SRZD


17/02/2013 01h38

Desfile das Campeãs: Tijuca faz o público vibrar novamente com o Thor
Luana Freitas

A Unidos da Tijuca, que conquistou o terceiro lugar no Carnaval 2013, voltou a desfilar neste sábado, no dia das campeãs, no Sambódromo. A comissão de frente, coordenada pelos coreógrafos Priscila Motta e Rodrigo Negri, voltou a despertar a atenção do público, com o ilusionismo e o "Poderoso Thor".

- Fotos: confira imagens do desfile da Unidos da Tijuca

A escola tijucana retornou à Avenida com as fantasias e alegorias luxuosas e criativas, de autoria do canravalesco Paulo Barros, que despertou o ânimo de quem assistia. O carro Playmobil, uma das atrações do desfile, que trazia pessoas que escorregavam por um tobogã e mergulhavam em uma piscina redonda, fazendo estripolias, apresentou alguns problemas ainda na concentração, exalando muita fumaça.

As alegorias "humanas", característica do carnavalesco Paulo Barros voltaram a fazer sucesso e o público se animou com o que viu. O carro "Navio fantasma" foi um dos que mais chamou a atenção do público, com integrantes "medonhos", remetendo ao tema da alegoria.

A Pura Cadência, comandada pelo mestre Casagrande, mais uma vez, deu show e levantou os foliões com muitas paradonas. Os componentes, mesmo sem o acompanhamento dos instrumentos e do intérprete Bruno Ribas, continuou cantando forte o samba.

A estreante rainha de bateria Juliana Alves, que representou a "Inspiração musical", desfilou com muita simpatia e carisma, mostrando boa relação com o mestre e entrosamento com os ritmistas.

A agremiação conquistou dois troféus do Prêmio SRZD-Carnaval 2013 nos quesitos: melhor casal de mestre-sala e porta-bandeira (Marquinhos e Giovanna, que mostraram um lindo bailado representando "A dança encantada", e de "melhor momento do Grupo Especial", com a Ala do Automóvel, onde integrantes desfilavam com peças soltas de carros e em dado momento, se juntavam e formavam um carro em movimento.

A Unidos da Tijuca apresentou o enredo "Desceu num raio, é trovoada. O deus Thor pede passagem para mostrar nessa viagem a Alemanha encantada", de autoria do carnavalesco Paulo Barros.

Fotos: SRZD - Wilson Spiler



Comentários
  • Avatar
    27/02/2013 15:12:47João PedroMembro SRZD desde 13/02/2013

    Em todas as áreas da vida tiveram pessoas com mentes brilhantes, a frente do seu tempo, que geraram polemica e geraram critica de pseudo-cults. Foi assim com o Joãosinho 30, agora com PB e assim por diante. Não to fazendo comparação, até porque são profissionais originais e portanto diferentes, mas a reação que gerou nos sabichões foi o mesmo: espanto! Ainda bem que nenhum dos dois foi manipulado, e não deu ouvidos aos que preferem o carnaval monótono. Viva o PB!

  • Avatar
    27/02/2013 13:58:37Leandro SilveiraMembro SRZD desde 23/11/2011

    Duquesa e Joao Paulo, o livro e sensacional, faz com que todos nos, amantes do carnaval, tenhamos uma visao de tudo o que se passou ate hoje no mundo do carnaval, quando o mesmo era restrito apenas a Mangueira, Portela, Imperio Serrano e Salgueiro, e ai gracas aos inovadores Pamplona, J30, Rosa, F.Pinto, Arlindo Rodrigues, Lage, arrombaram a festa e como bem diz a Duquesa, quebraram o gesso, hoje Paulo Barros faz isso e e incompreendido, logico, afinal ele nasceu em nilopolis e nao atuou por la, senao seria genio, mas e compreensivel, voltando ao livro, o melhor e que sao textos independentes e pode ser lido sem uma sequencia ordenada, este livro nos faz entender coisas, como a criacao da Mocidade, o Porque das 11 estrelas no pavilhao da Imperatriz, a origem da paradinha, o porque da aposentadoria de Pinah, ou seja, leitura obrigatoria a quem ama carnaval, apesar de falar de "apenas" 3 agremiacoes...leiam e depois comentaremos...um abraco a todos e mais uma vez Paulinho, continue ARROMBANDO a festa, o carnaval agradece!!!!!!

