SRZD


22/01/2013 14h07

Namorado de grávida morta no subúrbio do Rio confessa o crime
Redação SRZD

Foto: Reprodução de TVO namorado de uma jovem, grávida de seis meses, que morreu enforcada dentro da própria casa no subúrbio do Rio de Janeiro, confessou, nesta segunda-feira, ser o autor do crime bárbaro.

O lanterneiro Raimundo Santana, de 20 anos, disse que foi avisado por um amigo que a mulher teria um amante e decidiu matá-la. "Esperei o momento certo. Saí do trabalho com raiva e ódio. Tinha muita raiva dela e dos pais dela", afirmou.

"Me arrependo muito do que fiz. Nem eu e nem ela queríamos essa filha. Perdi a cabeça. Agora é cumprir a pena. Sei que não vão aceitar, mas peço desculpas aos familiares dela", confessou o lanterneiro que ainda disse que batia em Camila Moraes da Silva, de 18 anos, e que já saiu do trabalho pensando em cometer o assassinato.

De acordo com o delegado assistente da Divisão de Homicídios (DH), Giniton Lages, Raimundo será acusado de homicídio triplamente qualificado por motivo fútil e pode pegar até 30 anos de prisão.

Leia também:

- Empresário atira e mata funcionário por acidente em Cabo Frio


Veja mais sobre:Rio de Janeiro

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.