SRZD


29/03/2011 11h27

Pai de meninas mortas no interior de SP diz que perdoa assassino
Redação SRZD

Os corpos das estudantes Josely Laurentina e Juliana Vânia de Oliveira foram velados e sepultados na manhã desta terça-feira em Cunha, interior de São Paulo. Cerca de mil pessoas, entre parentes e amigos das jovens participaram das homenagens realizadas em duas igrejas da cidade e do enterro no cemitério municipal. O pai das meninas, José de Oliveira, afirmou que perdoa o autor dos crimes: "Jesus diz para perdoar, por mais que a pessoa tenha cometido uma ofensa, tem de perdoar. Só espero que quem fez isso não faça de novo com outras pessoas", disse, de acordo com o site do jornal "O Globo".

A despedida foi marcada pela emoção e revolta, em especial dos colegas de escola de Josely e Juliana. Os moradores de Cunha, a 231 quilômetros da capital paulista, devem realizar uma manifestação na próxima quinta.

Jovens foram baleadas, diz exame do IML

Um dia após a localização dos corpos de duas irmãs em Cunha, interior de São Paulo, o resultado do exame feito pelo Instituto Médico-Legal (IML) revela que Josely (16 anos), e Juliana Oliveira, (15) foram baleadas. Elas foram vistas pela última vez na quarta-feira passada, quando voltavam da escola e encontradas mortas em um matagal isolado nesta última segunda. Não houve conclusão se as adolescentes sofreram algum tipo de abuso sexual. O material recolhido na perícia foi encaminhado para exames mais detalhados no Instituto de Criminalística de São Paulo.

Juliana foi atingida por quatro tiros (um na cabeça e três no peito) e Josely, dois (na cabeça e no peito). A polícia informou que as jovens estavam vestidas, com marcas de facada no pescoço e com avançado estado de decomposição, o que leva a crer que o assassinato tenha sido cometido no mesmo dia do desaparecimento. A suspeita inicial é de que as duas tenham sido sequestradas por uma pessoa que conhecia os hábitos da família.



Comentários
  • Avatar
    29/03/2011 13:27:21marco berzaghiAnônimo

    Mas a sociedade continua interessada no desfecho do zoológico humano chamado Big Brother, no filme da bruna Surfistinha, na separação da Daniela Winitis...as pessoas estão anestesiadas, vivendo suas vidinhas egoístas, e não percebem que esses demônios estão soltos por aí, e que são produtos de uma sociedade cada vez mais doente. . Perdemos o poder de nos indignar, de nos chocar e nos compadecer com este tipio de tragédia. E o que é pior, se esse demônio for preso, pela legislação deste país medíocre ficará no máximo 30 anos preso. Se tiver 19, como 49 está solto. Viva o Brasil...afinal sediaremos a Copa e as Olimpíadas. Penas que nenhuma dessas duas crianças inocentes estará viva para ver esses eventos. Quanto ao demônio que fez isso, espero que o inferno que o cuspiu o receba de volta com todas as honras....e que ele sofra pela eternidade.

  • Avatar
    29/03/2011 13:21:45SouzaAnônimo

    Parece que o perfil do criminoso é mesmo de um homem, com passagens pela polícia e provido de paixão doentia, o qual sentiu atração imoral por uma das vítimas, conforme comentou a leitora BENEDITA, ontem.Comentamos ontem esse perfil e notícias de hoje caminha nessa direção.Vamos aguardar.

  • Avatar
    29/03/2011 13:12:19iraniAnônimo

    cadeia nesses vagabundos senhores do plenari vamos tirar a bunda da cadeira e trabahar em favor da cadeira eletrica pena de morte para canahlas como eses no brasil talves seja mais um caso isolado deixo meu desabafo que deus conforte essa familia

  • Avatar
    29/03/2011 12:58:28GILDA ROSA DA SILVAAnônimo

    Quem fez isto é um montro e não pode ser humano e sim uma besta. Se tivesse pena de morte no Brasil, não haveria tantos crimes assim,

  • Avatar
    29/03/2011 12:15:32maria fernandaAnônimo

    sou mae e estou revoltada ate qdo perguntoi as nossas autoridades, ate qdo vamos assistir esses casos como esse e ter que se calar e o caso da vanessa, mercia etc, ate vqdo autoridades ate qdo:

  • Avatar
    29/03/2011 12:11:06Sérgio Carlos AlvesAnônimo

    Espero que não caia no esquecimento; Ã? necessário apurar e colocar este monstro na cadeia. Outrossim, precisamos unir nossas forças para que esses políticos mudem esse código penal arcaico que mais defendem bandidos a pessoas de bem.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.