SRZD



Ana Carolina Garcia

Ana Carolina Garcia

CINEMA. Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



21/02/2012 14h59

Oscar 2012: Categoria de melhor ator coadjuvante
Ana Carolina Garcia

A disputa pela estatueta de melhor ator coadjuvante desse ano conta com quatro veteranos e um novato. Todos bastante talentosos.

Os indicados são: Kenneth Branagh por "Sete Dias com Marilyn" (My Week with Marilyn - 2011), Max von Sydow por "Tão Forte e Tão Perto" (Extremely Loud & Incredibly Close - 2011), Christopher Plummer por "Toda Forma de Amor" (Beginners - 2010), Jonah Hill por "O Homem que Mudou o Jogo" (Moneyball - 2011) e Nick Nolte por "Guerreiro" (Warrior - 2011)

Foto: Divulgação

Apesar da concorrência de peso, dificilmente a estatueta será entregue para outro ator que não seja Christopher Plummer (foto). Por sua atuação como o homem que resolve assumir sua homossexualidade no fim da vida, Plummer vem derrotando seus concorrentes na maioria das premiações desse ano. Se alguém parece ter força para derrotá-lo é Max von Sydow, que teve um desempenho maravilhoso em "Tão Forte e Tão Perto". O que não acredito que aconteça, especialmente levando em consideração os dois maiores termômetros da categoria, o Globo de Ouro e o SAG Awards, ambos entregues a Plummer.

De todos os indicados, o que aparenta ter menor chance é Nick Nolte porque seus concorrentes estão na disputa com produções grandes e aclamadas.

Veja agora um perfil dos indicados:

Kenneth Branagh: Ator irlandês mais conhecido por suas adaptações das obras de William Shakespeare, Branagh começou a carreira em uma participação não creditada em "Carruagens de Fogo" (Chariots of Fire - 1981) e seguiu trabalhando na televisão até se destacar no cinema em "Henrique V" (Henry V - 1989), filme pelo qual recebeu suas primeiras indicações ao Oscar, nas categorias de melhor direção e melhor ator. Essa é a sua quinta indicação ao Oscar, a primeira como ator coadjuvante - as outras indicações foram nas categorias de melhor curta-metragem animado por "Swan Song" (Idem - 1992) e melhor roteiro adaptado por "Hamlet" (Idem - 1996).

Max von Sydow: Ator sueco que estreou no cinema em 1949 em "Bara en mor" (Idem - 1949). Participou de inúmeras produções tanto no cinema europeu, quanto no americano. Entre elas estão: "Morangos Silvestres" (Smultronstället - 1957), "O Exorcista" (The Exorcist - 1973), "Conan, o Bárbaro" (Conan the Barbarian - 1982), "007 - Nunca Mais Outra Vez" (Never Say Never Again - 1983), etc. Tornou-se conhecido das gerações mais novas com papéis em filmes, como "Minority Report - A Nova Lei" (Minority Report - 2002), "O Escafandro e a Borboleta" (Le scaphandre et le papillon - 2007), "Ilha do Medo" (Shutter Island - 2010) e na série de TV "The Tudors" (Idem - 2007 - 2010). É um dos atores mais respeitados do cinema mundial. Essa é a sua segunda indicação ao Oscar. A primeira foi na categoria de melhor ator em 1989 por "Pelle, o Conquistador" (Pelle erobreren - 1987).

Christopher Plummer: Mais conhecido como Capitão Von Trapp de "A Noviça Rebelde" (The Sound of Music - 1965), o ator canadense tem 59 anos de carreira e mais de 190 trabalhos no cinema e na TV. Nunca teve o reconhecimento merecido, mas nos últimos anos tem se destacado e chamado a atenção das gerações mais novas com seus papéis em filmes como "O Informante" (The Insider - 1999), "Uma Mente Brilhante" (A Beautiful Mind - 2001), "A Éltima Estação" (The Last Station - 2009) e "Millennium - Os Homens que não Amavam as Mulheres" (The Girl with the Dragon Tattoo - 2011). Consagrado também no teatro, eventualmente trabalha como dublador de filmes animados.

Jonah Hill: O mais novo entre os concorrentes, o ator começou em pequenos papéis no cinema em "Huckabees - A Vida é Uma Comédia" (I Heart Huckabees - 2004) e "O Virgem de 40 Anos" (The 40 Year Old Virgin - 2005). Participou de vários filmes e programas de televisão, inclusive como dublador de animações como "Horton e o Mundo dos Quem!" (Horton Hears a Who! - 2008) e "Como Treinar seu Dragão" (How to Train Your Dragon - 2010). Não teve nenhum desempenho significativo, mas surpreendeu em "O Homem que Mudou o Jogo". Ele está muito bem em cena.

Nick Nolte: Começou a carreira nos estúdios Disney participando de um episódio da série de televisão "Aventura Disneylândia" (Disneyland - 1954 - 1990). E foi na televisão que ganhou notoriedade com seu papel em "Rich Man, Poor Man" (Idem - 1976). Mas foi na década de 1980 que sua carreira deslanchou comercialmente com "Um Vagabundo na Alta Roda" (Down and Out in Beverly Hills - 1986). Entrou nos anos de 1990 trabalhando em produções renomadas como "Cabo do Medo" (Cape Fear - 1991) e o "Éleo de Lorenzo" (Lorenzo's Oil - 1992). Recebeu duas indicações ao Oscar de melhor ator por "O Príncipe das Marés" (The Prince of Tides - 1991) e "Temporada de Caça" (Affliction - 1997).


Veja mais sobre:Oscar

Comentários
  • Avatar
    16/03/2012 16:11:52Natasaha FariasAnônimo

    è um absurdo que numa premiação de dubladores não tenham mencionaso o nome da maior dubladora do Brasil,JURACIARA DIACOVO. Sem comentários

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.