SRZD



Julio César

Julio César

Ganhou projeção ao descobrir beldades e formatar um grande espetáculo de Carnaval. Após anos de dedicação na formação de grandes musas, se tornou um dos principais empresários de shows ligados ao Carnaval e recebeu título de mulatólogo (descobridor de passistas).

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



25/04/2012 17h24

Conheça o primeiro rei de bateria reconhecido pelo Guiness Book Brasil
Julio César

Foto: Acervo Pessoal - Daniel ManzioniComo tema de nossa coluna desta semana, vamos prestar uma homenagem a um importante destaque do Carnaval Paulistano que ocupa uma função que tradicionalmente é exercida pelas mulheres.

Além de obter sucesso como empresário, professor de educação física, dançarino, coreógrafo e médico veterinário, Daniel Manzioni ganhou bastante destaque e foi notícias em diversos veículos de comunicação por ser o primeiro rei de bateria do Carnaval, título reconhecido pelo Guiness Book Brasil como o único rei coroado na folia brasileira.

Durante entrevista especial para o SRZD-Carnaval/SP, Daniel revela que começou a reinar a sete anos e já desfilou a frente da bateria das escolas de samba Acadêmicos de São Paulo, Barroca Zona Sul, Combinados do Sapopemba e Acadêmicos do Tatuapé, agremiação em que promete brilhar no grupo especial no próximo ano.

Antes de se tornar rei, contabiliza em sua trajetória dezessete anos de desfiles como destaque de carro, destaque de chão, passista, composição de alegoria e até mesmo como componente em ala.

Abrindo caminho para o coração da escola de samba, Daniel Manzioni venceu preconceitos e serviu de exemplo para vários passistas masculinos nas quadras de ensaios da cidade.

Confira a entrevista na íntegra

SRZD-Carnaval/SP - Como você se tornou rei de bateria?

Daniel Manzioni - Em 2005, desfilei como destaque na Acadêmicos do Tucuruvi. No final do desfile o presidente de uma agremiação filiada a Uesp e ao Pholia, a Acadêmicos de São Paulo, marcou comigo uma reunião onde fui convidado para ser o primeiro rei de bateria do Brasil.

SRZD-Carnaval/SP - Algumas pessoas comentam que para conseguir um posto a frente de uma bateria é necessário pagar ou fazer algum acordo financeiro. Existe isso dentro do mundo do samba? Como você se tornou rei de bateria?

Daniel Manzioni - Olha comigo foi realmente um convite, mas sabemos sim que existe atualmente este pagamento pelo posto, principalmente nas grandes agremiações, onde muitas vezes o valor financeiro serve para ajudar na confecção da fantasia dos ritmistas.

Foto: Acervo Pessoal  -Daniel Manzioni

SRZD-Carnaval/SP - Alguma rainha já se sentiu incomodada por você ocupar uma função que tradicionalmente é ocupada pelo universo feminino? Houve em algum momento algum tipo de rivalidade?

Daniel Manzioni - Das agremiações que passei como rei, nunca. Ao contrário, sempre tive o maior carinho por parte delas e todas são minhas amigas até hoje. Tenho o prazer de encontra-las em eventos, festas e programas de televisão. De outras agremiações pode ser que tenha e eu não saiba, mas como tenho contato com quase todas por redes sociais, creio que não exista incomodo. Esta questão de rivalidade não tem fundamento pois não tiro cargo de ninguém e sim somo a elas. Eu vim para somar, pois uma corte é feita de rei e rainha. Hoje o Carnaval possui um grande contigente de público feminino e GLS e eles também tem o direito de ver um homem sambando para elas. Venho também na avenida ao lado da minha rainha, com fantasia representando o enredo da escola. Em momento algum disse que tiraria o cargo da rainha para estar sozinho a frente da bateria.

SRZD-Carnaval/SP - Como você fez para criar um estilo, uma vez que foi o primeiro rei a frente de uma bateria?

Daniel Manzioni - Por ser pioneiro foi um pouco mais difícil. A inspiração teve que ser interior. Fui tentando misturar coisas que achava importante. Misturei um pouco do samba do malandro com o samba sensual das mulheres fazendo um estilo próprio.

