SRZD


08/06/2008 22h53

Revolução virtual
Eugênio Leal

Fui convidado para julgar os sambas de enredo do carnaval virtual. Carnaval Virtual? Isso, não conhece ainda? É uma brincadeira muito séria de internautas apaixonados por carnaval. Eles promovem desfiles que acontecem nos computadores com enredo, samba-enredo e desenhos de fantasias e alegorias. Já existem até ligas dissidentes, com campeonatos distintos e CD com os sambas de enredo gravados em estúdio com qualidade profissional.

Parece coisa de maluco. E é. Coisa de maluco por carnaval. Pessoas, quase todas ainda muito jovens, que na sua maioria não têm acesso - pelos mais diferentes motivos - ao ciclo de produção das escolas de samba reais. São aficcionados pela nossa cultura que sentem a necessidade de criar, inventar, participar de alguma forma.

Para alguns existe até a esperança de que o desfile virtual sirva como plataforma para o aparecimento ou aperfeiçoamento de seu talento. Dali podem surgir novos cantores, compositores, figurinistas, carnavalescos, etc.

Também há casos em que tudo é encarado com uma simples e gostosa brincadeira - uma maneira de satirizar o próprio carnaval. A sátira, aliás, é a marca registrada desta folia computadorizada. Quase todos os enredos abordam temas que dificilmente se encaixariam numa escola real. É neste ponto que pretendo me fixar.

Por ser uma grande brincadeira o desfile virtual toca em pontos politicamente incorretos, usa expressões que seriam consideradas vulgares e transforma até as experiências pessoais de seus organizadores em tema. Tem enredo sobre homossexualidade, sobre prostituição, sobre o diabo e até sobre a samambaia.

Estes assuntos são tratados de forma direta nas letras dos sambas, mostrando uma aproximação muito grande com a linguagem popular, usada no dia a dia pelo carioca. Não há preocupação com beleza poética, mas sim com a transmissão de uma mensagem da forma mais clara e irreverente possível.

Não estou aqui defendendo que as escolas do "mundo real" vão tão fundo. Isto causaria uma reação contrária gigantesca. Mas enxergo a necessidade de uma maior aproximação dos temas e das letras dos sambas de hoje em dia com a realidade da população.

A falta de identificação com os enredos e a dificuldade na compreensão das mensagens dos sambas são fatores que ajudam a afastar o grande público das nossas agremiações, outrora tão populares. Poucos são os que entendem a letra de um samba-enredo completamente sem a ajuda de uma sinopse ou de um dicionário de termos indígenas ou africanos.

Talvez as escolas virtuais possam estar contribuindo no sentido de mostrar que é possível reaproximar o samba-enredo do linguajar do povo. Não que o samba deva chegar ao ponto do funk, que apela para todo tipo de baixaria. Mas é importante repensar o caminho que está sendo trilhado, no sentido de distanciar o carnaval do grande público.

Muita gente há de renegar as escolas virtuais. Os mais sábios, entretanto, hão de entender que o mundo muda a cada minuto e que só sobreviverá quem respeitar, procurar entender e se adaptar às novidades que se apresentam. O carnaval virtual poderá ainda sugerir ou ditar outros caminhos para o carnaval real na medida em que é feito por apaixonados pelo samba "de verdade", pessoas que pensam e refletem sobre a nossa cultura. Não é inteligente subestimá-los.

 


Comentários
  • Avatar
    11/06/2008 19:31:18Rafael MarçalAnônimo

    Grande Eugenio! Ã? por isso que sou seu fã. Em pouco tempo entendeu e soube traduzir perfeitamente através desta coluna, o que representa o Carnaval Virtual. Estaremos em julho fazendo uma grande festa na VIRTUAFOLIA. E vamos nessa, em busca desse título tão sonhado! Desde já agradeço, em nome das escolas da Virtuafolia, pela aceitação ao convite para participar deste júri. "Com um Carnaval irreverente Vem perguntar: Será que ele é? Será?"

  • Avatar
    11/06/2008 11:13:10joão vitor araújoAnônimo

    Quem ouve falar em escolas de samba virtual sempre se assusta, assim como eu q há uns tres anos atrás não acrediteva q isso pudesse existir. Trabalho com carnaval há pelo menos uns nove anos e isso era algo q eu não esperava.Mas logo abracei a idéia de q isso era uma maneira bem humaorada de curtir o carnaval o ano inteiro e pelo segundo ano faço carnaval da SEI LÁ, junto com meu amigo Renato e uma coisa saudável, ostosa de curtir. O lançamento dos sambas virtuais q são realizados na quadra da Vizinha Faladerira, para mim é um outro espetáculo a parte q merece está sempre divulgado. Carnaval virtua é "MARA".

