SRZD


13/02/2013 17h56

Festa no arraiá e na quadra: Vila é a grande campeã do Carnaval 2013!
Luana Freitas e Patrícia Raposo

"É a Vila, chão da poesia, celeiro de bamba". Com um "samba-poema", a Vila Isabel conquistou o tão esperado título. Em 2012, a escola saiu "mordida" com o terceiro lugar e levou mais um belo trabalho para a Avenida neste ano.

Com o enredo "A Vila canta o celeiro do mundo... Água no feijão que jeito mais um", a azul e branca arrancou aplausos, gritos e elogios da torcida e da crítica, já adiantando o resultado positivo que viria na quarta-feira de cinzas.

- Veja fotos da festa na quadra da campeã Vila Isabel

Apuração

A apuração foi tensa, mas os integrantes mostraram muita confiança desde o início. Torcedores na quadra vibravam a cada nota 10 que a escola recebia e gritava, balançava as bandeiras e pulava muito, tremendo a "casa" da azul e branca.

Tunico da Vila, um dos compositores do samba premiado da agremiação, acompanhou a apuração isolado na quadra, muito tenso, e quase foi embora, com receio de não aguentar tamanha emoção.

A disputa ficou entre Vila, Unidos da Tijuca e Beija-Flor. As duas últimas revezavam o segundo lugar durante a apuração.

Assista aos vídeos da comemoração da Vila Isabel:

- Integrantes da Vila comemoram o título engasgado

- Confira comemoração do título na quadra da Vila Isabel

- Casais da Vila Isabel se emocionam na festa do título

- Sabrina Sato curte título da Vila junto com comunidade

- É campeão! Wilsinho e Moisés Alves comemoram título da Vila

- Martinho e Tunico comentam sobre samba campeão da Vila Isabel

Assim como no desfile na Sapucaí, a quadra da Vila se transformou em um verdadeiro Arraiá e os torcedores não cansaram de comemorar o merecido título, conquistado pela última vez em 2006.

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Julinho e Rute, disse ao SRZD-Carnaval que a escola esperava a vitória, tendo em vista o belo desfile que levou para a Avenida, e   agradeceram pelo apoio e torcida. "A gente espera pelo título. A Vila fez por merecer", disse Rute. O casal ganhou quatro notas 10 dos jurados e não escondeu a alegria e a emoção após o resultado oficial.

A rainha de bateria da agremiação, Sabrina Sato foi muito requisitada na quadra e demonstrou ao SRZD-Carnaval toda sua felicidade por estar à frente da bateria vitoriosa. "A comunidade é fundamental. São essas pessoas que ajudam a dar certo. Estou muito feliz por participar desse momento vitorioso para a Vila Isabel", disse, sem disfarçar a alegria.

Desfile

O desfile da Vila Isabel, última a pisar na Sapucaí na segunda-feira de Carnaval, foi marcado pela alegria e vibração. O belo samba ajudou a escola a "deslizar" na Avenida. O público cantava em coro, saudava os desfilantes, e já gritava "é campeã".

- Vídeo: confira o compacto do desfile da Vila Isabel

Os componentes saíram do desfile muito emocionados e confiantes, já conscientes que a azul e branca ia conquistar uma boa colocação. E assim foi.

Fantasias bem elaboradas, alegorias que representavam bem o enredo, o arraiá da bateria. Todos esses elementos contribuíram para um grande desfile e transformaram a Avenida em uma verdadeira "fazenda".

Rosa Magalhães e toda a escola fizeram por merecer!

Leia mais sobre a vitória e o desfile da Vila Isabel:

- Torcida da Vila assiste apuração da quadra aos gritos de 'A campeã voltou'

- Tenso, Tunico da Vila acompanha apuração isolado na quadra

- Cantando o homem do campo, Vila encanta e fecha desfiles no Rio de Janeiro

- Wilsinho, presidente da Vila Isabel: ' Samba foi decisivo na apuração'

- Mestre Paulinho: 'Pode bater em mim, onde eu estou sou campeão'

- Tinga, intérprete da Vila Isabel: 'Solta o bicho!'

