SRZD


06/02/2012 08h08

Exército cerca Assembleia Legislativa da Bahia onde estão PMs grevistas
Redação SRZD

Militares do Exército estão, na manhã desta segunda-feira, em frente à Assembleia Legislativa da Bahia, onde desde quarta-feira estão concentrados homens da Polícia Militar que fazem uma greve no estado. O objetivo é a desocupação do prédio. Cerca de 600 soldados do Exército, além de homens da Polícia Militar, da Coordenadoria de Operações Especiais da Polícia Civil baiana e da Polícia Federal fazem um cerco à Assembleia. O reforço conta até com tanques.

O Coronel Márcio Cunha, porta-voz da 6ª Região Militar, informou que o que se quer é "isolar a Assembleia Legislativa com a finalidade de permitir o livre acesso de pessoas a essa área, a realização de negociação para a desocupação da Assembleia e a execução de mandados de prisão expedidos pela Justiça". Segundo ele, a ação é respaldada pelo artigo 142 da Constituição e da Lei Complementar 97/99.

Os militares também pretendem 12 homens considerados líderes da paralisação, que estão com mandado de prisão expedido pela Justiça. Um deles é o presidente da Associação de Policiais, Bombeiros e de seus familiares (Aspra), o soldado Marco Prisco. Os grevistas, muitos deles, armados e usando touca ninja, prometem resistir. Há mulheres e crianças entre os ocupantes do prédio. No início da noite de domingo, a luz foi cortada no prédio, e Marco Prisco pediu aos grevistas para resistirem, mas recomendou que não usassem armas de fogo.

Quarenta homens do Comando de Operações Táticas, a "tropa de elite" da Polícia Federal (PF) estão na cidade. Quatro blindados do Exército, do tipo urutu, circulam pelas ruas de Salvador.

Na noite de domingo, Prisco desceu a rampa da Assembleia e disse aos manifestantes ter recebido uma contraproposta do "coronel Castro", que contemplava anistia para todos os policiais, pagamento parcelado de dois tipos de gratificação e a revogação de 11 dos 12 mandados de prisão expedidos pela Justiça, menos o dele. A proposta foi rejeitada pelos manifestantes.

Nos seis primeiros dias de greve, o número de homicídios em Salvador e Região Metropolitana aumentou 129% em comparação ao mesmo período da semana anterior. Cerca de 450 escolas da rede privada devem continuar em férias forçadas. Na rede pública estadual, cerca de um milhão de estudantes e 40 mil professores voltam às aulas nesta segunda. O secretário de Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, garantiu que o retorno escolar ocorrerá normalmente em função da presença de homens do Exército e de policiais militares não amotinados.

A estimativa inicial do governo é que cerca de dez mil policiais do total de PMs tenha parado.

Após a polícia encontrar quatro corpos nesta madrugada, todos eles na Rua dos Índios, no bairro de Camaçari, o número de mortos subiu para 87.

Com informações da Agência Brasil


Veja mais sobre:Polícia MilitarBahia

Comentários
  • Avatar
    07/02/2012 01:54:25DickvigaristaAnônimo

    Jaques Wagner é o melhor governador em todos os tempo da Bahia...!!! Os Magalhães foram os delapidadores das verbas federais que eram para beneficiar os necessitados baianos...!!! Esse tal de Carlos Alberto ou tem memória de camarão ou ele é um PEIDADO...!!! dizer que esse governo e o pior da Bahia, e ser zé mané de carteirinha e ainda ficar prosa...!!! Pode...??? claro que não, nas trevas aparece esse monk com comentários que da inveja à muitos JUMENTOS sem pai aí na Bahia...!!!

  • Avatar
    06/02/2012 21:06:45carlos albertoAnônimo

    Já são 93 mortos, policiamento , Exército e tropas federAIS , são vistos somente nos lugares turisticos, e nos bairros dos ricos , das elites, já nos bairros pobre, periferia , a desordem , o cáos, a violência está campeando , pergunta-se : caso a policia não retorne , quem ofereçerá segurança em toda Salvador ??....O ministro Cardoso e o Governador Jaques Wagner , não conseguem diálogo , querem vencer por ameaças, prisões , não possuem técnicas de gerenciar conflitos, este governador é o pior dos últimos anos na Bahia . Prometem segurança no Carnaval , alguém se arrisca a viajar prá lá, hein??...hein???.

  • Avatar
    06/02/2012 15:53:45DickvigaristaAnônimo

    Sr: Governador da Bahia; coloque esses vagabundos que não representam nem a PM muito menos a Bahia e o Brasil no xilindró. Ã? Uma vergonha o que esses safados fantasiados de PM estão praticando, o Brasil não precisa dessa corja de vagabundos cometendo atrocidades para conseguir seus objetivos incompatíveis com a justiça. *(CADEIA NESSA CORJA DE VAGABUNDOS COM FARDAS...!!!)*

  • Avatar
    06/02/2012 14:31:38Bruno ImperatrizAnônimo

    Amo meu exército só agente mesmo pra resolver tudo...pau nesses PMs corruptos vagabundos marginais saquiadores e covardes...quero agora se são homens de bater de frente com exército...ai vcs borrão até as calças...bando de vermes.

