SRZD



Julio César

Julio César

Ganhou projeção ao descobrir beldades e formatar um grande espetáculo de Carnaval. Após anos de dedicação na formação de grandes musas, se tornou um dos principais empresários de shows ligados ao Carnaval e recebeu título de mulatólogo (descobridor de passistas).

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



12/03/2012 01h37

Rainhas de bateria das comunidades se destacam no Carnaval de São Paulo
Julio César

Foto - Acervo Pessoal Julio CesarAtuando há nove anos com musas e rainhas de bateria de São Paulo e do Rio de Janeiro, não tenho como negar que houve um momento que cheguei a acreditar que seria o fim da era das rainhas das comunidades. No entanto, as agremiações paulistanas, em sua maioria, apoiaram musas de suas raízes nos desfiles de 2012.

Somente a Rosas de Ouro, Mancha Verde e Águia de Ouro trouxeram neste ano, junto a seus ritmistas, rainhas ou madrinhas com nomes de destaque da mídia.

Ellen Rocche, em seu sexto mandato como rainha da Rosas de Ouro, sempre frequentou a quadra da escola muito antes de se tornar rainha. Acredito que o convite para ocupar este posto, veio por conta de sua participação nos eventos da entidade. No entanto, a loira dividiu neste ano, o estrelato com Andreza Sobrinho, musa da comunidade que trouxe títulos importantes para escola. Em 2011, Andreza foi eleita Musa do Carnaval, no programa Global, "Caldeirão do Huck", e em 2012, rainha do Carnaval de São Paulo.

Viviane Araújo, rainha da Mancha Verde há oito anos, pode até ser considerada da comunidade diante de seu belo currículo no Carnaval brasileiro.

Já a funkeira, Valeska Popozuda, rainha da bateria da Águia de Ouro, desfilou pela segunda vez a frente da batucada do mestre Juca. Cinthia Santos, a "Poderosa", saiu ao seu lado como musa da bateria.

De um modo geral, o título de rainha ficou bem representado pelas musas que surgiram das comunidades, mesmo quando acompanhadas por "celebridades", provando assim, que na folia, há espaço para todos. 

Talvez por questões financeiras, algumas agremiações, optam por trazer a frente de suas baterias, apenas rainhas famosas, obtendo assim recursos através de marketing e eventuais patrocínios.

Não sou contra o reinado de musas famosas. Acredito que exista espaço para todas. Devemos incluir e não excluir. A melhor maneira de fazer esta inclusão é dar o titulo de rainha, que exige samba no pé, para a musa da comunidade e de madrinha, para uma atração midiática.

Confira algumas rainhas que se destacaram em 2012

Foto -Acervo Pessoal - Camila SilvaCamila Silva, rainha de bateria pelo quarto ano consecutivo da tradicional Vai-Vai, brilhou tanto em seu desfile, que acabou levando pela segunda vez, o título de melhor rainha em prêmio concedido por um importante jornal da cidade. Ela tem samba no pé, simpatia, carisma beleza, elegância e vive grande fase.

Tatiane Minerato, rainha de bateria da Gaviões da Fiel há quatro anos, também se destacou no desfile em homenagem ao Ex- Presidente Lula. No começo do desfile, usou uma fantasia de operária e na parte final da apresentação, ficou apenas com uma pintura corporal, representando uma faixa presidencial. Tati causou o maior frisson nas arquibancadas

Simone Sampaio desfilou pela primeira vez como rainha da Dragões da Real, representando a mãe natureza. A rainha das rainhas inovou ao desfilar ao lado de sua filha. Sua boa forma e técnica, foram os destaques.

Valéria de Paula, rainha da Acadêmicos do Tucuruvi, desfilou como uma verdadeira "Deusa africana" e cumpriu mais um reinado de forma impecável.

A Pérola Negra também manteve a tradição e pelo terceiro ano consecutivo,  abriu espaço para Thais Pimentel, que deu conta do recado.

Joice Gláucia, em seu segundo mandato, além de iluminar a bateria do Camisa Verde e Branco com sua beleza e samba no pé, acabou desfilando em diversas agremiações por ter sido eleita segunda princesa do Carnaval 2012. A bela morena mostrou disposição e simpatia.

Andréa Gomes, há 13 anos como rainha da Tom Maior, mesmo grávida, contagiou o público com seu gingado e alegria no amanhecer do domingo de Carnaval.

Priscila Bonifácio, em seu terceiro ano como rainha da Unidos de Vila Maria, dispensa comentários. Além de sambar ao lado da talentosa Quitéria Chagas, sua boa forma e dedicação foram atributos marcantes na passarela.

Estreantes deram show no Anhembi

Foto - Acervo Pessoal Aline OliveiraAline Oliveira fez uma grande estréia como rainha da bateria da Mocidade Alegre. Sem dúvidas, foi a grande revelação das rainhas do Carnaval de São Paulo ao tocar surdo de terceira no desfile oficial da Morada.

