SRZD


15/01/2013 17h06

Corpo de idoso que morreu após assalto é velado em SP
Redação SRZD

Foto: Reprodução de internetO corpo do representante comercial Aldo Borges, de 79 anos, que morreu após ser assaltado na Zona Leste de São Paulo, foi velado na tarde desta terça-feira. Borges tinha três filhos e morava sozinho.

Ele foi rendido por três assaltantes na segunda-feira e passou mal. Os criminosos o abordaram quando Borges ia para o escritório, por volta das 9h. Eles amararram o idoso e entraram na casa. Após a ação os assaltantes deixaram Aldo sozinho ainda amarrado. Um dos criminosos voltou à residência usando pertences da vítima para buscar um veículo usado na ação e acabou surpreendido pelos políciais.

Imagens de câmeras de segurança registraram toda a ação dos assaltantes, que ficaram em frente a casa do representante comercial aguardando o horário em que ele saísse para o trabalho, no escritório em frente à casa.

Por ser sempre pontual, os colegas de trabalho estranharam o atraso de Borges e avisaram à família, que chamou a polícia. Quando foi encontrado, Aldo estava amarrado e desmaiado. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital. Aldo Borges tinha problemas cardíacos e ficou muito nervoso durante o assalto.

Saiba mais:

- Idoso é assaltado, passa mal e morre em SP


Comentários
  • Avatar
    15/01/2013 17:14:52Nidia Jussara FdasilvaMembro SRZD desde 25/06/2012

    Para cada vítima desses vagabundos,as famílias deveriam acionar a Justiça contra o Estado para arcar com toda despesa de hospital,funeral e sequelas provenientes das agressões.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.