SRZD-Carnaval/SP - No início de sua carreira, os membros da bateria te aceitaram? Existe ou já existiu algum tipo de preconceito?

Daniel Manzioni - No início foi um pouco difícil mas em pouco tempo conquistei minha bateria, pois sou um sambista de respeito tanto com meus mestres e ritmistas como com todas as comunidades que representei, sempre me comportando e sabendo comandar meu título e coroa.

SRZD-Carnaval/SP - Com o passar do tempo você ganhou visibilidade na mídia. O que mudou em sua vida? Deu para ganhar dinheiro como rei?

Daniel Manzioni - O que mudou foi o reconhecimento como artista, sambista e dançarino que sou. Tenho muitos seguidores e fãs do meu trabalho em que agradeço sempre pelo respeito, carinho e consideração. Acredito que muitos passistas masculinos também conseguiram destaque em suas agremiações devido as minhas aparições na mídia. Dinheiro eu nunca ganhei, somente gastei com meus figurinos e fantasia. Financeiramente apenas lucrei com minhas aulas particulares de samba e dança.

Foto: Acervo Pessoal - Daniel Manzioni

SRZD-Carnaval/SP - Como você vê a questão de algumas musas artistas ocupando o posto de rainha de bateria?

Daniel Manzioni - Este é um tema complicado, pois cada um tem um pensamento. Na minha opinião, numa corte precisa ter a rainha que deve ser eleita pela comunidade da agremiação, através de um concurso, pois esta estará sempre comprometida a estar em todos os ensaios, festas e eventos da escola. Já a madrinha pode ser um nome conhecido da mídia e contribuir para uma maior visibilidade da entidade.

SRZD-Carnaval/SP - Algumas rainhas de bateria acabam por posar nua. Você toparia um ensaio nu?

Daniel Manzioni - Já tive convite em 2007 para posar nú em uma conceituada revista masculina, mas na época não aceitei por motivos financeiros. Não tenho problema algum para fazer este trabalho, sendo feito, lógico com respeito e sem vulgaridade.

SRZD-Carnaval/SP - Qual das grandes rainhas você convidaria para desfilar ao seu lado?

Daniel Manzioni - Como sou o primeiro Rei da bateria, gostaria de desfilar ao lado da primeira madrinha famosa de bateria que foi Monique Evans. Outras grandes rainhas que admiro são Viviane Araujo e Camila Silva.

SRZD-Carnaval/SP - As funções de um rei de bateria são as mesmas de uma rainha ou existem diferenças?

Daniel Manzioni - Praticamente são as mesmas. A função é de representar o coração da escola de samba tanto no desfile como em ensaios, eventos de quadra, ensaios técnicos e festas em outras agremiações. A obrigação do rei é receber os componentes comunidade e visitantes com alegria, samba no pé e muito carinho. O rei tem que se portar com muita dignidade, simplicidade e humildade no coração.

SRZD-Carnaval/SP - Como você avalia o seu desfile de 2012?

Daniel Manzioni - Foi um Carnaval difícil financeiramente para minha comunidade, mas que com muita garra, dedicação e união de todos os departamentos da escola, chegamos ao título do grupo de acesso e com isso, desfilaremos no grupo de elite do próximo ano.

SRZD-Carnaval/SP - Qual mensagem você deixa para aqueles que sonham em se tornar um rei de bateria como você?

Daniel Manzioni -  Nunca, mas nunca desista dos seus sonhos e objetivos, pois muita gente pode não acreditar no seu talento e dedicação, mas sempre tem alguém que vai dar valor a você e te dar uma oportunidade. Não deixe que a inveja e as criticas de te esmorecerem nunca pois isso só acontece para te dar ainda mais força para as conquistas. Aproveito a oportunidade para agradecer em especial a duas pessoas que me ajudaram a assumir o título que mantenho há sete anos como rei da bateria e que acreditaram em mim como sambista e principalmente como ser humano. Denis Albert, presidente da Acadêmicos de São Paulo e o carnavalesco Hernane Siqueira.


