SRZD



Cadu Zugliani

Cadu Zugliani

CARNAVAL. Jornalista, trabalha no Sportv há 7 anos e na TV Globo há 18. Compositor campeão da Mangueira em 2004, 2015 e 2016. Louco, amante, apaixonado por Carnaval, onde já fez de tudo um pouco, ou muito.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



25/01/2013 12h46

Ensaios cantantes na Sapucaí
Cadu Zugliani

Os ensaios não tem carros, nem fantasias, mas dizem muito sobre o que esperar dos desfiles, especialmente este ano, em que foram muito mais bem explorados pelas escolas. Este texto não pretende ser uma Bola de Cristal, mas aponta algumas evoluções e falhas que precisam ser destacadas.

Os ensaios da Vila e da Beija-Flor foram estupendos, funcionaram em tudo. No caso da Vila, o samba ajuda demais e o canto saiu leve, fácil e contagia. O samba da Beija-Flor, para mim, foi uma surpresa. Não esperava que contagiasse tanto. Já estamos acostumados com a comunidade que canta muito, mas o legal, desta vez, é que o samba atravessou a fronteira das grades da pista e, mesmo debaixo de chuva, ecoou numa grande cavalgada pela Sapucaí.

Também gostei demais do ensaio da Mocidade. com muito canto e uma comunidade mostrando que abraçou o samba. Achei boas e ousadas as paradinhas da turma do Andrezinho e sua bateria.

A Imperatriz foi super correta, mostrou arrumação, entrosamento e soltou a voz com elegância mostrando o valor do belo samba sobre o Pará.
Aliás, vale uma menção especial sobre o "quesito" canto. Praticamente todas as escolas mostraram uma evolução espetacular. Cheguei a citar isso, por exemplo, no comentário sobre a Grande Rio, que, há dois anos, fez um ensaio pífio e este ano cantou como nunca ví.

A Ilha, a Portela, a São Clemente e a Mangueira também não tiveram problemas neste ponto, mas destas, duas gigantes me chamaram a atenção por um lado negativo. Talvez influenciada pela experiência das duas baterias, a Mangueira passou desorganizada, deixando a desejar na arrumação da escola. Veio com guardiões no segundo casal em vez de proteger o primeiro que passou espremido na Comissão de Frente. Um imenso buraco se abriu no setor três, na hora da saída das baterias, um buraco tão grande que chegou até a cabine dos jurados. Nada que não possa ser arrumado até o desfile mas vale o alerta. Na Portela, o excelente samba não cresceu, "não passou as grades". Foi muito bem cantado pela comunidade, mas não ecoou na avenida. A bateria do mestre Nilo, que é espetacular, de uma qualidade invejável, apresenta um problema: o desenho dos tamborins, muito quebrado e cheio de viradas, que já tinha sido responsável por perda de alguns décimos no ano passado, embolou algumas vezes durante a passagem. Mas é outra coisa que dá para acertar até o desfile, pois o time de tamborins da Águia é excelente.

O Salgueiro passou mais morno, cantou, mas foi outro samba que não ecoou. Em compensação, a bateria de mestre Marcão foi a melhor entre todas nos ensaios técnicos.

Para mim, só a Inocentes destoou da turma das cantantes. A escola da baixada veio muito grande e de boca quase fechada. É grave se imaginarmos que ainda há uma leva de "turistas" para entrar neste conjunto. Mas a bateria foi um ponto fortíssimo. Como é bom ver o mestre Celinho de volta ao Grupo Especial, ao lado de mestre Washington e muito bem acompanhado por seus diretores, especialmente o Anderson, no tamborim. A cadência da Baixada mostrou ótimo andamento e swing.

Agora é esperar a Tijuca.


