SRZD



Hélio Ricardo Rainho/Carnaval

Hélio Ricardo Rainho/Carnaval

CARNAVAL. Profissional de Comunicação e Marketing, Hélio Rainho veio do teatro, sendo ator e diretor profissional. Autor da biografia do jogador Mauro Galvão e de várias peças teatrais. Nascido na Praça XI, chegou à Portela como jovem compositor nos anos 80 e passou a pesquisar escolas de samba e Carnaval. Idealizador do projeto "Quem És Tu, Passista?", um manifesto pela preservação do segmento, é padrinho dos passistas do Império Serrano e comentarista dos desfiles na Sapucaí. Twitter/Instagram: @hrainho.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



30/01/2012 17h49

Silenciar as torcidas, não!
Hélio Ricardo Rainho

E agora mais esta: proibiram as torcidas de escolas de samba de exibirem suas faixas nas arquibancadas, no dia do desfile, sob a alegação que essas faixas "poluem a transmissão de televisão"!

Mais uma vez - e cada vez mais - as escolas de samba ficam distanciadas de seus princípios e de sua realidade sócio-comunitária graças às imposições comerciais de quem gerencia de forma fria e calculista o espetáculo. A escola de samba, esse fenômeno cultural cujo nascedouro - queiram ou não os sofisticados e elitistas - é o velho e bom subúrbio carioca, vai se tornando um prato apetitoso para a burguesia que se planta diante das televisões.

Os apelos contratuais empacotam uma manifestação cultural viva e dinâmica, produzida pelo povo, para vendê-la como mercadoria espetacular à elite do primeiro mundo. Ao consumir vorazmente uma valiosa arte popular de negros, favelados, suburbanos e pobres, a elite começa a querer redesenhar a festa. É preciso que a elite se identifique um pouco mais com o espetáculo caro que compra. Ao que parece, fica feio, na telinha burguesa, aparecer um pedaço de pano com nomes que remetam a Madureira, Padre Miguel, Oswaldo Cruz, Caxias, Nilópolis, Vaz Lobo... e não a Ipanema, Leblon e Copacabana, que são os "cartões postais oficiais" da Cidade Maravilhosa. É preciso que os acadêmicos titulados da Sourbonne e os intelectuais de Cambridge passem míseros meses dentro de um barracão para publicarem seus livros de muita antropologia e nenhuma propriedade em samba para que o assunto possa ser "entendido" pelas elites que consomem escola de samba. Para eles, é preciso que as escolas de samba virem "escolas de bossa nova", reeditando a primeira manifestação musical do país que tentou embranquelar e sofisticar o samba negro e favelado para vendê-lo no exterior como uma espécie de jazz tupiniquim.

Antigamente escola de samba não podia ter patrocínio. E vimos desfiles monumentais no passado sem essa invasão que nos traz enredos sobre prefeituras, artistas extraterrestres ao samba, indústria de laticínios, chapa branca de governos e outras apelações mais. Hoje, o mantra é "ter patrocínio"! Todo mundo caminha para uma igualdade que descaracteriza as escolas de suas identidades originais.

Para ser "aceito" pelas elites, o samba precisou mudar. Saímos do deus Baco para o deus Chronos: tempo é dinheiro e tempo rege os desfiles! Bateria e samba-enredo correram, passistas passam escondidos e voando, Velha Guarda sai do chão porque "é lenta e não evolui", baianas são trocadas por dançarinas jovens de quadrilha junina, escolas precisam se colorir e desprezar suas cores fundamentais para que o visual na televisão não fique  "monótono" (?).

São tantas imposições para satisfazer o "deu$ dinheiro" que passou-se a triturar a preciosidade mais relevante dessa festa que é a escola de samba: deixar seus elementos passionais, tradicionais, seu legado cultural evoluir sem essas intromissões.

Quando surgem as torcidas organizadas de escola de samba - e a pioneira nisso chama-se Guerreiros da Águia, representante da majestosa Portela - parece que, finalmente, o espaço para o amor, a devoção, o respeito e a dedicação serão mantidos em voga, diante de nossos olhos e de nossa admiração. Essa torcida, por exemplo, militou fortemente e brigou nas ruas pela reativação da Portela, pelo renovo que todos estão vendo, pela valorização dos setores primais da escola, pela lisura na escolha de um samba que traduzisse os anseios de sua comunidade. A Guerreiros da Águia - cunhada com o temo "guerreiros" em homenagem à maior das guerreiras do samba, a diva eterna azul-e-branco chamada Clara Nunes - encheu ruas e lotou arquibancadas, em todas as frentes de ensaio e apresentação, mostrando seu amor e sua vocação em abraçar a escola. Quem conhece Marcelo Moura, Jany Monteiro, Betinha, Joseane, Glauber, Denílson, Adriana "Nana", Walter Alverca, Vinicius Rangel, Thiago Kátia Henriques, Helen Mary, Andre Marques, Claudio, Brian, Marcia Vaz, Giselle, Karine, Marcia "Fera Guerreira" sabe o que é sentimento de paixão e (mais que isso) de dedicação pela escola. Lamentavelmente, uma decisão "superior" abafa o trabalho desses e de tantos outros representantes das comunidades da escola em prol de uma argumentação inócua e equivocada como essa, de que suas faixas e bandeiras "poluem a transmissão do desfile".