Comentários
  • Avatar
    06/12/2013 05:31:02cadhuMembro SRZD desde 25/01/2013

    Zé Reinaldo um dos pioneiros! Só não foi reconhecido até hj. Mas enfim, se deram o titulo ao Daniel Manzioni ele tem mais é q comemorar. Sinceramente, não vejo sentido em colocar um homem sambando como mulher à frente de uma bateria de escola de samba, pra isso já se tem Rainha ou Madrinha de bateria. Homem tem q sambar como malandro, aí sim iria fazer jus ao titulo de Rei. Mas gosto é gosto né...pra quem gosta tá bom.

  • Avatar
    03/12/2013 20:19:52RicardoAnônimo

    Daniel!!! Esse cara realmente é show!!!! Brilhou no carnaval da Tatuapé, fantástico, gênio, integro, solido, pessoa linda mesmo. Não o conheço, mas irei ter esse prazer de dar um abraço bem forte em você ainda. Quem sabe em 2014 estarei lá na Tatuapé com vc, mesmo na composição de algum carro. Maravilhoso tu!!! Queria ser seu aluno um dia! Parabéns Daniel!

  • Avatar
    12/09/2013 02:25:38alessandra(nena)Anônimo

    OI dani Parabéns adoro te ver dançado,encantando dando alegria pra nós nesse mundo cheio de violência e gente mal amada Parabéns tudo de bom Saudades muita mesmo de verdade sorte e sucesso na sua vida pessoal e profissional Saudades do nosso tempo de balada curtimos muito pena que não da pra voltar no tempo bejsssssssssss adorooooooooooo !!

  • Avatar
    19/06/2013 18:43:00tomasAnônimo

    quando o rei disse que recebeu convite pra posar em uma revista masculina e nao aceitou...ele ja posou sim e foi pra uma revista gay,G magazine. toma geito sr rei!!!!!!

  • Avatar
    18/06/2013 17:05:12tomasAnônimo

    ESSA DE REI DE BATERIA JA E COISA ANTIGA.........ZE REINALDO NO RIO,FALABELA,E A MUITOS ANOS ATRAS NAO ME LEMBRO O NOME DELE ,MAIS NANANA DA MANGUEIRA TINHA UM PARTNEI COM ELA A FRENTE DA BATERIA DA MOCIDADE ALEGRE. SO ACHO QUE ESSE DANIEL,JA QUE E REI,PODERIA DANÃ?AR COMO HOMEN E NAO COMO UMA MULHER,E RIDICULO A PRESENÃ?A DESSE MOÃ?O. JA VI ALGUMAS VEZES ELE DANÃ?AR,MEU ELE QUER SER MAIS QUE AS PASSISTAS,AI QUE SE TORNA UMA PESSOA ANTIPATICA.OUTRA COISA ELE TEM QUE MUDAR ESSE FIGURINO DELE,TA PASSADO DEMAIS,E IR DEVAGAR COM O CILICONE,SENAO VAI SER MAIS UMA GRACIANE BARBOSA. ESPERO QUE ELE SE TOQUE!!!

  • Avatar
    30/01/2013 09:06:02Leonardo MartinsAnônimo

    Nossa dificil falar sobre meu professor querido. Sempre tive muita dificuldade para dançar, mais depois que me casei não teve mais jeito minha esposa ama dançar e sempre me cobrou para que eu à acompanhace nas festas mais eu minha nossa sou muito duro ou melhor era pois fui atraz de um curso de dança e dei a sorte de conhecer o Professor Daniel que alem de muito simpatico é de um proficionalismo que me encantou, parece que ele tem um Dom para encinar é tão gostoso e facil aprender com ele que logo logo já vou estar muito melhor que minha esposa nas noites....rsrs Sem falar do0 carisma e o rosto sempre com um sorriso que anima quem esta por perto. Parabéns Professor so tenho a lhe agradecer....

  • Avatar
    30/01/2013 08:55:58Elaine JanuárioAnônimo

    Conheço o Daniel somente pela mídia, e por coincidência algumas amigas fazem aula de dança com ele. Além de excelente aula dizem que ele é muito exigente!!! As meninas estão com um "corpão"!!! Projeto pra 2013, serei aluna do Daniel!!!

