SRZD



Claudio Russo

Claudio Russo

Formação em História pela Uerj e pós em História da África. Há 22 anos compõe sambas-enredo, conseguindo algumas vitórias neste espaço de tempo. Desde 2009, faz sambas para Nenê da Vila Matilde, em São Paulo.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



25/07/2012 17h28

Para tudo se acabar na quarta-feira...
Cláudio Russo

Estas são algumas das pessoas mais pobres do planeta e estão gastando aqui muito mais que dois milhões de reais para tudo acabar em apenas 90 minutos...

A imagem clara e tão conhecida destes olhos cansados, um desfile de escola de samba do grupo especial, me fez parar em determinado canal da televisão fechada e tentar refletir em virtude do comentário do locutor, uma mal feita tradução do original em inglês que parecia anunciar a descrença naquela festa estranha com gente esquisita, para eles é lógico, e o gasto exacerbado de tamanha monta em um país tão miserável, que país é este?

Essa gente humilde descrita como alienada pelo comentarista estrangeiro são carpinteiros, vidraceiros, costureiras, figurinista, desenhista e artesão gente empenhada em construir a ilusão... Que tem sonhos, tradições, raízes profundas estabelecidas desde tempos remotos a partir das relações socioculturais entre negros escravizados lutando por liberdade e brancos portugueses e brasileiros, senhores de uma sociedade desigual e cruel, alem de mestiços do encontro das duas raças citadas, mais os indígenas, verdadeiros donos da terra, o que me faz lembrar o samba mais bonito da década de 90:

Pedras preciosas quero me enfeitar, encantar a índia com o meu olhar...
De certo que o maior espetáculo a céu aberto do mundo ganhou em alguns anos cifras estratosféricas, a receita da festa chega à quantia inimaginável há poucas décadas e os números só tendem a aumentar. É neste ponto que poderia surgir uma luz no fim do túnel, quem sabe algo que indicasse mudança para conciliar o engrandecimento de valores no carnaval com a manutenção do caráter de expressão cultural fiel aos seus primórdios. Calma gente não sou tão inocente, sonhador ou utópico apenas acredito que ainda temos cultura de raiz neste mosaico chamado desfile das escolas de samba.

Carnaval doce ilusão, dê-me um pouco de magia de perfume e fantasia e também de sedução... Para tocar corações anglo-saxões por séculos forjados na razão, na frieza calculada e em alguns casos insensíveis as tormentas da emoção. Estes senhores, produtores do documentário que originou este texto, mal conhecem a cultura brasileira e provavelmente estereotipam nossa cidade maravilhosa e também todo Brasil como o lugar da sacanagem e da bunda de fora, muito por culpa de nosso país que vendeu esta imagem de paraíso sexual por longos anos.

Por que você gosta de carnaval? Qual foi o momento em que você, leitor, percebeu este amor às escolas de samba e que não cabe qualquer mensura?

Qual é a sua opinião em relação aos valores elevados em nossa grande festa e a função social das escolas de samba, ou melhor, a falta desta função na maioria dos casos. E falando daquele comentário etnocêntrico que me fez refletir, Pai, perdoai-os... Eles não sabem o que fazem... Ou seremos nós... Pra tudo se acabar na quarta feira...


Veja mais sobre:Carnaval 2013

Comentários
  • Avatar
    28/07/2012 22:36:45julio_sanMembro SRZD desde 13/04/2009

    Ã? infelizmente hoje os desfiles de escolas de samba, que refletem à sua atuação e função social, estão mais para "Michael Jackson" do que para "Gonzagão", se é que me entendem.

  • Avatar
    28/07/2012 18:39:08LéoMembro SRZD desde 10/08/2009

    Tenho 19 anos e a 1ª lembrança que tenho de samba e de desfile de escola de samba é em 2001 (8 anos) e a partir dalí nunca mais deixei de acompanhar o nosso carnaval carioca. Não tenho um motivo específico para explicar meu amor pelo carnaval, só sei que eu o amo, e o amo incondicionalmente. Ainda não fui ver os desfiles na Sapucaí e nem desfilar, mas um dia vou realizar estes sonhos, se Deus quiser, e a partir daí não irei parar mais. Meu coração bate forte pela Beija Flor, mas sinto carinho por todas escolas, afinal EU AMO CARNAVAL!!

  • Avatar
    26/07/2012 20:03:35Nidia Jussara FdasilvaMembro SRZD desde 25/06/2012

    Carnaval é um momento de alegria,época de encontros de pessoas conhecidas ou não(futuras amizades)um evento que consegue mobilizar todo o País,alguns resolvem viajar para descansar,ir para retiro espiritual e maioria cai é no samba,não importa o lugar.Fui criada em Irajá,a famíla dividida entre Império e Portela,meu coração bateu mais forte e ainda bate pelo Império e quando ele entra na avenida com sua coroa exuberante é taquicardia na certa,é muita emoção.Mas infelizmente os valores,as tradições,o comprometimentoa ,a honestidade,seriedade e o respeito com o passar do tempo estão indo embora,pois tragicamente essa festa fabulosa está entregue nas mãos de um bando de vigaristas.

