SRZD


09/01/2013 17h44

Casal morto em carro em São Gonçalo sofreu asfixia, diz laudo
Redação SRZD

O casal de namorados encontrado morto dentro do carro na garagem de uma casa em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, sofreu asfixia. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) ficou pronto nesta quarta-feira, mas ainda não está confirmado se eles se asfixiaram acidentalmente ou se foram vítimas de homicídio.

Verônica Souza de Leão, de 21 anos, e Diogo Moreira Quadro, de 23, ficaram uma semana desaparecidos no mês de dezembro. Na época, o Disque-Denúncia ofereceu R$ 2 mil para quem tivesse informações concretas sobre o paradeiro da dupla, que estava com o noivado programado para o dia de Natal. No dia 19, vizinhos e amigos descobriram que eles estavam sem vida dentro do automóvel.

Para o delegado que acompanha o caso, Wellington Vieira, da Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DH Nit/DH), há 99% de chance de as mortes terem sido acidentais. Para apurar o que ocorreu, ele vai ouvir amigos, moradores e familiares ao longo dos próximos dias.

Verônica e Diogo estariam namorando dentro do automóvel com o ar condicionado ligado. Por isso, a suspeita é que eles tenham inalado uma grande quantidade de monóxido de carbono, já que o carro e a garagem eram pequenos.

Relembre:

- Rio: casal que estava desaparecido é encontrado morto em São Gonçalo


Veja mais sobre:São Gonçalo

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.