SRZD



Rachel Valença

Rachel Valença

CARNAVAL. Carioca, historiadora, filóloga e jornalista. Mestre em Língua Portuguesa pela Universidade Federal Fluminense. Coautora do livro "Serra, Serrinha, Serrano: o império do samba". Pesquisadora do projeto de elaboração do dossiê "Matrizes do samba no Rio de Janeiro", para registro do samba carioca como patrimônio cultural do Brasil. No Império Serrano há 40 anos, foi ritmista e vice-presidente da escola.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



21/12/2012 18h41

Um passo atrás
Rachel Valença

Nós que gostamos de escola de samba, nós que adoramos em especial os sambas de enredo, tivemos em 2012 um momento de muita alegria e esperança. Parecia que as escolas, seus compositores e seus dirigentes tinham finalmente tomado consciência de quanto é fundamental um bom samba. Samba bom significa mais gente na quadra, mais componentes interessados em desfilar, mais facilidade em induzir o componente a cantar, maior probabilidade de ritmistas motivados.

Quantas notas boas um samba-enredo de qualidade promete garantir? Pois é. Há um ano, quando saiu o CD dos sambas do Especial, a gente se animou. Parecia que enfim as escolas de samba tinham se conscientizado disso, pois estávamos diante de uma boa safra. Havia esperança de que o samba-enredo tinha achado seu prumo e melhoraria a cada ano.

Infelizmente não foi o que aconteceu: o conjunto de sambas de 2013 é bem inferior ao de 2012. E muito me custa reconhecer isso, pois detesto os apocalípticos do carnaval, os saudosistas que afirmam que hoje em dia nada presta. Eu espero o ano inteiro por este momento de ouvir novos sambas e adoraria ter doze obras-primas. Mas confesso que está difícil.

Os enredos não ajudaram nem um pouco, admitamos. Mas a expedição científica de Langsdorff já me arrebatou no samba-enredo da Estácio em 1990, Silvio Santos já me divertiu na Tradição em 2001, e cantei o "Vou varrendo" num refrão animadíssimo de um enredo da qualidade discutível do Império da Tijuca em 1999. O samba tem desses milagres. Mas este ano os santos milagreiros cochilaram...

Vale observar que os melhores momentos dos sambas são os que falam da escola e não os que falam do enredo. Emoção ajuda um bocado, não há dúvida. Mas a louvação à escola é característica do samba-exaltação e não do samba-enredo. Este tem que ter algo de narrativo e de épico, que é que lhe confere a grandiosidade indispensável.

Seguindo a linha de raciocínio de meu amigo Ivo Boru, aliás leitor deste espaço, opto por dividir os sambas em quatro blocos, não necessariamente com o mesmo número de escolas em cada um. Começando de baixo para cima, temos o constrangedor bloco de Inocentes de Belford Roxo, Grande Rio e Mocidade Independente. Nesses três as obviedades se sucedem e a melodia é previsível e sem criatividade.

No bloco acima estão a São Clemente, a União da Ilha (que nem os esforços do excelente Ito Melodia salvaram), a Mangueira e a campeã Unidos da Tijuca. Em Mangueira se salva o refrão final, que não surpreende, mas agrada. Vinícius merecia mais do que os compositores da Ilha lhe dedicaram, numa sucessão de jargões. São Clemente fica a nos dever este ano sua graça, sua irreverência, com um samba convencional que não impressiona. Quanto à Unidos da Tijuca, o refrão final, um tanto Oswaldo Montenegro, divide desnecessariamente o que não está dividido de fato, sem que se perceba a intenção disso.

Mais acima, o samba da Imperatriz Leopoldinense tem no refrão do meio o melhor momento, mas a segunda, embora melódica, arrasta o canto e a gente se pergunta o que será isso repetido não sei quantas vezes durante o desfile. Do mesmo nível, Beija-Flor e Salgueiro lutam bravamente contra enredos ingratos, com resultados animadores, embora de qualidade apenas média. Num conjunto menos ruim, passariam despercebidos. Aqui se saem bem. O samba da Beija-Flor é... um samba da Beija-Flor, e com isso tudo está dito. O do Salgueiro me fez sentir que é carnaval: é animado. Ou será o Quinho que, com sua forma característica de cantar, me dá sempre vontade de tomar um porre de felicidade?!

No topo estão os sambas de Vila Isabel e Portela. Juntos nessa categoria, são, no entanto, bem diferentes. O da Vila é um samba tão original que quase nem é samba. Mas é lindo, melódico e tem poesia na letra. O da Portela é tudo de bom: é samba, é samba-enredo, vai desenvolvendo ideias e envolvendo a gente, dá vontade de cantar e sambar sem parar nunca mais. Confesso que o considero superior até mesmo ao da escola no ano passado, também excelente. O de 2013, talvez porque fale mais de perto à nossa carioquice, acertou na mosca, levando o coração da gente.