  • Avatar
    26/07/2012 16:03:09ClaudioMembro SRZD desde 04/06/2011

    Parece que o amor ao samba é algo inexplicavel e sem fronteiras. Rogério muito obrigado, a disputa na Beija está só começando e tem grandes sambas, valeu mesmo, grande abraço em todos.

  • Avatar
    26/07/2012 14:05:44RogérioMembro SRZD desde 26/05/2009

    Nasci e cresci no interior de Santa Catarina e foi em 1980 com 10 anos que comecei a gostar das escolas de Samba e logo de cara a que me ganhou foi a Beija-flor não sei porque, mas hoje eu acho que sou um eterno apaixonado por desfiles de escola de samba só do Rio, acho que em outros estados falta o tempero que o Rio coloca nos seus desfiles não sei dizer o que é, em 2009 desfilei pela primeira vez na minha querida Beija-flor e não parei mais. Quanto aos valores altíssimos já me peguei pensando nisso e acho que tem que ser assim mesmo, afinal como diz o samba todos querem ser Rei por um dia. Quero aproveitar e parabeniza-lo pelo belíssimo samba em parceria com Veloso e Cia. Boa sorte.

  • Avatar
    26/07/2012 00:08:31Rony TrajanoMembro SRZD desde 30/05/2009

    Aprendi gostar de carnaval desde criança, mesmo morrendo de medo de mascarados. Foi no carnaval de 1976 com 9 anos de idade que uma imagem na televião me chamou muito atenção, o desfile do Império Serrano( Lendas das sereias). Quando vi o último carro alegórico (acho que era o último), a Elke maravilha de sereia, fiquei totalmente apaixonado pelo som, imagem e aquelas pessoas cantando, dançando numa total harmonia, achei muito lindo... Nasci na Ilha do Governador e não sabia que em meu bairro tinha uma escola de samba e foi no ano seguinte em 1977 que descobri que tinha, e nesse mesmo ano a Ilha era consagrada pelo público como a melhor escola de samba de 1977 (Estandarte de Ouro). Minha paixão passou a ser Ilha e Império Serrano. Meu sonho era desfilar e realizei em 1984 justamente na inauguração do sambódromo, desfilei de 1984 à 2006. Hoje não desfilo mais, pois não vejo e nem sinto o desfile das escolas de samba como uma manifestação popular do povo brasileiro, hoje vejo as escolas totalmente iguais, com seus enredos voltados para o patrôcinio. As escolas perderam completamente aquela "MAGIA ESPONTÃ?NIA, DESFILE EM QUE OS COMPONENTES CANTAVAM E DANÃ?AVAM COM MUITO AMOR E EMPOLGAÃ?Ã?O DANDO O SEU SUOR POR SUA ESCOLA. AS ESCOLAS TINHAM SEUS COMPONENTE CERTOS, HOJE TODOS DESFILAM NAS QUE CONSEGUEM FANTASIAS DE GRAÃ?A E MUITAS NÃ?O FAZEM PARTE DOS SEUS CORAÃ?Ã?ES. FINALIZANDO, AS ESCOLAS DE SAMBAS, O DESFILE EM SI, ESTÁ IGUAL A "PARADA MILITAR DE 7 DE SETEMBRO". OS COMPONETES MAL PODEM EVOLUIR, TEM QUE SEGUIR UMA LINHA E EU SOU DE UM PERÍODO EM QUE O COMPONENTE, ""BRINCAVA DE CARNAVAL"" ""CADÃ? A FANTASIA.. A DOÃ?E ILUSÃ?O""... ACABOUUUUU!!!

  • Avatar
    25/07/2012 23:55:38MARQUÃ?S DE SAPUCAÍMembro SRZD desde 07/04/2009

    Tempos difíceis. Pra mim que desfilei ainda menino em "tupinicópolis" e "contos de areia" falar sobre os valores. De lá pra cá, só vi as coisas se desintegrarem. Tudo começou na virada do século quando deixou de ser obrigatório se ter um enredo 'genuinamente brasileiro'. Foi o epitáfio do enredo. Daí, uma reação em cadeia. Hoje temos somente rainhas que "compram" seu reinado e um concurso de carros alegóricos. Minha única esperança reside nas palavras de Nelson Sargento.

  • Avatar
    25/07/2012 23:34:40David LetelierMembro SRZD desde 26/10/2010

    Sou de fora... e sei muito bem a imagem q tem a cidade maravilhosa.... mas quando nao mudassem a cara pro turista norteamericano, acho dificil asemelhar assim uma cidade d mais conforto... até pra mim x isso e humildade prefiro a intende Magalhaes.... nao sei se me entenderam.... Abraccos

  • Avatar
    25/07/2012 20:09:29Daniela BritoMembro SRZD desde 25/07/2012

    Eu sempre gostei muito de assistir aos desfiles e tinha muito vontade de desfilar. Finalmente em 2011 desfilei pela primeira vez, para nunca mais parar. Este ano desfilei em 2 escolas do grupo especial, uma do acesso e duas do grupo B. Em 2013 já tenho em mente as escolas que tentarei desfilar.

Comentar