SRZD


13/01/2013 00h59

Público não arreda o pé da Sapucaí para ver a Imperatriz brilhar
Luana Freitas

A Imperatriz Leopoldinense, última escola a ensaiar na Sapucaí neste sábado, treinou com uma torcida de peso que ficou até o final na arquibancada para ver a passagem da agremiação de Ramos.

O ensaio começou por volta de 23h, quando a bateria do mestre Noca deu os primeiros acordes e começou a agitar os foliões. A comissão de frente, comandada pelo coreógrafo Alex Neoral, apresentou muitos movimentos de braços e passos leves, resultando em uma dança gostosa de assistir.

- Fotos: confira imagens do ensaio técnico da Imperatriz Leopoldinense

- Imagens do público na Sapucaí

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Phelipe Lemos e Rafaela Theodoro, mostrando muita sintonia e elegância, mostrou um belo bailado, chegando a arrancar gritos "é nota 10" dos torcedores. O jovem casal foi muito aplaudido.



A ala seguinte ao primeiro casal era coreografada e levou componentes com pinturas indígenas, chamando a atenção do público.

O carnavalesco Cahê Rodrigues cantou e acompanhou o desfile da escola, mostrando-se satisfeito com o que via. Antes do início do ensaio, ele falou ao SRZD-Carnaval que a escola está com 90% das alegorias prontas, garantindo estar "tudo sob controle". Ele ainda destacou dois momentos que prometem ser especiais no desfile oficial. "O sexto carro, onde a cantora Gaby Amarantos vai desfilar vai causar uma explosão no público e o desfecho, quando a agremiação homenageará o Círio de Nazaré, que vai emocionar os presentes".

A rainha de bateria Cris Viana mostrou ser digna do cargo. Estreante à frente da Swing da Leopoldina, a atriz ensaiou com um vestido dourado e mostrou muito samba no pé e simpatia. Sem tirar o sorriso do rosto, a morena cantou todo o samba e mostrou já saber todas as paradinhas da bateria, dançando de acordo com as mesmas. Ela ainda sambou no meio de seus súditos, mostrando que já está mais do que adaptada.



O intérperte Wander Pires, que desfilou no chão, deu um show na Avenida, mostrando sempre a emoção que lhe é peculiar. sempre sério e concentrado enquanto realiza seu trabalho, ele ainda esboçou alguns sorrisos, mostrando estar satisfeito com seu desempenho e com a passagem da agremiação pela Passarela do Samba. Já Dominguinhos, que já carrega mais de 40 anos de Avenida, ensaiou em cima do carro de som e parou de cantar em determinados momentos, poupando a voz.

O presidente da escola, Luizinho Drumond, marcou presença no treino oficial e acompanhou de perto o ensaio, cumprimentando e mostrando simpatia com os integrantes.

Leia mais sobre o ensaio técnico da Imperatriz:

- Cahê desmente atrasos na Imperatriz: 'Está tudo sob controle'

- Casal apresenta coreografia oficial no ensaio, mas guarda surpresa para o desfile



Comentários
  • Avatar
    16/01/2013 23:52:46Antonio Carlos Flausino VaiVaiMembro SRZD desde 16/01/2013

    Bons tempos em que a Cris Viana era rainha da bateria da Va-Vai de São Paulo e mais conhecida da como Kelly, com muita lutar conseguiu chegar no lugar em que esta, ja o Wander Pires parece que so canta mesmo no Rio de Janeiro, pois na Vai-Vai onde esta defendendo o samba parece que perde a voz é possível um negocio deste?

  • Avatar
    14/01/2013 13:41:18Ernani PeixotoMembro SRZD desde 08/04/2009

    Cada vez acho mais estranho certas coisas que acontecem no sambódromo. No sábado proibiram o público que está acostumado assistir os desfiles nas frisa, os ambulantes e o Bobâ?s quase morreram, não venderam nada. E no domingo abriram as portas e a lotação foi total. Será que isso não foi para se desfazer das demais agremiações de sábado, e abrindo as pernas para a mangueira e Grande Rio. Que vai peitar isso, proibir a entrada da galera nas frisas no dia dessas escolas, como Mangueira, Portela e Beija-Flor. Eu quero ver com os meus próprios olhos isso acontecer. E ninguém acha estranho isso tudo. A maioria e sempre que vence. Se proibi para algumas, tem que ser pra todas.

