SRZD


17/01/2013 19h14

Sensação de insegurança aumentou em São Paulo, diz pesquisa
Redação SRZD

Uma pesquisa realizada pela Rede Nossa São Paulo, mostrou que a sensação de insegurança entre os paulistanos sofreu aumento em 2012. Os Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município (Irbem) comprovaram que 91% da população acham pouco ou nada seguro viver em São Paulo.

A mesma pesquisa feita em 2001 mostrou que a percepção chegava a 89%. Entre os dias 24 de novembro e 8 de dezembro, foram entrevistados 1.512 pessoas.

Segundo o estudo, o que mais gera medo nos paulistanos é a violência em geral, seguido de assalto, roubo e sair à noite. A nota atribuída ao bem-estar na cidade atingida pela avaliação, que incluiu 169 itens, foi de 4,7 em uma escala de um a 10.

Os dados da pesquisa foram apresentados em um evento onde o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, estava presente. Segundo ele, a baixa nota deve-se a falta de comunicação no município.

"Quanto mais se explicar para as pessoas, mas se vai angariar apoio para as difíceis decisões que o dia a dia impõe", explicou ele, que acredita que a violência na cidade é gerada pela falta de equipamentos públicos.

*Com informações da Agência Brasil

Leia também:

- Motorista é assassinada em SP após bater em moto de criminosos


Veja mais sobre:São Paulo

Comentários
  • Avatar
    19/01/2013 11:37:13Nidia Jussara FdasilvaMembro SRZD desde 25/06/2012

    Enquanto não mudar esse código penal medíocre,vai continuar esse massacre.Tem que haver penas e punições duras e enérgicas que intimidem e neutralizem esses marginais,vagabundos e assassinos,que eles tenham ciência que serão mortos e se presos não terão direito a nada.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.