  • Avatar
    27/02/2013 09:28:31Duquesa Dholores: o pau nobre que matou a cobraMembro SRZD desde 18/10/2010

    Perfeita análise e observação. Já tava pensando em ler esse livro agora vou devorar ele folha por folha. Viu só D. Maria? o mendingo Joãozinho beija-frô também ja teve seus dias cão.

  • Avatar
    27/02/2013 01:12:41João PauloMembro SRZD desde 27/06/2011

    Leandro Silveira, obrigado pelas informações e pelo grande suporte. E olha vou aqui compartilhar do seu pensamento porque ele está como diria minha avó supinpa, genial cara o que você escreveu: "Caro Joao Paulo, olha so que "coincidencia" encontrei no livro "As tres irmas, como um trio de penetras arrombou a festa" - "...Mas mito que e mito precisa passar por uma grande provacao. Acusaram-no de elitista, antinacionalista, alienado, violador das raizes do samba..." pag 22, titulo quem nao seguiu o menino Joaosinho Beija Flor?, e antes que me apedrejem, nao estou fazendo comparacoes, apenas demonstrando como todo genio e incompreendido fora da sua agremiacao....Salve Paulo Barros, continue sendo incompreendido para o bem do carnaval carioca!!!".

  • Avatar
    26/02/2013 23:37:15Leandro SilveiraMembro SRZD desde 23/11/2011

    Caro Joao Paulo, olha so que "coincidencia" encontrei no livro "As tres irmas, como um trio de penetras arrombou a festa" - "...Mas mito que e mito precisa passar por uma grande provacao. Acusaram-no de elitista, antinacionalista, alienado, violador das raizes do samba..." pag 22, titulo quem nao seguiu o menino Joaosinho Beija Flor?, e antes que me apedrejem, nao estou fazendo comparacoes, apenas demonstrando como todo genio e incompreendido fora da sua agremiacao....Salve Paulo Barros, continue sendo incompreendido para o bem do carnaval carioca!!!

  • Avatar
    26/02/2013 16:54:56João PauloMembro SRZD desde 27/06/2011

    A diferença entre minha pessoa e a sua é que eu analiso independente de qualquer coisa, não é só porque torço pela Tijuca que não reconheço algum erro seu. Em nenhum momento aqui eu agredi a agremiação Beija-Flor (escola pela qual tenho muito respeito e admiração) e muito menos a sua equipe de carnaval, e sabe por quê? Porque eu respeito às co-írmãs, respeito o trabalho realizado por qualquer pessoa ou grupo de pessoas independente do resultado, porque sei o quanto difícil é trabalhar dentro de um barracão de escola de samba, as adversidades que se encontram todo dia, os leões que tem que se matar. E mais uma vez digo: tenho muita pena de você.

  • Avatar
    26/02/2013 16:48:19João PauloMembro SRZD desde 27/06/2011

    Ai, meu Deus! Que peninha dessa criatura! Resolveu me chamar de Joanete Paulinha, olha, isso não me incomoda não, afinal de contas esse não é o nome que meus pais me deram, e outra, sou um cara livre de qualquer tipo de preconceito ou tentativa de tentar no mínimo me tirar do sério, isso não me incomoda e muito pior irrita. Meu caro deixa eu te dizer uma coisa: és tão ridículo, para e reflita, se não conseguir escreva cartas.

  • Avatar
    26/02/2013 09:05:22Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Abraços, querido.

