SRZD


30/07/2012 09h36

Rio: rapazes que agrediram estudante na Ilha não vão a júri popular
Redação SRZD

A 3ª Vara Criminal do Rio de Janeiro decidiu que os cinco jovens acusados de espancar o universitário Vitor Suarez Cunha na Ilha do Governador, Zona Norte da cidade, em fevereiro deste ano, não irão a júri popular.

Tadeu Ferreira, William Freitas, Fellipe Santos, Edson dos Santos e Rafael Maiolino serão julgados em uma vara criminal comum. Também foi decidida a revogação da prisão preventiva de Rafael e a conversão da detenção dos outros acusados em penas alternativas.

O crime aconteceu no dia 2 de fevereiro deste ano, após Vitor pedir aos denunciados que parassem de agredir um mendigo. Eles, então, desferiram socos e chutes ao estudante até depois que ele já estava desacordado.

Segundo o juiz, a detenção dos réus foi abrandada porque ele entendeu que os rapazes não tinham intenção de matar Vitor.

Relembre:

- Jovem é espancado ao defender mendigo na Ilha do Governador


Veja mais sobre:Julgamento

Comentários
  • Avatar
    14/08/2012 12:32:33karl MarxAnônimo

    â??O fim do Direito não é abolir nem restringir, mas PRESERVAR e AMPLIAR a liberdadeâ? - John Locke Hojé quem esta privado da liberdade são as vitimas de crimes tão brutais.

  • Avatar
    02/08/2012 10:18:11Louise France MoraisAnônimo

    QUEM Ã? ESSE JUIZ??? MAS, EU JÁ SABIA TEM UM MAIOLINO, QUE Ã? DE UMA FAMÍLIA RICA DONA DE LABORATÃ?RIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. SERÁ QUE ROLOU DINHEIRO CORRUPTO NESSA ESTÃ?RIA???????? MAS, O MP VAI RECORRER.

  • Avatar
    31/07/2012 16:19:04LeilaAnônimo

    ABSURDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Como não morreu, nada vai acontecer com eles. Já a ficha do juiz que assinou a sentença do culpado, (sim, agora o agredido passa a ser culpado e condenado), é forte. Acusado de agressão tb, ele deve ter motivos para achar isso tudo uma banalidade. Isso tinha que caber recurso e mudança de juiz. Vamos prostestar! Juiz violento não pode julgar casos assim, estão no lugar errado. Pesquisem o nome do juiz no google.

  • Avatar
    30/07/2012 15:13:06João Carlos Silva CardosoAnônimo

    Se fosse o advogado dos rapazes dizendo que seus clientes â??não tinham intenção de matarâ?, a gente entendia. Afinal, faz o papel dele e é pago para isso. Mas UM JUIZ!!!! Queria ver se a vítima fosse seu parente.

  • Avatar
    30/07/2012 13:48:31CANTUNAnônimo

    Esse juiz é tão inconsequente quanto os pitboys agressores Se as porradas carinhosas tivessem sido dadas na mãe, na mulher ou nos filhos dele, eu gostaria de ver quais pesos e medidas ele se basearia para aplicar o código penal para o delito cometido. Mas triste ainda é saber que o cidadão correto está pagando esse inútil do judiciário.

  • Avatar
    30/07/2012 11:37:18Márcio AlexMembro SRZD desde 08/07/2011

    Realmente não queriam matar. Foi só pra dar um susto. Mas se o rapaz morresse, o juiz provavelmente iria dizer que o culpado era a própria vítima, pois quem é que morre de susto? Juiz de m.... Queria ver se fosse com algum parente dele essa violência!

  • Avatar
    30/07/2012 10:40:02GLORIOSOAnônimo

    QUERIA VER...SE O RAPAZ AGREDIDO FOSSE FILHO DE UM JUÍZ...

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.