Guanabara rumo ao Rio de Janeiro para que a Cubango desfile no 2 de fevereiro, dia de Iemanjá e jogar flores no mar. Neste dia Mercedes receberá flores em vida, do alto da alegoria, representando um grande cisne.


Comentários
  • Avatar
    02/02/2008 14:13:10Como sabe ??Anônimo

    Um dos comentar

  • Avatar
    02/02/2008 13:54:23Não Entendi Nada Agora.Membro SRZD desde 08/04/2009

    Bem, tenho lido muito sobre o carnaval do grupo de acesso A. Pois bem, qualquer lugar que ia na internet tinha sempre alguem da Cubango enaltecendo o carnaval de 2008 deles, tentaram de todas as formas vencer as enquetes do odianafolia p

  • Avatar
    01/02/2008 15:13:10cornos de niteroiMembro SRZD desde 12/05/2009

    olhe bem galera . estive essa semana no barracao da cubango e estive na reuniao de quarta . a conversa era o seguinte ; o que fazer para a cubango nao descer ??? ou seja sou reporter e estava na re

  • Avatar
    01/02/2008 13:36:40Zé ReinaldoAnônimo

    Estandarte de Ouro?? Sim... De torcida mais chata e nojenta.... kkkkkkkkkkk. mal se mantém no acesso A e querem grupo especial... Grupo B em 2009 pra vcs!!!

  • Avatar
    01/02/2008 12:33:11Cubango eu te amo tantoAnônimo

    Fiquem sabendo que Cubango vai ganhar mais um estandarte de ouro. Vcs não sabem o que estão dizendo. E Niterói é a cidade com melhor qualidade de vida.

  • Avatar
    01/02/2008 10:46:44Marcelão do FonsecaAnônimo

    Encheram o saco de todas as escolas,agora reclamam. Engraçado né.

  • Avatar
    01/02/2008 08:29:24Zé ReinaldoAnônimo

    A Cubango já tem o título.. De torcida mais antipática e nojenta.. Grupo B em 2009 facim, facim...

  • Avatar
    01/02/2008 07:49:07Diego NicolauMembro SRZD desde 07/04/2009

    Gostaria de entender um dia o ódio do ser humano por quem nada lhe fez. Está na cara que uma mesma pessoa criou vários nicks para ora fingir que é Cubango e est

  • Avatar
    01/02/2008 02:26:43JuvenalAnônimo

    Essa já era. Grupo B em 2009

  • Avatar
    31/01/2008 21:41:22Rosa KelmaMembro SRZD desde 07/04/2009

    A referência ao Enredo de Xica da Silva, do Pamplona, se dá p

  • Avatar
    31/01/2008 20:40:34Francisco Carlos da SilvaAnônimo

    Alôôôôôôô!!!!!!!!!!!!!!!! Carnav alesco!!!!!!!!!!!!!!! Xica da Silva,

  • Avatar
    31/01/2008 17:17:57PitonisaAnônimo

    Cubango décima colocada.

  • Avatar
    31/01/2008 17:03:48Urso Anônimo

    Essa já foi.

  • Avatar
    31/01/2008 16:47:56BarretoAnônimo

    Voltar só se for para o grupo B. Cubango nunca passou nem perto do Especial.

  • Avatar
    31/01/2008 16:22:58Cubango eu te amo tantoAnônimo

    Ignorantes, vcs não sabem que o carnavalesco foi a revelação de 2007? Não sabem que a Cubango está forte sim e que conta com o apoio da Liesa para voltar a primeira divisão? Aguardo vcs na quarta-feira de cinzas.

Comentar