  • Avatar
    11/06/2008 00:02:55Willian TadeuMembro SRZD desde 11/11/2011

    Excelente matéria. Passa bem a idéia do que é o carnaval virtual, independente de ser dessa ou daquela liga. Como disse certa vez o radialista Claudio Brito, "essa gente está, acima de tudo, praticando a arte carnavalesca". E essa prática é o grande sentido da brincadeira, pois nos motiva a criar tendo para quem mostrar, tendo opiniões para ouvir e podendo trocar experiências com pessoas de diversas partes do país, ligadas ao carnaval real ou não. Além disso, essa prática gera grandes amizades, o que torna a brincadeira bastante sadia. Convido todos a conhecerem a Liga Independente das Escolas de Samba Virtuais, no http://www.liesv.com e assistirem aos nossos desfiles, nas datas postadas abaixo. E os interessados podem entrar em nossa comunidade (http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm =1064837) ou mesmo começar a participar nos nossos chats do Yahoo! Messenger (adicionem williantadeu) ou fazer contato via MSN ([email protected]), pois em breve serão abertas as inscrições para as novas escolas, no Grupo de Avaliação 2009. Não deixe de acompanhar nosso 6º desfile e de montar sua escola para participar do 7º, em 2009. A participação de todos é importante e fundamental para construirmos um Carnaval Virtual cada vez mais organizado, levado a sério e criativo, dando espaço ao talento de todos. Abraços!

  • Avatar
    10/06/2008 22:41:07Cecel AltaneiroMembro SRZD desde 13/08/2009

    Bela matéria, esperamos que você goste desta modalidade de carnaval, afinal ter medo do novo é tolice! Abs. O GRESV ALTANEIROS DO SAMBA VEM EXALTANDO O CARNAVAL, O NEGRO E O CARNAVAL EM SI!

  • Avatar
    10/06/2008 18:43:59Carolina GrimiãoMembro SRZD desde 12/09/2012

    Adorei o texto, Eugênio! Parabéns! O Carnaval Virtual veio pra ficar e é uma opção de curtir a folia o ano inteiro. Me identifiquei muito com as suas palavras. O carnaval real continua sendo maravilhoso pra mim, mas o virtual também é divertidíssimo e tem o perfil da novidade dos jovens e sambistas. Bjs... Carol

  • Avatar
    10/06/2008 12:34:48Anderson BaltarMembro SRZD desde 07/04/2009

    Segue o calendário de desfiles da Virtuafolia. Dia 12 de julho - Grupo de Elite (primeira noite) - 22h Dia 13 de julho - Grupo de Elite (segunda noite) - 20h Dia 19 de julho - Grupo de Acesso - 21h Dia 20 de julho - Apuração - 15h Dia 26 de julho - Desfile das Campeãs - 21h Dia 27 de julho - Desfile do Grupo de Avaliação - 20h30 Dia 29 de julho - Apuração do Grupo de Avaliação - 21h Mais informações: www.virtuafolia.com.br

  • Avatar
    10/06/2008 10:25:42Gui DouradoAnônimo

    Quando se ouve falar a primeira vez em carnaval virtual, provavelmente a primeira coisa que se vem em mente é "loucura". Falo por experiência própria! Quando em 2003 me falaram sobre isso, o pré-conceito surgiu na hora. Mas, como apaixonado por carnaval, acabei me rendendo, afinal, o que eu tinha a perder? Por mais louco que possa parecer, foi através do carnaval virtual que me arrisquei a compor pela primeira vez... Já se vão 5 anos, 7 sambas vencidos no carnaval de Porto Alegre. Porém, hoje, afirmo sem dúvida que compor pra o carnaval virtual é muito mais estimulante e rende sambas muito mais interessantes. Aqui não temos enredos patrocinados, não há investimento, nem limitações. Aliás, o limite é o da própria capacidade de criar.