Podemos, então, relacionar, algumas coisas que nós, também "consumidores" da festa, consideramos "poluentes"? A lista é boa... vamos lá!

- Comentaristas de televisão que caem de para-quedas do futebol e de outras áreas, e não entendem nada de samba, poluem os desfiles.
- Câmeras que privilegiam celebridades de novelas em detrimento dos sambistas originais poluem os desfiles.
- Bicões e celebridades embriagadas (pelo álcool ou pela fama) atravancando a harmonia poluem os desfiles.
- Logomarcas de patrocinadores estampadas toscamente em vinhetinhas eletrônicas que encobrem as imagens das escolas poluem os desfiles.
- Camarotes berrantes de patrocinador recheados de gente vulgar e oferecida, que despreza as escolas de samba, mas adora promover seus 15 minutos de fama no carnaval do sambódromo, poluem os desfiles.
- Jurados que levam envelope pra casa, desconhecem as características das escolas, pontuam bisonhamente os quesitos e apresentam justificativas de nota com argumento patético e erros gramaticais horrorosos poluem os desfiles.

Ainda precisamos dizer mais??? Assim como será feito com as bandeiras das torcidas organizadas, esses poluentes serão também ensacados e recolhidos da festa???

Ninguém aqui é teimoso nem dura cerviz para viver de passado e saudosismo, ignorando a evolução dos tempos. Mas é possível um afã de modernidade que não nos cegue para as tradições, que não nos aparte de nossas raízes, que não faça de nossas escolas de samba filhas desgarradas órfãs de si mesmas por opção, matricidas em desfile.

Fica aqui o meu manifesto de apoio a essa laboriosa gente do samba - Leões da Estácio, Torcida Organizada da Ilha, Sangue Salgueirense, Portelamor, Guerreiros da Águia, Nação Leopoldinense, Independentes da Mocidade, Guerreiros de Vila Isabel, Sou da Vila, Raiz Mangueirense, Devotos da Coroa, Familia Tijucana e outras tais, não citadas, mas não menos importantes.

Gente do chão de escola, da raça vibrante dos tamborins que não podem ser silenciados. Gente da raiz das escolas que não pode ser calada.
E que nunca - nunca, sob hipótese alguma! - poderá ser acusada de "poluir o samba"!

Twitter @hrainho
Facebook Hélio Ricardo Rainho


Veja mais sobre:Carnaval 2012

Comentários
  • Avatar
    26/02/2012 18:55:10William FerreiraMembro SRZD desde 23/05/2010

    Seria simples resolver a questão! Deixem as arquibancadas vazias no próximo ano como protesto, tudo volta ao normal no ano seguinte...

  • Avatar
    11/02/2012 22:30:42TATIANA GIACOBINOMembro SRZD desde 11/02/2012

    Com comida e educação,a criatividade,harmonia e evolução,passam a ser detalhes somente do carnaval. Acorda Brasil!!!!!!!!!!!!!!! Vinicius Dalanesi........você gosta de carnaval,hein. Gostaria de falar com você..........me desculpe se estiver incomodando-o......manda um recado no meu e-mail [email protected] Você sabe quem sou eu,sua prima que TE AMA D+ e morre de saudades.......gostaria de falar várias coisas com você...........você tem um priminho,tive um filho,o Gabriel. Podemos ter contato??

  • Avatar
    06/02/2012 11:57:40Thiago CostaMembro SRZD desde 06/02/2012

    Concordo Plenamente gente ñ deixem o samba morrer!!

  • Avatar
    03/02/2012 19:11:03Ryan EmilianoMembro SRZD desde 29/12/2011

    Nós não podemos alimentar pensamentos de extrema esquerda, nós não podemos assistir essas ofensas escancardas, se alienar da situação não é querer mudar. Criticas sem responsabilidade denigrem as instituições. No meu ver esses textos não significam nada perante a magnitude do carnaval carioca.