Valeska Reis, também em seu primeiro ano como Rainha da Império de Casa Verde, brilhou fazendo o que ela sabe fazer de melhor, sambar.

Rosemeire Roche, rainha da X-9 Paulistana, desfilou tocando tamborim e além do samba, mostrou muita personalidade.

Com tantas beldades que nasceram nas comunidades e tem em seus pés e no coração, o símbolo maior do samba paulistano, o Carnaval de São Paulo está de parabéns por dar espaço para estas grandes rainhas, as verdadeiras estrelas da folia.


Comentários
  • Avatar
    06/08/2012 04:23:20elGsqmcRocQaUsqzAnônimo

    disse:Adorei a ideia, adoro xadrez,! mas iganima, durante uma partida que dura cerca de uma hora, sere1 difedcil descobrir o cheque mate!

  • Avatar
    25/03/2012 13:34:36cristinaAnônimo

    Todas estão somente para se promover, nada de amor ao samba!!!

  • Avatar
    20/03/2012 18:28:09CarnafutAnônimo

    Dessas citadas, gostei mais dessa nova rainha de bateria da Mocidade Alegre, finalmente a escola encontrou uma parecida com a Nani Moreira. mesmo que ainda tá iniciando.

  • Avatar
    18/03/2012 12:49:24FoliãoAnônimo

    Alguns erros a serem corrigidos: valesca popozuda veio pela TERCEIRA vez como rainha e a cinthia santos é MADRINHA DA ESCOLA e veio a frente do segundo carro, e nao ao lado da valesca. E a valeska reis nao é estreante no posto e sim na imperio, ela já foi rainha da vila maria, do mais um bela materia homenageando quem ama de verdade seu pavilhao as musas da comunidade

  • Avatar
    18/03/2012 11:50:41WashingtonAnônimo

    Primeira mente quero parabenizar pela excelente matéria. Segundo quero deixa minha opinião quanto a escola Rosas de Ouro, Ellen Roche como vc mesmo disse ja era da escola muito antes de se tornar Rainha.. E concerteza é sim considerada da comunidade, pois ja provou muito amor pelo pavilhão.Esse ano no desfile das campeãs foi até com febre, né.. Agora claro que esse ano ficou ainda melhor a bateria com a Andreza junto com ela, ano que vem pode ser repetida essa dobradinha que a Batucada D responsa estara muito bem representada!! Abraço..

  • Avatar
    13/03/2012 18:21:44Claudia VasconcellosAnônimo

    Muito boa a reportagem, uma pena que a Acadêmicos do Tucuruvi que estava em uma crescente no carnaval de São Paulo esteja caminhando por caminhos opostos. Valéria e Rene são representantes marcantes na Tucuruvi e infelizmente não estão sendo reconhecidas pela escola, todos nos estamos acompanhando pelas noticias. Inovar é compreensível mas a valorização dos integrantes da escola é essencial. A escola tem que dar ouvidos a comunidade, pois sem a comunidade não se faz carnaval. Impor pra comunidade esta errado,pensem nisso!

  • Avatar
    12/03/2012 17:18:16Vagner Eduardo SiqueiraAnônimo

    Muito boa esta reportagem, mais uma vez o pessoal da SRZD está de parabéns, só faltaou falar sobre as rainhas do grupo de acesso, também foram maravilhosas.

  • Avatar
    12/03/2012 14:16:10carlos albertoAnônimo

    Eu vejo está matéria como citação perfeita do ano da grande virada das rainhas das comunidades de São Paulo, pois o Rio já se perdeu faz tempos. E vou mais longe ainda, quem a fez, é um excelente observador e conhecedor da vida e do verdadeiro sentimento de nós sambistas. Me levanto neste momento e deixo a você Julio César, meu aplauso e admiração, primeiro pela coragem de falar sobre o assunto e segundo pela inteligência de saber colocar cada uma em seu lugar. O cargo de rainha como você citou brilhantemente tem que ser dado a uma da comunidade que luta o ano inteiro ao lado da escola. Outros cargos a frente da bateria podem e devem ser dado a uma celebridade que tem o mesmo carinho e repeito pela escola. Isso é se faz quando um Presidente de escola, respeita verdadeiramente seu pavilhão e sua comunidade. Parabéns SRZD

  • Avatar
    12/03/2012 13:29:25regina matsAnônimo

    Parabéns pelo excelente artigo sobre as Rainhas de sp,em especial para camila silva e tati minerato sem duvida as melhores ,e as que representam suas comunidades com amor e brilho.

  • Avatar
    12/03/2012 11:49:17RaquelMembro SRZD desde 14/02/2013

    Brilhante matéria!!!Concordo plenamente que as escolas precisam de sua Madrinhas do meio midiático,mas as Rainhas devem sim ser das comunidades.Ralam o ano inteiro e merecem esse destaque.Parabéns à vcs pela reportagem!!!!

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.