  • Avatar
    25/02/2013 18:38:41João PedroMembro SRZD desde 13/02/2013

    Parabéns Duquesa pela clareza em levar os fatos, nada que dirão refutará os seus argumentos. De tal forma que não conseguirão ofuscar o talento de BF, essa que não está em questionamento. Os cães ladram e a caravana passa (não é o ditado do nosso amigo?), pois então, concordo... enquanto alguns pseudo-entendedores do samba criticam um trabalho inovador e que trouxe de volta muitos espectadores do carnaval - por ter tirado o evento do marasmo - PB deixa sua marca na história do RJ. Não há o que digam que mude isso! Sobre as sandizes que pulam aos olhos: Como alguém tem a audácia de dizer que a culpa da Viradouro entrar nessa crise é do PB? Prfvr, e mais, como minimizar a acedência da Tijuca usando como argumento a vice em 2011 e a terceira colocação agora? E ainda acham que estão no direito pra chamar alguém de alienado, manipulado etc etc ó coitado, tão cego de paixão por um pavilhão que não vê um palmo a frente do nariz kkkk Só uma coisa esclarecedora em relação a isso: no ranking da LIESA mesmo com o 5º lugar em 2008 e o 9º em 2009 a Tijuca esse ano assume a vice-colocação graças ao trabalho feito desde 2010, aliás, se tomarem como partida esse ano pra fazer comparações a escola do borel fica a frente principalmente da Beija-Flor. Já que os fatos só servem pra mais alucinações, peguem e lidem com os números agora, que não pode ser manipulados. Abraços

  • Avatar
    25/02/2013 10:15:40Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Bravo! Bravíssimo! João Paulo, aliás, pessoinha amável e bem eloquente de quem já me tornei fã. D. Maria, és uma comédia mermo. A todas as pessoas que ela encontra no caminho e que, segundo a avaliação dessa coroada ratazana, pode manter o mínimo de diálogo com ela (já que a vadia arrogante se axa a própria academia de letras em pessoa) logo começam os desfiles de adjetivos mais do que batidos: inveja, alucinado, figura esdrúxua (não sei nem que karaí é isso) etc. etc. etc. Essa tática, além de velha é completamente aversa a pessoas que realmente pautam pelo diálogo, que respeitam a opinião alheia, que sabem e querem ler bem interpretativamente a realidade dos fatos. Como abordei logo abaixo, como pode um torcedor feito esse cara (Amaury Limeira, foi assim que se apresentou aqui no início) tentar jogar bosta no Paulinho Barros por tudo quanto ele faz na avenida? Ora, se o cara se repete quando tenta fazê algo novo, ao menos ele se esforça pra retirar nossa festa do marasmo em que se encontra (se encotrava ainda mais antes de PB) graças principalmente ao desfiles mequetrefes maquiados de luxo realizado pela Beija-Grobo (adorei isso). A fórmula encontrada por essa escola inflacionou a festa. Rios de dinheiros são empregados na concepção de carnavais que, apesar do alto investimento, não apresenta nada de novo. Embora no regulamento da Lie$a exista pedidos aos jurados para que atentem ao contexto criativo de cada escola, a escola de Lalá nunca conseguiu surpreender com algo diferente, inovador e interessante. São sempre as mermas coisas: alegorias gigantescas, sobreposição de material, comissões de frente pífias com trambolhões sem nenhuma utilidade cênica.

  • Avatar
    25/02/2013 10:12:54Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Talvez seje a essas repetições crônicas de concepções cênicas e de enredos (vide a relação que fiz logo abaixo, que não é fruto de meus desvairios, mas a pura verdade apresentada por essa escola), que D. Maria I, vulgo Amaury Limeira, chame de â??essência do sambaâ?. Uma essência podre e mofada, né? Ninguém agüenta mais tanta mesmice. E pra piorar, a escola navega pelo norte dado pelo pinico financiador. Não importa de o enredo seje sobre cavalos, suínos, sabão (aquele enredo sobre banho na verdade era sobre o sabão, patrocinado pela Elida Guibs, indústria de sabonetes, shampoos etc), importante é ter um rio de verdinhas pra manter a ta â??essênciaâ? do samba forjado pela escola nilopolitana. O que esses caras não aceitam é que o novo sempre vem. Quando ele chega assusta, mas depois começa a ser aceito e, por fim, incomodar. Lembro que D. Maria tem desafetos entre mangueirenses (escola que rivalizou com a BF na década de 80), também entre gresilenses (Imperatriz era o calo no sapato da divindade piniqueira na década de 90), agora com os tijucanos são a bola da vez na visão idiotizada desse projeto mau acabado de crítico do samba (porque PB e Tijuca derrubaram o gesso que emoldurava nosso desfile tendo a BF como referência). Claro, mermo D. Maria não tendo pertencido a uma época mais remota, mermo assim ela rechaça torcedores portelenses porque nem mermo no passado, quando a BF era apenas um projeto de escola de samba, essa doisa aceita uma escola tida como superior ao pavilhão fanaticamente defendido por ela.

