SRZD


01/07/2011 13h19

Caso Juan: Beltrame diz que polícia não demorou para investigar
Redação SRZD

O secretário de Segurança do Rio José Mariano Beltrame disse nesta sexta-feira em, entrevista ao "RJTV", da "TV Globo", rebateu as críticas sobre a demora para solucionar o desaparecimento do menino Juan de Moraes, de 11 anos, que desapareceu há mais de 10 dias, depois de um confronto entre policiais militares e traficantes na favela do Danon, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Beltrame afirmou que todos os esforços estão sendo feitos na investigação e que punirá policiais caso estejam envolvidos no desaparecimento.

"A dor das famílias faz a gente acelerar a investigações, mas a velocidade de uma investigação não tem a velocidade que queremos. Todo o destino formal está sendo feito. Trabalhamos com hipóteses e suposições, que leva ao inquérito policial, e por isso não podemos nos precipitar".

- Polícia apura envolvimento de carros da PM no caso Juan

Perguntado se as investigações demoraram para começar, Beltrame disse que a demora é devido produção do que foi feito. O secretário disse ainda que a linha de investigação começou com o alto de resistência, que é a morte causada em confronto. "Depois do desaparecimento, os depoimentos dos policiais foram feitos imediatamente, todos os exames. Essa linha começou na 56ª DP. Foram ouvidos os policiais, as família. Foram feitas analises dentro da delegacia".

Betrame disse que policiais que realizaram a operação na comunidade, e que continuaram trabalhando na rua e só depois foram começaram a fazer serviços administrativos, ele disse que não houve falha sobre a demora. "No momento em que a Corregedoria estava trabalhando não foi preciso por que se tratava de um alto de resistência".

Quando questionaram se a demora para a investigação tenha sido causada por ser uma criança pobre, Beltrame respondeu: "posso garantir que não. O cidadão que paga importo na Zona Sul é mesmo que paga na Zona Norte".

Quanto ao desaparecimento, o secretário informou que ainda é preciso fazer toda a análise. "Existem 3 investigações paralelas. O que foi colhido tecnicamente deve esperar para ver em algumas dias. "Todos os esforços estão sendo feitos assim como os outros casos. Se o desaparecimento tiver participação de algum servidor público ele será exemplarmente punido", disse Beltrame, informando que a família já está com proteção independente se estiver com a core.


Comentários
  • Avatar
    13/07/2011 12:23:55VERAAnônimo

    Minha empregada Celia perdeu o filho Bruno, há quase 5 anos atrás na Comunidade do Jacarezinho quando o mesmo tentava parar um taxi para socorrer o seu pai que estava tendo um AVC. Foi fuzilado por 2 PMs que estão até hoje soltinhos e continuando a matar. A Ação até hoje anda no TJRJ a passos de cágado!!!!

  • Avatar
    01/07/2011 18:00:58vid que segue.Anônimo

    sr beltrame o seu negócio e muito holofote e nada de trabalho pede pra sair o sr não engana ninguém.

  • Avatar
    01/07/2011 17:44:43HUGOAnônimo

    Ok. MaS E O cASO DO jORNALISTA rICARDO DA gAMA aBAFARAM? tEM Q DESCUBRA ALGO DO cABRAL? = QDO TENTARAMMATAR O GAROTINHO?

  • Avatar
    01/07/2011 15:20:17mariaAnônimo

    Bom, não entendo assim. Se não fosse mais uma vez uma mobilização de da rio ong de paz e de marcelo freixo, não estariam nem aí. A assalto da casa do fillho de Jobim em Ipanema já foi solucionado. Agora,se o Rio está tão pacificado porque Beltrame tem sempre dois carros da policia em frente ao seu apartamento em Ipanema.? e depois, uma pergunta que sempre me faço... se ele é o Secretário de Segurnaça, não deveria mandar prender Cabral que dá a torto e ddireito beneficios fiscais a seus amigos? Isso não é roubo? Pobre Rio de Janeiro.

  • Avatar
    01/07/2011 13:49:06Márcio AlexMembro SRZD desde 08/07/2011

    Visitem o blog do Bairro (não é favela) Danon: uniaodanon.blogspot.com/

  • Avatar
    01/07/2011 13:32:22Márcio AlexMembro SRZD desde 08/07/2011

    1°: Danon não é favela; 2°: Beltrame comparou os cidadãos moradores das zonas norte e sul da Capital, mas e quem mora em Nova Iguaçu, na Baixada? 3°: E o corpo encontrado (de menina), será investigado?

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.