  • Avatar
    14/01/2013 09:33:00Mauro AmoedoMembro SRZD desde 13/05/2009

    uanderson de Aquino concordo com voce realmente trabalha em duas escola e ruim mesmo o trabalho e mal feito e acaba prejudicando não so a escola o brilho do carnaval que e o maior espetacula da terra

  • Avatar
    13/01/2013 20:36:51uanderson de aquinoMembro SRZD desde 04/12/2009

    Respondendo ao "Sol da meia-noite" é logico que o carnavalesco da Imperatriz deixa as coisas nas mãos de assistentes, o cara esta trabalhando ao mesmo tempo em São Paulo! Por isso que acho que esse negocio do cara trabalhar em duas cidades ao mesmo tempo é ruim, não é preconceito ou bairrismo, e sim porque acho que distancia o profissional de um trabalho que ele por ser o principal responsavel, acaba delegando a terceiros e com isso ofertando menos que deveria de seu potencial artistico, com isso gera um trabalho mediocre aqui e lá. No final da historia o Rio e que perde. Minha posição é essa, os profissionais do carnaval carioca deveriam se entregar mais ao trabalho local, em respeito a nossa festa que é a mais famosa no mundo!

  • Avatar
    13/01/2013 17:22:32Tia MariaMembro SRZD desde 14/01/2011

    Meus queridos. Ontem a Tia assistiu o primeiro ensaio de Escola do Grupo Especial. Parabéns Imperatriz Leopoldinense. Não que as outras Escolas não sejam Especiais, mas os ensaios ficaram aquém, faltava algo e a Imperatriz mostrou essa chama de vitória que ha muito não víamos na escola. Mais uma vez parabéns Bateria, Mestre Sala e Porta Bandeira, Componentes, Harmonia e demais seguimentos da Escola. Caprichem nas fantasias e alegorias e no dia do desfile oficial, desfilem com a mesma garra e competência que com certeza a Escola voltará nas campeãs. Beijos da Tia

  • Avatar
    13/01/2013 16:53:38Pablo MirandaMembro SRZD desde 11/04/2009

    Ensaio muito bom! Realmente parece que o samba funciona na avenida. Lógico que na hora da verdade, muita coisa pode mudar, porém, parece que a harmonia da escola vem fazendo um trabalho correto. A bateria é um show a parte aliás, a muito tempo. Um dos fortes da escola tem sido a bateria. Quanto a parte visual, vamos aguardar. Confio no trabalho do Cahê e sua equipe. Não vejo problema nenhum em dividir funções. A Rosa por exemplo, já dividiu com a Maria Augusta, entre outros. Vamos aguardar...

  • Avatar
    13/01/2013 14:06:54edmilson florentino gomesMembro SRZD desde 30/10/2009

    Vlw Mestre Noca, o trabalho esta excelente, é isso ai diretores, SWING vamos laaaa.

  • Avatar
    13/01/2013 13:58:50edmilson florentino gomesMembro SRZD desde 30/10/2009

    Fiquei muito feliz e emocionado na noite de ontem, como em todas as vezes que passei na Sapucaí na bateria em 10 anos. Parabéns GRESIL, Bateria Swing da Leopoldina, diretores esse ano foi ainda mais emocionante e vamos que vamos Imperatriz.

  • Avatar
    13/01/2013 13:25:31Sol da meia-noiteMembro SRZD desde 09/04/2012

    Gente fala sério alguem lembra de algum bom carnaval ou trabalho significvativo do Cahê? Qual a marca dele? Que estilo ele tem? Já era para ele deixar a timidez e mostrar para que veio. Enfim pior para Ramos que está divida entre cenário e figurino é o inicio de uma decadencia. Afinal essa é a marca do Mário dividir o cenário do figurino. E uma escola tão tradicional no carnaval não aprendeu que um carnaval é feito de integração das áreas.Incorpora Viriato, Incorpora Arlindo Rodrigos , volta Rosa magalhães, alguem salve esse carnaval dividido, por onde o Mario passa ele deixa o rastro da divisão de um espetáculo.Quando a escola de samba e seus pilares descobrirem que é maior, mas muito maior que qualquer Rede Globo, isso acaba. E eduardo quando o publico berra é por que o samba é fraco!