  • Avatar
    10/06/2008 07:39:49MiltinhoMembro SRZD desde 12/05/2009

    Ã? isso aí, o Carnaval Virtual veio para ficar, tanto que já são 6 anos de desfiles. Dias 20 e 21/06/08 - Desfile do Grupo de Avaliação CAESV Dia 19/07/08 - 21:00 -Desfile do Grupo de Acesso LIESV Dias 25 e 26/07/08 - 22:00 Desfile do Grupo Especial LIESV Passarela Virtual João Jorge Trinta: www.liesv.com

  • Avatar
    09/06/2008 20:38:55João PinhoMembro SRZD desde 16/07/2009

    Ã? realmente muito gratificante ver que o Carnaval Virtual cresce como um todo. Acho que todos que participam dele, independente se pertence a LIESV , ou a VIRTUA , devem estar orgulhosos! Como João Marcos disse além de ser uma brincadeira séria de seguidores do caranaval, o carnaval virtual também, tem a proposta de descobrir novos , poetas, desenhistas cantores, etc. Abraço da Princesa da Zona Norte www.liesv.com

  • Avatar
    09/06/2008 20:30:51Victor RaphaelAnônimo

    Gostei da matéria, sinal de que as ligas de carnaval virtual tem notoriedade. Seja LIESV seja Virtua, elas estão conquistando cada vez mais adeptos que desejam mostrar o que sabem sobre carnaval, mas não têm oportunidade de demonstrar isso numa escola de samba real, ou mesmo exaltar a liberdade de criação que hoje é parca nos desfiles reais. Meus Parabéns às Ligas Virtuais Victor Raphael - Presidente da GRESV Acadêmicos do Setor 1 (LIESV-CAESV) www.setor1.tamborins.com. br

  • Avatar
    09/06/2008 20:29:21Guilherme AndradeAnônimo

    Talvez eu, mais que qualquer pessoa, tenha um motivo especial para comentar sobre a coluna, já que a estrutura do carnaval virtual está fazendo parte de um projeto de ensino de química que estou desenvolvendo, usando a lingüagem do carnaval. Realmente Eugênio, esse crescente assustadora do carnaval virtual é algo bacana, pois de uma vez por todas, os preconceitos estão vindo abaixo. O que é bom, não só por ser uma forma de desenvolver novos talentos e trazer um pouco do que ficou perdido no carnaval real, mas também por ser uma brincadeira deliciosa, que preenche o espaço que as disputas e os ensaios deixam, de fevereiro à julho. Um abraço Guilherme Andrade (presidente do GRCESV Ligação Hidrogênio - VIRTUAFOLIA) www.virtuafolia.com.br

  • Avatar
    09/06/2008 14:41:43Amilton L. BrietzkeMembro SRZD desde 13/04/2009

    Com certeza Chico, estás corretissimo na sua afirmação. Sem tirar nem por.

  • Avatar
    09/06/2008 14:29:48Fabrício SmiderleAnônimo

    Ã? isso aí, galera... o carnaval virtual é uma maneira de nós, amantes do carnaval, estarmos com quem compartilha desta mesma paixão. E não percam, hein! O Grupo de Avaliação da LIESV, conhecida como CAESV, terá a apresentção de suas escolas nos dias 20 e 21 deste mês. Espero que o pessoal todo compareça p/ prestigiar nosso trabalho que está muito bom!

  • Avatar
    09/06/2008 14:10:49Ricardinho DelezcluzeMembro SRZD desde 10/04/2009

    Muito foda a coluna...Estamos de parabéns!!!!Estão de parabéns principalmente os citados na coluna: Tradição de Bangu, Ociosos de Gericinó e União Vermelho e Branco. Ricardinho Delezcluze Diretor de carnaval da ARESV Arranco da FGAF www.virtuafolia.com.br

  • Avatar
    09/06/2008 13:11:17chico frotaAnônimo

    Amilton, o caso não é quem é dissidencia ou quem é original, até por que original é cerveja da antartica (por sinal otima), o que importa é o carnaval virtual. Cada liga tem sua filosofia, seu metodo de trabalho e existe respeito entre os componentes de cada uma. O que importa é que as duas ligas estao inovando e criando uma nova ideia de carnaval, um novo campo para que novos profissionais aparecam, sejam eles cantores, carnavalescos, dirigentes etc. O importante é o sucesso do carnaval virtual, seja com a VIRTUAFOLIA, seja com a LIESV. Temos que deixar essas picuinhas de lado e trabalhar muito. Abs Chico Frota

Comentar