Sei que esses comentários vão desagradar a muitos, porque as paixões cegam e, mesmo quando na disputa preferíamos outro concorrente, agora dói ler opinião crítica ao hino de nossa escola. Procurei analisar os sambas com isenção e a partir de minha vivência. Mas opiniões devem sempre ser relativizadas. Termino lembrando que antes do carnaval de 1982 uma conceituada crítica de música da grande imprensa considerou Bum Bum Paticumbum Prugurundum o pior samba daquele ano, uma rematada bobagem, indigna de estar naquele disco. O desfile e o tempo mostraram que ela estava errada. Sem querer me comparar à famosa jornalista, afirmo que ainda há, pois, esperança, para todos. Quem viver verá.


Veja mais sobre:Carnaval 2013

Comentários
  • Avatar
    03/02/2013 17:20:52PAULO CÃ?SAR OLIVEIRAMembro SRZD desde 11/10/2009

    Rachel, que beleza de comentário sobre os sambas, lúcido, sem exageros. No site da torcida portelamor, que não podemos colocar nessa mensagem, há uma análise específica do samba da Portela, intitulada "O trem do samba e o samba da Portela". Se puderes, veja lá, ficaremos honrados. E que viva o samba bom, mas para o ano que vem, pois este ano a safra está perdida, mesmo com Vila e Portela. Reafirmemos que se está falando da qualidade de letra e música, enredo, melodia e soluções poéticas na gravação de CD. Na avenida é que a coisa acontece, mas são duas realidades: a do CD e a do desfile. Só para acalmar os maledicentes de plantão.

  • Avatar
    17/01/2013 18:06:05Jeanine GallMembro SRZD desde 05/12/2012

    Um samba-enredo bem construído, bonito, amarradinho com a melodia e com refrões fortes e empolgantes (tem uns que a gente fica torcendo prá chegar a hora de cantar) são fundamentais e podem, sim, decidir um campeonato! Quando um samba maravilhoso aparece e cai na boca do povo, a escola toda se envolve e ganha outra cara, já vimos isso acontecer antes, Bum Bum, Zumbi, Peguei um Ita no Norte, entre outros, são prova disso. O samba-enredo quando é assim arrebata todo mundo. Uma escola pode até vencer um campeonato com um sambinha mais ou menos, mas o esforço fica muito maior prá chegar lá. Estamos carentes há anos de uma safra de respeito, com pelo menos 6 sambas que todos saibam cantar do início ao fim. Quer ver? 2009, 2010, 2011, canta uns 3 inteirinhos aí. Duvido! Falta de bons compositores não é, toda escola tem seus bambas e suas parcerias. Acho que tá faltando é emoção e sobrando enredos estranhos e de conveniência mais esquisita ainda. Fico até com pena de quem teve que suar a testa prá fazer um samba-enredo falando de iogurte, tarefa hercúlea e ingrata. Isso sem entrar no mérito da famosa marmelada, vi sambas belíssimos serem jogados no lixo em favor de composições pobres, sem graça, medíocres. Ai, São Beto Sem Braço, que saudades! Ilumina com sua genialidade! Mais uma vez, Rachel Valença falou e disse! Lucidez e talento fora do comum!

  • Avatar
    14/01/2013 16:29:04Belforroxense IguassuanoMembro SRZD desde 14/01/2013

    Um grande passo atrás foi a junção dos grupos de acesso "A" e "B". O público terá que engolir muito "boi com abóbora antes de saborear algo realmente bom!" Antes terá que aturar carros alegóricos inacabados; agremiações penalizadas ainda na concentração, por não cumprir as exigências do regulamento e outras faltas e falhas crônicas! Todo o esforço das escolas do grupo de acesso A foi diluído no lixo! O grupo de acesso A crescia a passos largos, e num curto espaço de tempo iria rivalizar com o grupo especial, mas no meio do caminho levou uma rasteira!

  • Avatar
    02/01/2013 15:27:30ivo boruMembro SRZD desde 02/01/2012

    querida Rachel, eu citado na sua coluna!! muito chique! queria apenas esclarecer que acho os sambas da Vila e Portela MUIIITTTOOOO superior aos outros todos. eu apenas separei os outros em blocos de mediocridade, mas de fato esse ano piorou muito. é muito díficil um enredo fraco ou ruim gerar um samba bom. feliz ano novo

  • Avatar
    30/12/2012 13:58:34DANIELMembro SRZD desde 21/07/2009

    Existe um equívoco por aqui, pessoas dizendo ter ido aos barracões das escola, vendo que PORTELA E MANGUEIRA ESTÃ?O ATRAZADAS E DIZ QUE EU NÃ?O ENTENDO NADA DE CARNAVAL, então eu digo: esperes e verás! _ Se doeu porque a Imperatriz vai ficar em 4º lugar em 2013, com a reedição de enredo, pela terceira vez! KKKKKKKKKKK.....