Veja mais sobre:Carnaval 2013

Comentários
  • Avatar
    29/01/2013 09:16:47Fabiano de Vila-ForteMembro SRZD desde 15/10/2009

    Não houve nada de errado com o canto dos componentes da Portela, tampouco não há nada de errado com o seu samba. O que houve foi o seguinte: alguém, que por INVEJA, não gosta do SAMBA da Portela, comentou que achou o samba rápido demais. Logo, vários "ESPECIALISTAS" em canto, que neste site há EM DEMASIA, começaram a repetir o comentário do primeiro "ESPECIALISTA EM CANTO de décima quinta categoria" acerca do SAMBAÃ?O da Majestade do Samba. Portanto, o que está havendo é INVEJA. Se as escolas dessa gentinha soubessem fazer samba-enredo de verdade, seria bem melhor para quem compra o CD. Eu, particularmente, só ouço os sambas de: Portela, Ilha, Vila, Imperatriz, Mangueira e Grande Rio. O LIXO restante, não ouço, não sacrifico meus tímpanos com essas PORCARIAS.

  • Avatar
    29/01/2013 01:01:11GutoMembro SRZD desde 30/01/2010

    Adoro o samba da Portela.....mas oq foi isso na avenida? Tao rápido que nem dava pra entender oq se falava..... Tenho receio que seja da mesma forma no dia do desfile.

  • Avatar
    28/01/2013 15:57:11Carlito BFMembro SRZD desde 09/02/2010

    Almir li teu texto. A Beija tem um excelente samba, já provou isto na avenida e o enredo pelo que eu sei está belíssimo, ricamente (em todos os sentidos) contado. Escrever que a Beija vai ficar fora do desfile das campeães e dar o campeonato para Portela.....é um pouco demais....chegar a ser fanatismo. Enfim....desejo boa sorte a sua escola....quem sabe ela consegue surpreender e........

  • Avatar
    28/01/2013 06:22:15Quinha da portelaMembro SRZD desde 28/01/2012

    Sem ironia concordo com o Bruno,esse foi o motivo da minha discursão com um cordenador de setor da Harmonia,eu estava como Harmonia de duas alas e quando consegui que os componentes cantassem num tom aonde não houvesse gritaria ele chegou gesticulando pedindo que fosse mais auto e eu lhe disse que estava bom,que não precisava gritar,ai começou a discurssão que irá para a pauta da reunião de terça-feira.O componente não precisa levar o samba aos berros como está sendo,não a garganta que aguente,ainda mais sem preparo.As escolas tem que rever certos conceitos do que é Harmonia:Ou o componente canta ou berra.Saudações Portelenses,Valeu.!!!

  • Avatar
    27/01/2013 15:44:45RogérioMembro SRZD desde 26/05/2009

    Se valessem empates hoje eu diria Beija-flor e Vila Campeãs do carnaval iria ser lindo, quanto a mangueira achei o pior ensaio quanta desorganização e até na musa do caldeirão eles erraram uma lastima, portela com um samba lindo desses nunca pensei que poderia passar desse jeito, Salgueiro me surpreendeu de forma positiva e galera da Inocentes para ficar no especial tem que cantar muito vamos acordar que ainda da tempo, quanto as outras apenas bons ensaios.

  • Avatar
    26/01/2013 15:54:51RichardMembro SRZD desde 22/12/2012

    vendo meu ingresso de seg.setor 3.por 250 reais.meu e mail e [email protected]

  • Avatar
    25/01/2013 21:50:12Bruno ImperatrizMembro SRZD desde 07/07/2011

    Enquanto ao canto a verdade seja dita...os diretos de Harmonia e de Ala estão obrigando a nós componentes a berrarmos o Samba nos ensaios...ontem no ensaio de rua da Imperatriz chegou um ponto que perdi minha voz ela sumiu,e os diretores cada vez mais querendo que os componentes gritassem cada vez mais...daqui a uns anos vão dar mega fones pros componentes desfilarem se continuar assim.

  • Avatar
    25/01/2013 21:50:11Bruno ImperatrizMembro SRZD desde 07/07/2011

    Enquanto ao canto a verdade seja dita...os diretos de Harmonia e de Ala estão obrigando a nós componentes a berrarmos o Samba nos ensaios...ontem no ensaio de rua da Imperatriz chegou um ponto que perdi minha voz ela sumiu,e os diretores cada vez mais querendo que os componentes gritassem cada vez mais...daqui a uns anos vão dar mega fones pros componentes desfilarem se continuar assim.

