SRZD


28/08/2008 18h23

Eleição de 2008 no Rio tem menor participação dos jovens desde 1992
Redação SRZD

A participação dos jovens nas eleições municipais do Rio de Janeiro é a menor desde 1992 - os jovens entre 16 e 18 anos que irão votar nas eleições de 5 de outubro ocupam 0,6% do eleitorado. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Roberto Wider, afirmou que os jovens cariocas estão decepcionados com a política.

"É um natural desencanto dos jovens, diante do que vêem no noticiário. Mas eles devem superar esse comportamento e entender que eles é que são as forças que podem mudar esse quadro político", acredita Wider.

Segundo a pesquisa do TSE, há 16 anos 0,87% dos eleitores cariocas tinham entre 16 e 18 anos. Na eleição presidencial de 1994, na qual Fernando Henrique Cardoso tornou-se presidente, 1,04% eram jovens eleitores - foi o percentual mais alto da história do Rio.

"No início, o direito de menores de idade votar foi cercado de polêmica e, ao mesmo tempo, de muito interesse pela vida política. Vejo o desinteresse atual como uma incompreensão sobre uma série de fatos políticos, principalmente sobre o Legislativo e o Executivo. A publicação de uma muitas de mazelas envolvendo estes poderes talvez levem a uma certa desilusão. Mas isto vai passar com o tempo", aposta Luiz Carlos Madeira, presidente do TSE entre 2001 e 2005, em entrevista ao site Terra.


Comentários
  • Avatar
    25/04/2009 21:51:40JONATHAN MACHADOMembro SRZD desde 25/04/2009

    A juventude do Rio de Janeiro está cansada de tanta promessa, de tanta corrupção, hipocrisia e demagogia, a política se tornou simplesmente fonte ilícita de enriquecimento. Isso não se pode negar e nem muito menos tentar esconder, a corrupção corrói â?? destrói â?? esse páis.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.