  • Avatar
    30/12/2012 13:45:54Quinha da portelaMembro SRZD desde 28/01/2012

    Bruninho,Tua raiva da Portela é tanta que estou achando que alguém da Portela ,fora o Nilo Sérgio e o Muquinho que já te pegaram no passado,andou machucando o o teu botãozinho,conta aí vai.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Avatar
    29/12/2012 22:04:44Bruno ImperatrizMembro SRZD desde 07/07/2011

    Acordaaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Pessoal Samba Enredo não garante mais Campeonato...mais falar da Manqueira candidata ao rebaixamento é piada...quem já devia ter caido em 2005 e não caiu é a Portela...que se deus quiser vai cair esse ano.

  • Avatar
    29/12/2012 20:56:27TMaiorMembro SRZD desde 20/09/2012

    Ja eu achei o samba de 2010 com o enredo "Brasil de Todos os Deuses", da Imperatriz uma BELA PORCARIA!!! Gosto é que nem bunda!!!

  • Avatar
    29/12/2012 14:41:33Pablo MirandaMembro SRZD desde 11/04/2009

    Acredito que na hora do desfile muita coisa pode mudar. Em 2010 com o enredo "Brasil de Todos os Deuses", a Imperatriz tinha o melhor samba, aliás, infinitamente superior a estes da Vila e Portela que são os destaques atuais. E o que foi a escola no desfile? Nada, simplesmente não aconteceu. Um bom samba, "infelizmente", não é garantia de um bom desfile, deveria, mas não é. E com todo o respeito, dizer que Vila Isabel, Beija Flor, Tijuca e Salgueiro irão disputar o título, é no mínimo uma análise óbvia de uma tendência que já vem sendo seguida. Espero que, para o bem do carnaval, alguma surpresa possa acontecer. Um abraço a todos.

  • Avatar
    29/12/2012 12:45:46Bruno ImperatrizMembro SRZD desde 07/07/2011

    Daniel...A Manqueira vai disputar Rebaixamento kkkkkkkkkk,vc é fanfarão pede pra sair que vc não entende nada de carnaval...tu é um comédia.

  • Avatar
    28/12/2012 20:00:34Fabiano de Vila-ForteMembro SRZD desde 15/10/2009

    Caro Ted, você não me entendeu, mas vou lhe explicar. Eu escrevi: "Vamos INVERTER, então, as coisas..." O que eu quis dizer com isso? Quis dizer que se eu fizesse uma consulta à minha bola de cristal falsificada, eu também erraria. Eu INVERTI a situação. Ok? Fique tranquilo, eu gosto da grande BF. Abraços. Saudações portelenses.

  • Avatar
    28/12/2012 19:56:43DANIELMembro SRZD desde 21/07/2009

    O Samba da vila daria muito certo em junho, nas festas juninas. A Portela, a Beija-flor e o Salgueiro, têm sambas que certamente corresponderão na avenida. Mas, a disputa pelo título, fica mesmo entre Beija, Salgueiro e Grande Rio. Pela minha bola de cristal, só vejo a colocação da Imperatriz, que ficará em 4º lugar. A manga, vai disputar o rebaixamento, mas podem ficar tranquilos que esse ano ela não cai. Há! _ Tem outra coisa: esse ano a sapucaí vai pegar fogo, deve beirar os 43 graus.

  • Avatar
    28/12/2012 19:52:31DANIELMembro SRZD desde 21/07/2009

    O Samba da vila daria muito certo em junho, nas festas juninas. A Portela, a Beija-flor e o Salgueiro, têm sambas que certamente corresponderão na avenida. Mas, a disputa pelo título, fica mesmo entre Beija, Salgueiro e Grande Rio. Pela minha bola de cristal, só vejo a colocação da Imperatriz, que ficará em 4º lugar. A manga, vai disputar o rebaixamento, mas podem ficar tranquilos que esse ano ela não cai. Há! _ Tem outra coisa: esse ano a sapucaí vai pegar fogo, deve beirar os 43 graus.

  • Avatar
    28/12/2012 14:40:53TedMembro SRZD desde 12/04/2012

    Engraçado, a pessoa fala que os outros tem "bola de cristal falsificada", ... mas depois diz que a Beija-Flor vai trazer "carros alegóricos medianos" ...rsrrs Ué, uma contradição, critica a "bola de cristal" dos outros, mas até faz uma previsão no final ...kkk Dá pra entender, uma coisas dessas? ...kkkk

  • Avatar
    27/12/2012 23:03:55MOREIRAMembro SRZD desde 11/05/2009

    Concordo com você, Raquel. Só os sambas da Portela e Vila salvam o CD. A cada ano que passa a qualidade dos sambas de enredo piora. Os sambas da série A estão melhores. A Unidos da Tijuca que, nos últimos anos, fazia sambas bons, foi um fiasco! O Salgueiro cometeu um erro ao escolher o enredo.

Comentar