SRZD


30/05/2012 15h33

Depressão: saiba como detectar, tratar e mitos sobre o transtorno
Luana Freitas

Diferente do que muitos pensam, a depressão é um estado que requer cuidados e tratamento. Aqueles que nunca se sentiram deprimidos profundamente chegam a duvidar da pessoa que tem depressão e achar que não passa de uma "frescura".

Para esclarecer mais sobre esse transtorno, o SRZD conversou com a psicanalista Taty Ades, que destacou os principais sintomas, como ajudar e graus da depressão. Além disso, a especialista ressaltou que é um equívoco pensar que a depressão só atinge pessoas desocupadas e ricas.

Foto: Reprodução de Internet

Veja abaixo as principais dúvidas sobre a depressão e como lidar com ela.

Como detectar que uma pessoa tem depressão?

Essa pessoa passa a ficar mais isolada, percebe-se uma falta de vontade da parte dela em fazer as coisas, mesmo as coisas pequenas, como tomar banho, ir à padaria, vestir-se para sair. Mais tarde surge a tristeza que é perceptível pelo isolamento, crises de choro, distanciamento de amigos. Podem ocorrer episódios em que a pessoa fale em suicídio.

Que tipo de tratamento uma pessoa com depressão deve fazer?

Uma terapia é essencial, junto à ela, remédios antidepressivos e ansiolíticos. Só assim se trabalhará a questão inicial do problema e quanto antes for feito esse tratamento, melhor a recuperação do paciente e até pode evitar futuras quedas depressivas.

Quais são os motivos mais comuns para desencadear a depressão?

Temos dois motivos: um seria a depressão endógena, ou seja, a depressão crônica. Nesse caso, a pessoa possui uma falta de serotonina no cérebro, o que fará com que durante toda vida ela se sinta deprimida, nesse caso não há razões externas que causem o sofrimento e sim o próprio organismo causando a doença repentinamente. Essa pessoa precisará passar o resto da vida em terapia e tomando medicamentos. O 2º caso é a depressão reativa, ou seja, ela é proveniente de motivos reais externos, como a perda de algum parente ou pessoa querida, uma separação amorosa, um stress. Esses fatores externos provocarão a falta da serotonina no organismo e ela precisará de medicamentos adequados junto à terapia.

Quais são os principais sintomas?

-falta de apetite ou apetite em excesso

-falta de vontade de fazer qualquer coisa (desde tomar banho até ir trabalhar)

-tristeza e choro

-isolamento do mundo

-vontade de morrer

-cansaço extremo

-ansiedade e medo

Como familiares e amigos podem ajudar uma pessoa que tem depressão?

Devem levar essa pessoa ao terapeuta imediatamente, mesmo que essa não queira, pois o processo terapêutico junto ao medicamento será a única forma de cura. Devem também entender que essa pessoa não está com "frescura", ela realmente está num momento em que a vida dela está parada e ela não consegue fazer mais nada. É preciso muita compreensão e serenidade nessas horas.

Existem "graus" de depressão?

Sim, temos as depressões leves, moderadas e graves. Nas graves, o perigo de tentativa de suicídio aumenta, até chegar ao ponto em que a pessoa precisa de uma internação até que não represente mais perigo à própria vida.

É mais fácil lidar com a depressão quando a pessoa admite que a tem e que precisa de ajuda?

Sim, muito mais fácil. Aliás, esse é um passo é importantíssimo. Admitindo a doença, ela estará apta e pronta para iniciar o tratamento. É válido ressaltar que hoje em dia temos remédios ótimos para a remissão e cura da doença, remédios que não causam efeitos colaterais e agem de forma rápida no organismo, trazendo bem estar e novamente a vontade de viver. Mas é claro, a pessoa precisa querer se ajudar!

Existem mitos sobre a depressão?

Creio que o maior mito seja o de que a depressão apenas surge em pessoas desocupadas, ricas e com falta do que fazer.

Isso é um absurdo e uma grande falta de informação, inclusive várias pesquisas apontam grande parte dos depressivos como sendo de classe baixa, mais do que os de classe alta. Depressão é uma doença séria, independente da questão cultural e social do indivíduo, ela não representa preguiça e sim uma vontade interminável de deixar de viver.

Leia também:

- Canibalismo pode transmitir vírus HIV


Veja mais sobre:depressao

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.