SRZD


28/05/2008 16h10

BNDES financia implantação de usina hidrelétrica
Redação SRZD

O financiamento para a empresa Geração CIII S.A foi aprovado pela diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Os R$ 150,3 milhões são destinados à implantação da Usina Hidrelétrica Corumbá III, localizada no Rio Corumbá, em Luiziânia, Goiás. O valor total do projeto é de R$ 222,7 milhões. Na fase de implantação, está prevista a geração de cerca de mil empregos diretos nas obras civis e na montagem de equipamento. Ao final da construção, 30 empregados ficarão responsáveis pela operação e manutenção da usina.

O Rio Corumbá é um afluente do Rio Paranaíba, na Bacia do Paraná, município de Luiziânia (GO). A hidrelétrica entrará em operação comercial a partir de dezembro desse ano, segundo previsões. A produção será dada através de duas unidades geradoras que totalizarão uma capacidade instalada de 93,6 MW e energia assegurada de 50,9 MW médios. Além disso, haverá um sistema de transmissão com 100 quilômetros de extensão. O reservatório da UHE ocupará apenas áreas pertencentes ao município de Luiziânia.

A UHE Corumbá III terá um reservatório com superfície de 77,42 km² , e volume total de 972.100.000 m³. Ele será formado a partir da a implantação de uma barragem, com altura máxima de 54 m e comprimento de 800 m. A conexão da UHE à distribuidora será realizada também por meio da implantação de uma linha de transmissão de 138 KV, circuito simples, com cerca de 100 km de extensão até a subestação São Sebastião da CEB Distribuição S.A. De acordo com a Neoenergia, o avanço físico atual da obra está em 78%.

A Energética Corumbá III e a CEB Distribuição firmaram um Contrato de Compra e Venda de Energia em 12 de novembro de 2002, garantindo a comercialização da energia assegurada. O valor do acordo foi de R$ 95,69/MWh, (R$ 146,49/MWh a preços de janeiro de 2008), corrigido pelo IGPM até a entrada em operação comercial, e  reajustado anualmente pela variação do IGP-M após a entrada em operação.


Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.