- 'O que importa é que ajudei no conjunto', diz coreógrafo da Vila

- Junior Schall, diretor de carnaval da Vila Isabel: 'temos o equilíbrio. Somos fortes em todos os setores'

- Mestre Paulinho: 'Mais uma estrela no peito'



Comentários
  • Avatar
    19/02/2013 10:00:50Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    João Paulinho... Rosa Magalhães disse ao bom dia Brasil que a escola é de samba, e não de belas artes. Então, a busca desenfreada pelo patrocínio deixa de ser necessária quando se entende como verdadeira essa afirmação. Esse ano a Vila foi patrocinada. Mas ano passado a escola de Noel não viu um centavo de Angola e fez aquele esplendoroso desfile. Nada substitiu o talento... nem mermo o dinheiro que só serve pra engalanar trambolhos que tentam justificar a "carnavalização" de enredos pífios e mequetrefes. Essa sua última análise é perfeita... "de maneira nenhuma desfiles chatos, enfadonhos, engessados, porque por mais que se busque dinheiro, a criatividade e o bom samba têm que prevalecer." Assino em baixo! Abracinhos

  • Avatar
    18/02/2013 19:43:28João PauloMembro SRZD desde 27/06/2011

    Mas claro que nós não queremos (eu pelo menos penso) de maneira nenhuma desfiles chatos, enfadonhos, engessados, porque por mais que se busque dinheiro, a criatividade e o bom samba têm que prevalecer. Não tem coisa pior do que assistir desfiles marcados demais, com a técnica sendo seguida a lá tipo ditadura militar disfarçada de carnaval em um desfile de escola de samba.

  • Avatar
    18/02/2013 19:24:54João PauloMembro SRZD desde 27/06/2011

    Continuando... Eu já venho defendendo isso a um certo tempo e vou continuar a defender, escola de samba que tem que se tornar uma verdadeira empresa, aliás, já são, porém não de forma oficial, as estruturas que as agremiações possuem é muitas das vezes maior que determinadas empresas dependendo de seu porte, porém o caminho pra trilhar essas vielas não é nada fácil, mas em minha humilde concepção hoje em dia essa trilha se faz preciso por causa do nível que o maior espetáculo da terra possui. Esse texto foi só um despertar crítico e reflexivo sobre essa questão tão pertinente e debatida no mundo do samba e fora dele. Quem tem sua opinião sobre o que foi exposto pode ficar a vontade por discordar, concordar, elogiar e criticar esse meu comentário, lembrando que o espaço aqui é democrático, mas quem preferir descer algum tipo de nível... Saiba que também estarei aqui aposto pra rebater esse tipo de comportamento.

  • Avatar
    18/02/2013 19:16:01João PauloMembro SRZD desde 27/06/2011

    Continuando... Mas e então é bom para uma escola de samba ter um patrocínio? Depende, como o patrocinador chega com o dinheiro, ele pensa que pode ditar todas as regras dentro de uma agremiação, são raras ás vezes que um patrocínio não faz tantas imposições ou até mesmo pega leve com aquela escola que ele está patrocinando. Um exemplo de imposição nesse carnaval aconteceu com o Salgueiro, a Caras impôs um setor, e o Sal querendo ou não teve que acatar. Um exemplo de falta de grana aconteceu com a Mocidade, com a escola sofrendo de escassez de cifrões o Louzada teve que se virar como pôde e se viu obrigado a aderir a contragosto a materiais alternativos, sim, a contragosto porque nenhum carnavalesco gosta de trabalhar e depender somente desse tipo de recurso, e o Louzada teve que substituir as caríssimas penas de faisões e todo material que dá muito luxo e requinte por garrafas petis, e canudinhos, só pra citar alguns, e por mais criatividade que o carnavalesco tenha pra driblar essas adversidades, a plástica da escola não tão boa, salve raras exceções. A verdade é que a pífia verba que a prefeitura cede para as agremiações e verba essa que muitas das vezes chega de forma tardia quando o carnaval já chegou a seu término, os shows nas quadras, as feijoadas e os outros eventos pra levantar $ $ $ $ $ pros cofres de uma agremiação já não sustentam um desfile na Sapucaí, e consequentemente o que se faz é recorrer a um patrocínio, e de vez em quando essa busca por recursos rendem enredos de um gosto tanto duvidoso como foi o da Porto da Pedra em 2012.

