SRZD


22/10/2011 15h50

Sambão do Povo passará por grande reestruturação após desfiles de 2012
Adiel Carteiro Poeta *

Foto: Vitor LopesA Prefeitura de Vitória, em parceria com o Governo do Estado do Espírito Santo, só realizará a anunciada grande obra de reestruturação do Complexo Cultural Walmor Miranda, o Sambão do Povo a partir da segunda quinzena de fevereiro de 2012, ao contrário das notícias de que começariam ainda este ano, e garante alterações que deixarão o Estado no roteiro dos grandes carnavais em nível nacional.
 
Em reunião com a comissão técnica de Carnaval, realizada no dia 13 de outubro, o vice-prefeito e coordenador da comissão, Sebastião Barbosa, destacou os estudos que foram feitos no complexo. "Hoje não existem mais especulações sobre a estrutura do Sambão do Povo. Sabemos exatamente o que precisa ser trocado e o que pode ser mantido sem qualquer risco para os foliões", destacou.

As modificações ocorrerão nos setores A e B dos camarotes e, principalmente, nas arquibancadas. Além disso, toda a área do Sambão será acessível para deficientes físicos.
Durante a reunião, o secretário de Cultura de Vitória, Alcione Pinheiro, explicou o motivo do adiamento dessas grandes intervenções. "É uma questão de logística. A homologação do resultado do processo de licitação da empresa que realizará a obra foi dada recentemente. Precisamos lembrar que o Carnaval de Vitória em 2012 será nos dias 9, 10 e 11 de fevereiro. Então, se começássemos algo agora, teríamos que parar e desmontar todo o canteiro de obras para a realização dos desfiles em 2012".

Para o Carnaval de Vitória 2012, serão feitas intervenções como a recuperação de esquadrias e da parte elétrica e hidráulica do sambódromo; a limpeza e pintura do local; além do escoramento das arquibancadas de alvenaria.

Reestruturação
 
O projeto de reforma do Sambão do Povo contempla modificações em todas as áreas do complexo. Tanto arquibancadas como camarotes serão adaptados para permitir a acessibilidade de pessoas com alguma restrição locomotora.

Nos camarotes dos setores A e B serão construídos novos banheiros e escadas. As janelas serão todas trocadas e as saídas de emergência serão construídas conforme as normas de segurança do Corpo de Bombeiros. Hoje, a estrutura correspondente é montável.

As arquibancadas passarão por processo de desmontagem, já que a estrutura é pré-moldada. Os degraus serão todos trocados e as escadas que dão acesso às arquibancadas serão refeitas, obedecendo a um novo padrão. No setor C, haverá duas escadas localizadas nas extremidades. No setor E, de maior extensão, haverá três escadas.

Foto: DivulgaçãoOutras grandes mudanças previstas no projeto vão possibilitar um ganho na área externa às arquibancadas, melhorando o fluxo de pessoas e proporcionando maior segurança a foliões e trabalhadores. Embaixo de cada arquibancada serão construídos novos banheiros já acessíveis e estruturas que serão usadas como bares, com espaço para depósito para as mercadorias.
"Esse é, sem dúvida, mais um importante passo para consolidar o Carnaval de Vitória como um dos principais eventos da cultura local. Estamos investindo para melhorar a infraestrutura e a segurança das pessoas que vão ao Sambão do Povo durante a folia", afirma o secretário de Cultura, Alcione Pinheiro.

Fonte: Brunella França/Assessoria de Comunicação/Secretaria de Cultura de Vitória

* Colaborador do SRZD-Carnaval - Adiel Carteiro Poeta


Veja mais sobre:Carnaval/ES

Comentários
  • Avatar
    04/11/2011 07:38:56Milton dos Santos Batista JrMembro SRZD desde 12/05/2009

    Esse enredo é reedição. Desde 2002, quando os desfiles voltaram ao Sambão do Povo, se fala de reforma, reconstrução, melhorias... e até agora nada. Porque não se fala em reconstrução da arquibancada que ficava entre os setores C e E? Será que os responsáveis pela reforma sabem que da arquibancada só dá pra ver metade da largura da pista de desfile? Que pra chegar nas roletas a gente tem que pisar na lama? Que nunca tem luz na escadaria a noite toda? Sim, querido telespec, nós amamos o samba, por isso merecemos respeito.

Comentar