SRZD


27/09/2012 21h48

Onde a história do Carnaval faz morada: Centro de Memória da LIESA
Claudio Rocha de Jesus

Quem ainda lembra do Zé Pereira, dos entrudos, do corso, dos cordões, rancho, Praça Onze de outrora, das marchinhas, das fantasias de papel, dos Blocos de sujos, dos coretos que animavam os bairros, e dos grandes desfiles das Escolas de Samba. Você não lembra? Você não viu? Mas pode ver! É só procurar um desses espaços que salva guarda todas essas memórias. Temos alguns exemplos de CENTROS DE MEMÉRIA DO CARNAVAL onde a memória dessa grandiosa manifestação é salvaguardada e preservada.

A LIESA, por exemplo, possui um CENTRO DE MEMÉRIA DO CARNAVAL, que recebe visitas de pesquisadores, estudantes e curiosos. O espaço que reuniu, guardou, catalogou e digitalizou fatos que constroem a História do Carnaval, disponibilizando-os para todos, um acervo com a finalidade de servir de fonte de consulta a tudo que se relacione com o Carnaval no Brasil e no mundo. O banco de dados do Centro de Memória do Carnaval possui mais de 23 mil itens de consulta, reunidos em
impressos (livros, revistas, jornais, boletins, etc.), fotos, gravuras, fitas de áudio e VHS, discos de vinil, CDs e DVDs. O Centro de Memória aceita doações de documentos (fotos, recortes, vídeos, etc.) que poderão ser copiados e incorporados ao acervo digital. Se você tem ou conhece alguém que tenha esse tipo de material e não sabe que destino dar a eles, esse é o local. De alguma maneira você estará contribuindo para reconstrução da história do Carnaval.

Endereços:

Centro de Mémória da LIESA (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro): Av. Rio Branco nº 4 -2º andar - Centro/Rio de Janeiro.


Veja mais sobre:Memórias do Carnaval

Comentários
  • Avatar
    10/10/2012 13:49:30Claudio RochaMembro SRZD desde 07/04/2009

    Renatinho S.A. me envie um E-MAIL: [email protected]

  • Avatar
    04/10/2012 16:44:55Renatinho S.A.Membro SRZD desde 25/09/2012

    Gostaria de enviar a história de uma escola de samba de Sabará Minas Gerais como faço?

Comentar