SRZD


19/02/2012 01h26

Pérola Negra faz linda apresentação no Anhembi
Equipe SRZD

Homenageando a segunda cidade mais antiga do Brasil com o enredo: "A pedra que canta também samba - Itanhaém, hoje a Pérola é você", a simpática agremiação da Vila Madalena, do presidente Edílson Carlos Casal, cantou as origens e belezas naturais do município de Itanhaém, localizado no litoral sul do estado de São Paulo.



A comissão fez um tributo ao pintor e historiador Benedito Calixto, que nasceu na cidade, no século XVIII, com uma coreografia muito bem elaborada e um figurino de extremo bom gosto. Ainda no primeiro setor, um tripé trouxe a imagem da padroeira da cidade, Imaculada Conceição, que também esteve presente na ala das baianas.

- Clique e confira galeria de fotos do desfile da Pérola em São Paulo

 - Vídeo:Thaís Pimentel, rainha da bateria da Pérola Negra, mostra todo o seu samba no pé

Foto: Fausto Bueno

A chegada dos portugueses à Itanhaém, a cerca de 480 anos, esteve presente no abre alas com duas caravelas. Na alegoria, além do estilo barroco, presente também no centro da cidade, a imagem de Padre Anchieta e do Padre Abarubebê, catequizadores do local. No terceiro carro, o mar foi retratado e exibiu a Ilha da Queimada, local considerado por cientistas o mais perigoso do mundo.

Tradições locais não ficaram de fora do Carnaval da Pérola, como a Festa do Divino. O último setor do desfile da agremiação foi marcado pela leveza e irreverência, no último carro, destaques com trajes de banho, além de duas esculturas femininas em referência à primeira versão da novela "Mulheres de Areia", da TV Globo, gravada na cidade litorânea. As alegorias mostraram perfeitamente o enredo e impressionaram pela qualidade no acabamento.

O belo trabalho do carnavalesco André Machado, também pôde ser visto nos figurinos, que mantiveram o mesmo padrão em todos os setores, tanto na forma quanto na concepção.

- Vídeo: Jaque Khury fala sobre a emoção de ser Madrinha de Bateria da Pérola

- Vídeo: Assista ao grito de guerra da Pérola Negra

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, André Guedes e Gisa Camillo, foi muito aplaudido pelo público, porém, durante diversos momentos do desfile, as alas que estavam à frente e após o casal, deixaram alguns espaços na pista que podem resultar na perda de pontos.

A evolução foi um dos problemas da agremiação, principalmente na parte final, com a aceleração dos componentes para cumprimento do tempo máximo permitido pelo regulamento.

Foto: Fausto Bueno

A bateria de Mestre Bola fez a paradinha mais ousada deste Carnaval, até o momento, todos os instrumentos ficaram em silêncio, assim como o time de canto, levando os foliões ao delírio. Destaque também para Panicat e Ex-BBB Jaque Khury.

O intérprete Douglinhas conduziu o samba feito por Tigrão, Serginho, Guga Mercadante, Marcelo Soares, Tião, Mydras, Carlinhos, Bola, Regianno e Michel, com perfeição. 

Participe da nossa cobertura no fórum SRZD!

O que você achou do desfile da Pérola?



Comentários
  • Avatar
    21/02/2012 12:42:11xiuMembro SRZD desde 08/02/2012

    To apaixonado por essa escola... lindo desfile.

  • Avatar
    19/02/2012 16:03:47Márcio VasconcelosAnônimo

    Que beleza ver que o carnaval paulista não precisa viver as custas de TORCIDAS UNIFORMIZADAS bancando bons moços. A Pérola Negra fez um lindo desfile. Escola que vem crescendo muito nos últimos anos. Sempre levando ao Anhembi boas apresentações. Um equilíbrio nas escolhas das cores muito interessante. Soluções bacanas em algumas fantasias. O samba deste ano é uma maravilha. Gostoso de cantar, melodia marcante, leve... Douglinhas a cada ano se firmando como um grande, apesar da baixa estatura, intérprete do carnaval paulista. Tem tudo para voltar nas campeãs. Vida longa aos que são sambistas de verdade!

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.