  • Avatar
    13/01/2013 13:01:53Carlos Eduardo MenezesMembro SRZD desde 10/07/2012

    A escola não cantou, a escola berrou o bamba. Bom demais

  • Avatar
    13/01/2013 12:32:06philMembro SRZD desde 19/01/2012

    A imperatriz estava linda ontem!! Com certeza, foi o melhor ensaio, até então. Mostrou que vem com força para o carnaval de 2013. A Cris Viana estava deslumbrante...que negra linda!!

  • Avatar
    13/01/2013 12:03:23Marcelo de JesusMembro SRZD desde 21/04/2009

    ESTIVE NA MARQUÃ?S EM TODOS OS ENSAIOS REALIZADOS ATÃ? AGORA E PELO QUE VI POR ENQUANTO O QUE MAIS ME AGRADOU FOI A UNIÃ?O DA ILHA, SEGUIDO DA IMPERATRIZ E MOCIDADE

  • Avatar
    13/01/2013 11:56:03Ernani PeixotoMembro SRZD desde 08/04/2009

    Cada vez estou mais convencido de que gostar de carnaval é uma doença, já diz minha querida mãe. Hoje você tem que ter mais quesitos para poder estar nele. Alem de gostar, você tem que ter amigo na liesa, ser periguete, ser amigo de alguém que não é nada fora, mais é tudo dentro.!!!! Ou ter aquela lábia de carioca malandro, e o pior, eles estão lá só para dar pinta ou fazer fofoca. A festa é literalmente festa, o negócio é dar pinta. Para você hoje assistir um ensaio técnico nas frisas é um trabalho de penetra profissional, se você não compuser todos os quesitos ditos mais acima, você estará passando algum tipo de constrangimento. As regras mudam a qualquer momento, você frequenta os ensaios dês do inicio, e prestigiando as escolas do grupo de acesso. Quando chega o dia das do grupo especial todos querem aparecer e dar pinta, e o que acontece? Eles começam a ditar regras proibindo aquelas pessoas que do início estavam prestigiando os ensaios, enfim isso é só uma pala porque na verdade tem muito mais. Deixo claro que não estou com dor de cotovelo e nem me sentindo diminuído, porque eu assisto desfile de escola de samba de qualquer lugar, como fiz me encaminhei para as arquibancadas, pois o carnaval no dia principal foi feito para isso, ver do alto, quem gosta de ficar cara a cara com desfilante, é aquele que gostam de ver gente que só ver por televisão ou para aparecer, pois dali você não tem a menor visão da plástica do desfile. Isso tudo me faz reavaliar todo o processo do carnaval do Rio, mas como a minha doença já completou trinta anos de carnaval passando pelo quesito desfilante, destaque, dono de atelier, até o poder máximo que é ser um julgador, eu não pretendo me curar. Na altura do campeonato uso esse espaço só para um desabafo. O que tenho que fazer é cada vez mais trabalhar naquilo que eu sei de melhor fazer, porque com dinheiro não tem barreiras nesse tipo de carnaval que fazem por ai.

  • Avatar
    13/01/2013 10:09:39Sol da meia-noiteMembro SRZD desde 09/04/2012

    E reina-se a hipocrisia, todo mundo sabe que o Cahê não coloca a mão para escolher um paetê para as alegorias, ficou tudo pelo encargos do Mário Monteiro e equipe, e estão sendo decoradas pelo Edvar da imperatriz e por um Assistente do Mário, e que estão 60 por cento prontas, ainda tem trabalho pela frente.Como que ele pode falar de algo que ele nem passa perto? Só desce para o barracão para dar entrevistas ou quando o Luizinho está lá. Enfim quem leva a fama não vai deitar na cama, justiça seja feita! Caô Xangô!

Comentar