  • Avatar
    02/02/2012 20:45:01Mãe DingaMembro SRZD desde 23/07/2011

    A Liesa é podre, corrupta, imuda instuição que está destruindo o carnaval caríoca. sabemos muito bem que está no comando desse imundície e manipulando os resultados do carnaval, beneficiando aquela aberração de Nilópolis. Faz-se necessário uma total devassa nessa instituição para depois implodi-la sem dó nem piedade e que voltemos a ter um desfile e resultados sérios. Com relaçao a essa atitude retrograda e imoral da Liesa só cabe é um total repúdio a tal ato de degradação e preciso fazer um grande protesto contra essa atitude anti-demoecrática Faço minhas as palavras do José Aragão, vc está certíssimo.

  • Avatar
    02/02/2012 17:50:35Natália Crsitina da SilvaMembro SRZD desde 02/02/2012

    Carnaval do Rio à muito não é mais do povo infelizmente.haja visto o preço dos ingressos nada digno de um pai de família.Agora os poucos vão afastando o que sobrou das comunidades nas arquibancadas.Poucos esses que torcem e fazem a verdadeira festa do carnaval.Poir é imaginar que ainda pode ficar piorar.....

  • Avatar
    02/02/2012 17:24:34JOSÃ? ARAGÃ?OMembro SRZD desde 07/04/2009

    MEU CARO COLUNISTA, VENHO AQUI PRA TE PEDIR PRA COMENTAR ALGO SOBRE O ABSURDO QUE A REDE GLOBO FAZ COM O CARNAVAL DO RIO. CLIPS DA TV ESTAO COM TEMPO REDUZIDISSIMO, O AUDIO Ã? TERRIVEL. AS ESCOLAS NAO TEM NENHUM ESPAÃ?O EM PROGRAMAS GLOBAIS. NAO EXISTE REPORTAGENS PRE CARNAVALESCAS, NADA. O PROGRAMA DO HUCK, CRIOU UMA MUSA, QUE NEM SEQUER A ESCOLA SE APRESENTA MAIS NO PROGRAMA. O TAL DO EQUENTA QUE ERA UMA DAS MINHAS ULTIMAS ESPERANÃ?AS QUASE NAO DA ESPAÃ?O AS ESCOLAS. SERA QUE A GLOBO MERECE ESSA EXCLUSIVIDADE? SERA QUE O DINHEIRO DA EMISSORA COMPRA TUDO MESMO? ESSES DIRIGENTES NAO VEEM QUE O PRODUTO TA SENDO DSTRUIDO. ESTAO ACABANDO COM AS ESCOLAS. POR FAVOR COMENTE ISSO. ALGUEM TEMQ UE SE REBELAR CONTRA ISSO

  • Avatar
    02/02/2012 15:19:38Andrey Beija-FlorMembro SRZD desde 08/12/2011

    Ã? impressionante como a classe burguesa vai se apoderando cada vez mais de uma festa genuinamente popular, nascida e disseminada por pessoas das favelas, dos morros, dos subúrbios. Em resumo, do povão mesmo! Mais impressionante ainda é a facilidade com que a Liesa, descaradamente, abre as pernas para esse aniquilamento, deixando claro, sem qualquer margem de dúvida àqueles que se indignam com tal atitude, que não está nem aí para suas revoltas. Como bem frisado pelo forista Luciano Feller, essa interferência absurda e nojenta já chega mesmo às entranhas das escolas. Lembram-se que já quiseram impedir as senhoras que compõem as alas das baianas de desfilarem sob alegação de que as mesmas eram muito lentas e sem vigor físico para os moldes atuais dos desfiles? E qual foi mesmo o posicionamento da Liesa? Calou-se. Por sorte não levaram â?? ainda! â?? essa loucura adiante. Mas, caso decidam fazer - e se por acaso for uma das empresas patrocinadoras que se fartam em lucros usando o carnaval como investimento â?? podem apostar que a Liesa será a primeira e topar a empreitada. E logo em seguida veremos um Jorge Castanheira com sua indefectível cara de cachorro que caiu da mudança ratificando, para imprensa e público que essa foi a decisão mais acertada! Quantas escolas não são obrigadas a tornarem-se outdoor de empresas? Quantas vezes já não vimos isso? E quantas vezes ainda não vamos ver?E qual é a posição da Liesa diante dessa comercialização nojenta? Compactua de imediato! Afinal, o lucro é garantido! Ã? vergonhoso! E se for verdade mesmo que todos os presidentes das escolas aceitaram esse impedimento do uso das faixas das torcidas organizadas, mais vergonhoso e abjeto, ainda!!!!!!

  • Avatar
    02/02/2012 14:21:40ANA PAULAMembro SRZD desde 10/05/2011

    não poderia deixar de ser solidaria com esse comentário que descreve exato o sentimento do sambista apaixonado por carnaval. Como silenciar aqueles que fazem o espetáculo, sejam na pista evoluindo com sua escola ou saudando com amor a apresentação na arquibancada?