  • Avatar
    18/02/2013 15:41:31João PauloMembro SRZD desde 27/06/2011

    Minha querida e mais que estimada Dholores, e os outros amantes do samba assíduos que visitam essa página, vou tocar em assunto que gera muito digamos bafafá no meio carnavalesco, o tal do patrocínio, e porque vou tocar nesse assunto? Porque é importante que se faça uma análise do motivo pelo qual as agremiações hoje em dia buscam tanto um patrocínio, felizmente ou infelizmente, na ótica de cada um, esse tal de patrocínio acabou se tornando algo de fundamental importância dentro das agremiações. Os desfiles das escolas de samba na atualidade necessitam cada vez mais de grandeza (e não me refiro somente à grandeza de alegorias, fantasias, mas sim de um todo), luxo, exuberância e uma certa pitada de glamour. E para cumprir esses requisitos o $ $ $ $ $ acaba querendo ou não se tornando algo imprescindível. Nesse carnaval de 2013, tivemos 9 das 12 agremiações do Grupo Especial bancadas oficialmente por patrocínio, o que significa que 75% das escolas do Rio de Janeiro foram atrás de empresas pra turbinar o seu cofre, das 6 primeiras colocadas, 4 tiveram patrocínio forte, Vila, Beija, Tijuca e Sal, o que significa que 66,67% das agremiações campeãs necessitaram buscar grana de empresas para bancar seus respectivos desfiles, fora outras agremiações que sofreram com um calote do patrocinador, caso da Grande Rio, e fora aquelas que o dinheiro foi prometido mas que não chegou quase nada, caso da Mocidade Independente, e sem contar o dinheiro que ás vezes não chega de forma oficial. Mas enfim, porque diabos eu fiz toda essa ilustração? Pra dizer o quanto hoje se faz necessário e preciso dinheiro dentro de uma agremiação, seja com um patrocinador ou não, escolas que sofreram com falta de recursos acabaram apresentando graves e sérios problemas em muitos setores de que compõem uma escola de samba.

  • Avatar
    18/02/2013 14:53:03TedMembro SRZD desde 12/04/2012

    Qual a importância "cultural" de colocar a Ilha de Caras, numa alegoria?.... Eu mesmo nunca fui nessa ilha, e nem quero ir! .... Vila ganhou, por tratar a vida simples do povo, do homem do campo. ..... Beija-Flor, segunda colocada, por trazer um enredo que traz a história da humanidade, Cavalo tem história sim, e muita história!

  • Avatar
    18/02/2013 10:20:22Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    os mais mequetrefes tema-enredo já visto na avenida. Parabéns Vila, Salgueiro, Portela, Imperatriz, São Clemente, Ilha, Mangueira... todas, independente da colocação oficial cedida pelos pseudos jurados lie$ianos, fizeram excelentes carnavais. Craro, cada uma dentro de suas possibilidades.

