SRZD


16/01/2013 11h41

Vídeo: Leci Brandão fala sobre a legitimidade das rainhas de bateria
Raul Machado

Foto: DivulgaçãoNa semana em que será escolhida a corte do Carnaval de São Paulo de 2013, em evento programado para a noite da próxima quinta-feira no grande auditório do Parque Anhembi, Leci Brandão, comentarista e blogueira do SRZD aproveita que o assunto do momento é coroação para abordar como tema de seu vídeo-blog a legitimidade das rainhas de bateria das escolas de samba.

"Eu não tenho nada contra as rainhas de bateria famosas ou as chamadas celebridades que desfilam no Carnaval. A única coisa que eu defendo é oportunidade que as agremiações devem conceder as passistas das comunidades", afirma Leci.

Segundo a sambista, antigamente eram os ritmistas que escolhiam entre as mulheres com mais samba no pé, aquela que iria reinar diante das batucadas, afinal, elas já tinham uma ligação e uma identidade com as quadras de ensaios.

Com a evolução e as mudanças no Carnaval, tornou-se comum para as direções das entidades convidar pessoas que possuem visibilidade ou espaço na mídia para ocupar um lugar que até então, era destinado as anônimas que se tornavam rainhas durante os minutos dos desfiles oficiais.

"Sei de rainha que impede que as outras moças da escola desfilem ao seu lado. São atitudes egoístas que não combinam com a democracia proposta pela festa de momo", afirma.

Defensora das causas sociais não apenas no samba mas em vários segmentos, Leci Brandão faz questão de dizer que irá morrer defendendo a igualdade e deixa um recado aos comandantes das escolas.

"Espero que os presidentes e diretores das escolas passem a inserir quem é do pedaço para também usar daquele pedaço que vai ter holofote", finaliza.

Confira o vídeo na íntegra com o comentário:

- Conheça o blog de Leci Brandão no SRZD


Comentários
  • Avatar
    27/01/2013 14:01:59Henrique PauloMembro SRZD desde 03/01/2013

    Leci Brandão: fantástico..sem palavras...que bom que o SRZD abriu espaço pra gente que sabe tudo

  • Avatar
    23/01/2013 22:19:13KiaraMembro SRZD desde 20/11/2009

    Sinceramente não entendo essas pessoas que vem aqui criticar a escolha de rainhas de bateria famosas! Sendo que o "posto" quando surgiu na Mocidade em 1985, foi ocupado por Monique Evans, então modelo de sucesso na época! Depois vieram Luma, Brunet, Galisteu, Paes e agora Araújo e Sato! E assim deve ser, as lindas passistas que quiserem ocupar esse cargo, que procurem se tornar estrelas primeiro como fez Cris Vianna! Beijos a todos!

  • Avatar
    22/01/2013 19:29:52uanderson de aquinoMembro SRZD desde 04/12/2009

    Leci Brandão deve saber que na verdade o posto de Rainda de Bateria foi, digamos, institucionalizado com a Monique Evans, que foi a primeira rainha de bateria, com essa moneclatura, pela Mocidade Independente de Padre Miguel. Antes dela, nos anos 70 a passista Adele Fátima desfilou por muito tempo a frente da bateria da mesma Mocidade, e por isso e apontada por uns como a primeira rainda de bateria. Porem na epoca não se usava esse titulo " rainha de bateria". Por essa razão a primeira rainha de bateria da forma que vemos hoje foi ocupado por uma famosa, Monique Evans pela Mocidade Independente de Padre Miguel nos anos oitenta, que na epoca a escola queria colocar ali alguem para dar, principalmente animação. Depois dela outras famosas vieram, como a Luma de Oliveira e a Luiza Brunet. Ou seja esse cargo foi proposto com ideia de marketing para as escolas e por isso não e uma obrigação que seja alguem da comunidade, embora algumas prefiram assim, como o caso da Beija Flor que prefere que no posto de Rainda seja alguem da escola, assim foi durante muitos anos com a soninha capeta e agora a Raíssa.

  • Avatar
    16/01/2013 14:30:12Pedro Henrique Ferreira DamscenoMembro SRZD desde 06/03/2010

    Que Matéria espetacular da Leci Falando da Legitimidade das Rainhas é disso que o Samba precisa... sabias palavras da Leci... Acho que o Samba de São Paulo e Do Brasil Agradece por existir uma pessoa com esse Senso Parabéns Leci .... Uma pessoa como ela nos ajudaria muito com presidente da Liga e no desenvolvimento do Carnaval Sp

Comentar