  • Avatar
    06/02/2012 14:04:47carlos albertoAnônimo

    Esta situação de greve na Policia baiana tende a se alastrar , pelo Brasil , os bombeiros do Rio de Janeiro , e provavelmente a PM irá a greve , o governador Cabral, sempre em Paris, dxigirá a presença de tropas federais, e o cáos se instalará na capital carioca . Ameaçar com prisão federal ,policiais estaduais, como o fez o ministro bonitão, Cardozão , não é a melhor forma de resolver este impasse . A guerra , a desordem , a incúria , o descaso , a insegurança gera medo na população e prejuizos ao turismo , em plena véspera do Carnaval . Tudo muito Triste!.

  • Avatar
    06/02/2012 11:45:31Patricia Benedita da Silva de ParaisópolisAnônimo

    Nossa tem mais: Soldados da força nacional usando metralhadoras ponto 9mm., arma da década de 70 e obsoletas.Que atraso.Essa arma aí deve ter sido retirada de um museu é arma superada.

  • Avatar
    06/02/2012 11:40:50PATRICIA BENEDITA DA SILVA DE PARAISÃ?POLISAnônimo

    Estes federais terão que partir, pois a Bahia não é terra deles.Estão só de passagens.O parlamento estadual não pode ficar em posição patética.Quando a unidade federativa fraqueja é os federais que são obrigados a dar apoio.Aumento já para os defensores da sociedade que estão a enfrentar os criminosos que migraram para o estado Bahiano.

  • Avatar
    06/02/2012 10:54:28Cap MarcosAnônimo

    A Polícia Militar Mineira apoia o movimentos dos nossos colegas na Bahia e repudia as ações deste arrigante governo do PT de Jaques Wagner. O Ministro da Justiça deveria usar a PF para prender seus colegas no Senado Federal ao invés de prender trabalhadores que dão a vida em pro da Sociedade. Caso o Governo Federal resolva radicalizar, os PMs do Brasil inteiro irão aderir a uma greve nacional.

  • Avatar
    06/02/2012 09:03:56afonso cardoso pintoAnônimo

    Bom dia seu Marcos Andrade, você com serteza deve ser mais um apadriado destes que estão no poder, e so pensam em se mesmo, você diz que não temos voto, devemos ser tratado como delinquentes, acho que delinquente é você que com serteza vive as margem da lei, mais com serteza um dia o braço forte da justiça cairar sobre você, e não adianta se esconder pois sua hora estar bem proxima.

  • Avatar
    06/02/2012 08:58:35Cleia Maria BraganholoAnônimo

    Total apoio aos PMs e Bombeiros grevistas e sua causa. A certeza de que não usariam este instrumento, caso o diálogo com o "poder público" fosse possível. Essa é a última instância do desespero. No entanto é necessário muita calma dos líderes grevistas, para evitar um possível massacre. O exército não está preparado para lidar com situações semelhantes. São apenas jovens despreparados, obrigados a cumprir ordens. Que esse episódio sirva de lição, para que os PMs grevistas repensem quando as coisas chegam a esse ponto com outras categorias, e o "poder público" incitava os Policias Militares contra o povo. O mesmo "poder podre" que hoje pede socorro ao Exército e o joga contra os grevistas PMs. Muito lamentável as imagens reproduzidas nos últimos momentos nos noticiários... jovens atirando contra senhores que, com certeza, já defenderam com a própria vida a população da Bahia. O Povo baiano precisa ser solidário aos Bombeiros PMs. Cleia/jornalista catarinense.

  • Avatar
    06/02/2012 08:48:18MirelaAnônimo

    Policiais dão a própria vida para cuidar da nossa... pior, ganhando miséria. Porque políticos que ganham tão bem, conseguem aumentar seus salários na calada da noite ? Dinheiro fácil é somente para quem faz parte da MARACUTAIA do governo ? Será que o povo tão sofrido e enganado por uma política SUJA , terá ainda que cruzar os braços ou partir para a violência ? ALGUMA COISA NOS DIZ QUE O BRASIL VAI ENTRAR EM PARAFUSO !!!

  • Avatar
    06/02/2012 08:36:27zenaideAnônimo

    os policias não são criminosos. queremos paz. queremos policias de volta nos barrios governador cade a segurança prometida nas Eleições

  • Avatar
    06/02/2012 08:31:34FLORIANO VIEIRA DA SILVAAnônimo

    O momivimento grevista da PM baiana já atingiu seu objetivo.O que não era necessário, pois sem a polícia na rua se instala um caus e caus o estado não pode permitir. Não é admissível greve na PM, seja qual a justeza da reinvidicação. Apesar de inadimissível, a greve da PM leva a população a perceber o quanto ela, a PM, nas ruas é importante. Muitos os xingam, dizem não vale de nada, mas qunado ela cruza os braços é que é sentido a sua importância. Dzer estamos aqui, existimos, somos importante é justo, agora partir para aviolância, com as armas do estado nas maõs, não.

  • Avatar
    06/02/2012 08:27:34ZirtyAnônimo

    Execito, Força Nacional, Onde?, Quando? - só se for na casa do governado pq aki no bairro naum vi ninguem, ai meu Deus e agora como sair de casa !!!!

  • Avatar
    06/02/2012 08:23:17marcos de andradeAnônimo

    Tem que colocar esses palhaços na cadeia. Quem manda neste país é o poder c ivil, devidamente eleito pela população, através do voto. Policial não tem voto, e sua autoridade só existe enquanto obedece à justiça. Desobedeceu à justiça, e ao poder civil eleito pelo povo, no caso o Governo do Estado, vai para a cadeia, como qualquer delinquente.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.