  • Avatar
    18/02/2013 10:17:39Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Pois é meu querido americano... talvez seje uma questão de raciocínio mermo. Fama tem haver com comportamento humano, não tem nada haver com quadrúpedes, por exemplo. Salgueiro teve notas incompreensíveis em quesitos nos quais ela tava fodona. Alegoria foi uma delas. O diferencial do sal é que suas concepções prásticas são pertinentes com o tema. Já na BF, um setor inteiro falando de ciganos e a relação deles com cavalos... seria mermo necessário isso? Claro que não, como o quadrúpede metido a besta não dá argumentos, então a barra é forçada pra justificar a temática pífea com paisagens históricas ou culturais. O enTEDiado diz que o enredo do Sal foi o mais piniqueiro, isso porque Dona Regina teve coragem de dizê as cifras do seu carnaval. Já na BF... cala-te boca, né?! Ninguém sabe quanto custou aquele "carnaval" que você mermo afirma ter sido o mais bonito e luxuoso desde 2008. Isso deve ter custado um fortuna, hein? Quanto será que foi? Alguém ai sabe informar? Ã? tudo feito nas surdinas. Por isso que órgãos governamentais investigam a relação das escolas e o dinheiro desses patrocínios e principalmente das vergas públicas. Os bombeiros subairam no carro da Tijuca por causa dum principio de incêndio, não foi um desleixo da escola. Até mermo quando o abre alas parou no final do desfile a escola evoluiu bem porque as alas conseguiram passar por ele e o desfile continuou seu fluxo. A sua abriu um clarão medonho e mermo assim não foi penalizada. Houve momento, quando da desacropagem do carro, que a escola ficou com 9 alegorias na avenida, algo proibido pelo regulamento... e a punição? Agora, já que você axou hilário o carro do fotoshopping, o que falar do último carro da sua escola, hein? Com aquele cavalo saltando no alto tomando banho com aqueles chafarises? O que diabos era aquilo, hein? Uma cessão circence onde o astro principal era o cavalinho pocotó coiçador? Leite do PP e cavalo (cavalo é phoda) foram os ma

  • Avatar
    17/02/2013 14:17:57João PedroMembro SRZD desde 13/02/2013

    Voltando a falar dos beneficiados: em tese até acharia certo desconta pelo lustre apagado na Tijuca, mas sobre os bombeiros é aquela velha história: não dá pra saber com exatidão em qual parte aconteceu, e se era próximo dos jurados. Mas é aquela história... carnaval do RJ faz tempo que é dois pesos e duas medidas. Felizmente temos ditos campeonatos ao meu ver justos nos últimos anos, e claro, sempre tem aquele questionamento, foi assim com a Beija-Flor em 2011, com a Tijuca ano passado e até de vez enquanto lemos alguns por aí não achando justo o campeonato da Vila nesse 2013, mas nada que tenha relevância na minha humilde opinião.

  • Avatar
    17/02/2013 13:37:49TedMembro SRZD desde 12/04/2012

    Ah, não posso terminar sem dizer: li uma matéria no carnavalesco, em que o Monarco num programa de rádio, botou a boca no trombone, sobre as falcatruas da atual gestão da Portela.... Parabéns Monarco, você sim é um portelense de verdade!

  • Avatar
    17/02/2013 13:30:46TedMembro SRZD desde 12/04/2012

    Essa busca pela "Fama", é a mesma busca da saúde através do iogurte, feito pela Porto, ano passado! ....... Seria desmoralizante, ver uma Porto falar de iogurte, e ser rebaixada, e ver o Salgueiro no ano seguinte trazer o "enredo" Fama, e ser campeã ..... Por que apedrejar só a Porto? Só porque ela é uma escola pobre, de pequeno porte? .... Falou tanto em pinico, mas acabou gostando do enredo mais piniqueiro de todos, ....."Presente de grego, que grande ironia!" rsrsrrs............. Vai falar em beneficiamento? que bom, mas não vamos esquecer de citar, que esse ano os bombeiros estavam lá subindo na alegoria da Tijuca, e mesmo assim a Tijuca do "Paulinho"( sem contar em um dos lustres do abre-alas que quebrou, e estava apagado), mesmo assim teve notas altas em alegorias, e em outros quesitos. ... Agora, fala tanto em beneficiamento, mas o Salgueiro usou o "photoshopping", e ainda pegou um quinto lugar, imagine se fosse a São Clemente que fosse falar de "fama", alguém duvida, que ela teria que lutar pra não cair pro acesso?

  • Avatar
    16/02/2013 11:45:40Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    correrá atrás desse velha nova sedutora situação: A FAMA.