  • Avatar
    02/02/2012 14:08:38vinicius dalanesiMembro SRZD desde 13/12/2011

    nao, blz opiniao cada um vai ter a sua e vamo em frente e eu tmb nao disse so por os gavioes terem alguns titulos ela e melhor q outra, mas q ela tem uma tradiçao no carnaval paulistano epor isso que ela seja visada aliado claro por ser uma escola oriunda de torcida de futebol e nao da comunidade, mas eu axo q tanto uma rosas, mocidade e a vai-vai tmb sao muito visadas, pra mim o q visa uma escola e historia,tradiçao e tmb ter titulos, mancha, dragoes tem q ter titulos para chegar a esse patamar, alem da tup, camisa 12, independente tricolor , mas eu tmb prefiro escolas so de samba.avante vai-vai e portela 2012.

  • Avatar
    02/02/2012 10:51:34Joseclei NunesMembro SRZD desde 25/02/2010

    Perdoe, confundi a jovem com a sangue jovem, porem a sangue jovem desfila no carnaval de santos. Mas o fato da Gaviões ter mais títulos que muitas escolas não diz nada, porem, ela não é uma escola de comunidade, e sim de uma torcida organizada de um time de futebol, onde, a escola fica mais visada do que uma rosas de ouro que é da brasilandia, ou a mocidade, que é do bairro do limão. Esses dias estava lendo um artigo do rica, sobre o carnavl de sampa, onde se tu chegar para um paulista e perguntar a sua escola de coração. Vai ser mais facil ouvir uma do rio do que de sampa. Acho que as torcidas daqui vão fazer com isso, se todas são ligadas ao carnaval e não ao time de futebol.

  • Avatar
    02/02/2012 10:39:58Aloysio NascimentoMembro SRZD desde 02/02/2012

    Perfeito! Já tiraram a espontaneidade da pista de desfile e agora querem tirá-la das arquibancadas também. Lamentável...

  • Avatar
    02/02/2012 01:17:36BetoMembro SRZD desde 02/02/2012

    Já não basta esse mar de indiferentes que ficam nas frisas e da distância que esse tal Niemeyer criou em colocar as arquibancadas tão longe das escolas, nós que desfilamos sentimos falta do calor humano do povo assistindo, felizmente acabaram com aquele paredão dos camarotes, tinha até briga para quem iria desfilar do lado das arquibancadas, agora ficaremos cercados pelos riquinhos das frizas, aquele pessoal que chega na 2ª escola não aguenta a última, não canta, não samba, não entende nada de carnaval. Saudades de quando desfilava na Av. Presidente Vargas, aquilo sim é que era carnaval, agora é show para o mundo.

  • Avatar
    02/02/2012 01:13:25BetoMembro SRZD desde 02/02/2012

    Isso é a maior palhaçada, vão substituir as faixas das torcidas por faixas de patrocinadores, o interesse é só $$$$... escrevam o que estou dizendo o desfile vai ser só para gringos ou riquinhos que tiram onda em frisas e camarotes, o povo vai ficar restrito ao setor 0, ao viaduto, ou ver de binóculo de uma janela do Balança.

  • Avatar
    02/02/2012 01:12:45RicardoMembro SRZD desde 02/02/2012

    Engraçado várias denúncias das autoridades judiciais apurando a respeito da Liesa e não se ver nenhuma notícias neste site... será por quê???????????? Tudo isto que acontece com o nosso carnaval tem responsáveis a LIESA e a Prefeitura, elas que permitem, coloca aí na sua lista de poluentes; 1 - A gaiola que colocam no recuo do setor 11 prejudicando a visão do espetáculo em sua extensão, inclusive ferindo projeto arquitetônico!!! 2 - A frisa do jeito que é, desfigura o propósito inicial dela, conforme matéria do jornal Extra, era pra ser uma "Geral", sem falar nas caixas com propaganda que são colocadas, prejudicando a visão de quem lá está!!! 3 - As novas arquibancadas por si só é um remendo mal fadado da ganância, pois recua em muitoda pista quem lá estiver, um absurdo permitido por quem sempre quer mais dinheiro, acho muito triste quando as vejos, poderia ser o projeto igual ao lado ímpar!!! Não aguento mais o silêncio cínico dos meios de comunicações que são especialistas do carnaval, parecem pedir abenção sempre aos "donos" do carnaval, quando alguma coisa acontecem vem de querelas, o povo já está longe desta festa a muito tempo, comunidade, negros, favelados, só servem para carregar 'cangalhas' como dizia o Pamplona e ter seu 30 min de acesso na festa, isto que resumiu o carnaval do Rio, se quiser ter mais tempo terá que sair em mais de uma escola, enquanto os holofotes estão para 'celebridades' e pseudas elites, veja o que está acontecendo com a inauguração da Portela. Abraços desculpe o desabafo!!!

Comentar