  • Avatar
    25/01/2013 17:34:48Mauro Lúcio de OliveiraMembro SRZD desde 30/09/2012

    Gostei do comentário, ele foi imparcial e é assim que deve agir a mídia. O comentarista de carnaval não pode desfazer de uma escola porque ela não ganha, porque fica entre as últimas ou porque não gosta desta ou daquela escola, a cada ano temos novidades, por exemplo a Unidos da Tijuca há pouco tempo é que está com este carnaval brilhante, mas isso pode mudar, só na passarela é que saberemos. Prof. Mauro - Mocidade de coração - São Mateus ES

  • Avatar
    25/01/2013 16:28:13OzMembro SRZD desde 11/10/2011

    O samba da Mocidade foi uma grata surpresa. Não esperava que pegasse tanto... e pegou. Mais uma prova de que desfile só se faz mesmo na Avenida. Outros ensaios impactantes: A Beija-Flor (apesar de sua eventual proximidade com Bolshoi, às vezes, dado o excesso de técnica) foi empolgantíssima, organizada, coesa; a Imperatriz defendeu bem o hino que mantém boa execução e a Vila: que escola!

  • Avatar
    25/01/2013 16:23:14OzMembro SRZD desde 11/10/2011

    O problema, na Portela, ao meu ver, não foi necessariamente o samba, mas a sua execução. Eu me pergunto: Por que Gilsinho ACELERA tanto? Por que canta com péssima dicção? Por que não nos deixa sequer respirar enquanto entoamos as palavras do samba atropeladamente? O mesmo aconteceu ano passado: o samba da Portela era belíssimo, maravilhoso de cantar - até metade do espetáculo. Depois se tornou enfadonho, devido à São Silvestre em que se tornou o andamento da marcha-enredo.

  • Avatar
    25/01/2013 14:28:03Cesar ZuluMembro SRZD desde 01/03/2011

    Tem sempre alguém para pôr defeitos aonde não tem, né? Quem assistiu o ensaio e esquece o gosto pessoal, sabe que a Beija-flor fez um ensaio perfeito. O que se viu ali foi um canto absurdo e pessoas de divertindo. ALGO QUE SÃ? CEGO NÃ?O VÃ?. O QUE A BATERIA FEZ NA HORA DA PARADINHA, mostra que estavam se divertindo. E quando chegava na parte do "Ã? o bonde que vai, carruagem que vem" e "sou puro sangue azul e branco", se acabavam; e se aquilo não é brincar, eu não sei o que é.

  • Avatar
    25/01/2013 13:04:24Daiv EickhoffMembro SRZD desde 20/11/2009

    Bem Cadu. Acho que os quesitos de Evolução e Harmonia não exigem que o componente passe se esgoelando na avenida e sem brincar carnaval, de fato. Foi o que a Beija Flor fez. Sem dúvidas, é o chão que mais canta, porém, me passou uma artificialidade que parecia querer encobrir uma obra que já nasceu errada. E que não me apareça alguém aqui dizendo que o cavalo narrar sua história em primeira pessoa é licença poética. Ao meu ver, a Vila Isabel foi espetacular em canto e emoção. A Mocidade e a Imperatriz foram gratas surpresas e tentam resgatar seus tempos de glória como nos anos 90. Até a Grande Rio surpreendeu positivamente com um samba que pra mim é muito meia boca. Da Portela já era de se esperar que o samba não funcionasse tão bem na avenida devido ao amontoado de palavras em parte do samba, mas ainda assim foi um bom ensaio. Quanto à Mangueira, vou ser curto e grosso: um dos piores ensaios deste ano. Se ainda existe algum mangueirense que não seja fanático, vai concordar comigo. Tem torcida, a plateia vibra, canta, mas o ensaio foi uma sucessão de erros. Agora, dizer que o ensaio do Salgueiro foi morno? Respeito sua crítica, mas não teve nada de morna a resposta das arquibancadas durante a passagem da Academia. E digo mais: junto da Imperatriz, foi a escola mais organizada na avenida. Um abraço!

Comentar