  • Avatar
    16/02/2013 11:45:09Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Ã? uma questão de leitura do enredo. Isso é pra poucos, mô bem. Ou então, a pessoa, de má vontade, não deseja ver a verdade escancarada em sua cara. Carnaval é a festa da irreverencia, da alegria, da inversão, da brincadeira. Sempre foi. Essa é sua origem. Diferente da BF que transformou a Sapucaí num rio de lágrimas e sangue em carnavais bem atuais, Salgueiro brincou com a CONDIÃ?Ã?O HUMANA DE BUSCAR A DESEJADA FAMA. Fama, um tema-enredo bem desenvolvido do início ao fim do desfile, fala de comportamento humano. Não fala de comportamento nem da história de um animal tão burro quanto uma porta. Quando se compara os enredos chego a me cagar de tanto rir. A raiva vem na quarta de cinzas, quando você ver um animal ganhar os louros e méritos, muito mais do que os baluartes salgueirenses, os primeiros famosos retratados pela academia já no seu abre-alas. O carro fotoshopping é auto expricativo. Ã? o shopping, lugar onde se compra ou se manda fazer um NARIZ igual ao de xuxa, uma boca igual ao de Angelina Joli, olhos iguais ao de Ana Paula Arozio... enfim, alguém se espelha no corpo de uma famoso e deseja reproduzir o mermo no seu. Além disso, as celebridade, principalmente os famosos instantâneos, procuram meios de se embelezarem pra ficarem mais bonito e assim figurar bem nas capas de revistas, nos sites ou no foco das câmeras. Fama esteve presente de maneira bela e bem reproduzida no Sal. Não era um conjunto de paisagens históricas retiradas de livros ou da internet, como fez a BF pra justificar um enredo sem argumento e pífio. Graças a Deus os Lages vão permanecer no Sal e continuarão a desenvolver enredos tão bons quanto esse, que foi aclamado pela mídia como no rol dos campeões. Agora, queria ver a BF ser a segunda escola do domingo, defendendo esses cavalinhos irracionais, como se daria. Parabéns Renato, Márcia e Regina. Cês carnavalizaram algo que pertence a nós, seres humanos que assim como ontem, hoje e sempre, correrá atrás

  • Avatar
    16/02/2013 11:27:09Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Quá quá quá quá... só rindo mermo pra tentar curar a ressaca de mais um carnaval encomendado. Como você pode condenar um desfile altamente bem desenvolvido, coerente com a temática do início ao fim, com um enredo sobre quadrúpedes irracionais feito de escravos pelo homem em terríveis batalhas? Como você, em sã consciência, pode afirmar que um enredo falando de cavalo (cavalo é fodinha!), que por não ter argumentos plausíveis pra se colocar nos setores e enche um deles com ciganos e mais ciganos sem uma interseção correlata entre o homenagiado e esse povo, pode se arvorar no direito de lascar o pau num desfile correto como o do sal, com alegorias limpas, linda, luxuosas e criativas? Só podia ser o povinho do mundo alucinógeno das Brancas de Neve mermo, né? A BF, como bem disse seu Fabiano um dia desses, pode falar do prego, produzido lá nos cafundós do Brasil, e o resultado todo mundo já sabe... estará sempre entre as seis melhores. E isso não é porque é competente não. A escola desfila com uma série de erros gritantes e incoerentes, mermo assim os juradinhos tem medo de tirar mais de dois décimos dessa escola. O que será que está por trás disso? Porque Vinícios de Morais não recebeu nota máxima dos jurados e um pangaré medito a besta recebeu? Como alguém pode, em sã consciência, julgar um quesito dessa maneira? Cada ano que se passa eu tenho uma certeza: o desfile das escolas de samba ultimamente tem donos. Não passa de um jogo de cartas marcadas e nós, que amamos o samba e não temos vendas nos olhos, é que somos os palhaços desse circo trambolhudo e ricamente decorado... porém sem graça nenhuma. LAMENTÁVEL... como diria minha ex-amiguinha Carmem Miranda.

  • Avatar
    16/02/2013 03:10:38wander luizMembro SRZD desde 30/01/2012

    O site carnavalesco já adiantou que os carnavalescos Roberto Szaniecki, Renato Lage e Paulos Barros renovaram com suas escolas atuais. Lousada não fica mais na mocidade. Abssss

Comentar