  • Avatar
    30/01/2013 08:52:02Ines de OliveiraAnônimo

    Parabéns Dani pelo título reconhecido, te conheço há mais de 8 anos e sei de todo o seu historico profissional, assim como professor e empresário, e sua trajetória artística, só quem conhece e convive com vc sabe de seu esforço e empenho em tudo o que faz. VOCÃ? MERECE TODOS OS TÍTULOS. PARABÃ?NS AMIGOOOO!!!!!!

  • Avatar
    29/01/2013 23:08:57AllexiaAnônimo

    Aí sim é rei, reconhecido e confirmado, PARABÃ?NS vc encanta a todos onde passa. Bjs

  • Avatar
    08/05/2012 12:01:40Maria AdelaideAnônimo

    Eu acho que tanto o Julio César e o Daniel não tiveram intenção de magoar ninguém, Não importa quem vem primeiro ou segundo, o importante é todos se respeitarem e, acima de tudo, divulgar e promover o samba respeitando credo, classe social e origem. Agora vejo essa rivalidade absurda entre Rio e São Paulo, onde vamos parar gente?. gostaria muito que o Julio César, autor da matéria explicasse o que aconteceu, se houve um erro, se realmente o Daniel é o primeiro, segundo ou terceiro que seja. Seria legal ele colocar sua versão dos fatos, embora o entrevistador não tem culpa do que o entrevistado divulga. Quem se titula primeiro Rei de bateria é o próprio Daniel, não é novidade, pesquisando na internet vejo que em diversos meios de comunicação durante anos ele é citado como o primeiro. Entendo Julio que você é mais um no qual ele afirma e você não tem nada haver com isso, mas depois de toda essa repercussão gostaria de saber sua posição. Sucesso..e continue assim, corajoso e firme na sua batalha.

  • Avatar
    05/05/2012 16:39:46Dudu do Carmo - Caxias RJAnônimo

    Olha Edu Funicelli, em revista masculina eu não curto não, mas aqui em casa eu adoro! Ainda mais grisalho!

  • Avatar
    04/05/2012 22:09:17Edu FunicelliMembro SRZD desde 03/04/2012

    Homem com os badalos de fora em revista masculina, coisa mais feia, oloco! enfim, gosto é gosto e segue a vida.

  • Avatar
    02/05/2012 02:54:54Marcio RodriguesMembro SRZD desde 04/06/2012

    A todos e principalmente a Adriana Leone: Não questionei o papel e representatividade do Daniel no Carnaval. Entendi que foi o 1º registrado pelo Guiness, mesmo com outros homens a frente do cargo de rei da bateria. Por outro lado, só quis manifestar que o samba no pé masculino é um e o feminino é outro! Sambar como rainha e ter título de rei isso não dá !!! Desta forma ele não representa a arte de sambar na forma masculina! E olha que no RJ temos o Carlinhos do Salgueiro e em SP o Robério da Mocidade! Agora como sambista o Daniel é indiscutível!!! Ã? reflexão e não crítica !!!

  • Avatar
    01/05/2012 23:29:37Genilson - Vila MatildeAnônimo

    Tadinho desse sujeito aqui de baixo. Sou paulistano com muita paixão, mas não sejamos imbecis né meu caro: Escolas de samba pelo Brasil só existem, porque os meus irmão queridos CARIOCAS as inventaram. E foi uma invensão tão boa, que todos, incluindo NÃ?S, seguimos o modelo deles até hoje, tanto que sempre estamos recorrendo a eles para buscar profissionais. Ou ninguém aqui em SP quer uma Rosa, um Renato, ou um Paulo como carnavalesco de sua escola? Por favor sujeito de apelido "Morram de inveja" argumente com fundamento e não com imbecilidades!

  • Avatar
    01/05/2012 21:24:55Morram de invejaAnônimo

    Temos o primeiro rei de bateria reconhecido pelo Guiness Book Brasil, a maior bateria tambem e de SP, pessoal do rio o carnaval da cidade de vc's não tem materia para vc's comentarem, por favor se não gosta por que prestigia a pagina de SP, amo o carnaval da minha cidade e não tenho tempo para ficar lendo noticias do carnaval de outras cidades. Julio continue fazendo matérias estou adorando. abraço

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.