  • Avatar
    25/02/2013 10:12:27Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Viradouro. Paulo Barros realmente não foi muito bem por lá. Conseguiu um sexto lugar falando de jogos, colocação não tão ruim assim. Somente é de arrepiar, que ele arrepiou de tão ruim. Mais daí afirmar que Paulo afundou a Vira é coisa de uma cabeça esquisofrênica mermo. JP foi perfeito, o pobrema na Vira foi Lira, ex-presidente, que aceitou aquele engodo de México como enredo, contratou dois amadores pra carnavalesco e deu no que deu. E foi atrás do México por ouvir o canto da sereia piniqueira, pois já que conseguir grana dava margem a um super enredo luxuosamente desenvolvido, então porque não pinicar? O terrível desse enredos pinicados (nem todos, é claro) é que a grana que eles liberam dá pra maquiar com opulência a verdadeira essência deles. Em sã consciência nem sem din din pra trambolhar, nenhum presidente de escola de samba, nenhum carnavalesco carioca sugeririam esse tema como enredo. Mas, quando o dinheiro fala mais alto, não importa a essência, o envólocro decorado chama a atenção. Eu tenho serias restrições as concepções cênicas da comissão egipiciana, eles sim, são verdadeiros copistas de cenários históricos, paisagens etc. Quero ver como vão se virar pra elaborar cenários com um enredo sobre a televisão. Se erraram feio com RC, imagine quando falarem da televisão? Tudo ricamente decorado, o quê, em muitos contextos nem cabem ,por sobressair uma arte mais limpa, menos rebuscada, mais sofisticada até com elementos tecnológicos. Já imaginaram os aparehos de TV todos ricamente decorados com pedras, plumas, tossais, espelhos etc? Ã? assim que trata os cenários alegóricos essa comissão insossa.

  • Avatar
    25/02/2013 10:12:02Duquesa Dholores: a nobresa da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Parabéns João Paulo por sua escola. Pela coragem dela em mudar, quebrar o gesso, investir em criatividade, em ousadia, inovações... merm que errem. Não tem pobrema, importante é sempre tentar como fez Thomas Jefferson, somente na milésima vez ele conseguiu descobrir como funcionaria uma lâmpada... e ocê axa que ele desprezou as 999 tentativas? Que nada, Thomas disse que essas foram 999 maneiras de como não fazê uma lâmpada. PB já contribuiu muito pra nossa festa voltar a despertar o interesse do povão. Coisa que as plumas e paetês sozinhas não conseguem mais. Apenas lamento que a Tijuca tenha entrado nessa onda piniqueira e tenha engessado o Paulinho com suas idéias mirabolantes. Até nisso o pinico é phoda. Pra quem não tem criatividade, ele proporciona um mar de materiais caros pra maquiar mulambos, pra quem tem criatividade ele trava, torna preso, refém de temas que são atentados ao bom senso bamba. Por isso que o povo, por não ter papas na língua, não precisa soltar o verbo pra se fazê ouvir, é só dá uma salva de vaias como fez em 2011 uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu uuuuuuuuuuuuuuuuuuuu! Algo nunca visto antes na história dos desfiles das campeãs das escolas de samba. A quem axa que o povo não pensa, mas o povo pensa!!!!!

  • Avatar
    25/02/2013 00:01:21João PedroMembro SRZD desde 13/02/2013

    Você como torcedor da Beija quer ainda defender a essência do samba? mesmo com esses desfiles mornos e pautados apenas no luxo no qual sua escola faz? Por favor, é o suxo falando do mal lavado. BF sempre vem com o mais do mesmo, só muda a cor das penas e os trambolhos das fantasias como já disse anteriormente. Vem usar dois pesos e duas medidas e ainda fala de alienação? PB tem seu jeito de fazer carnaval, diferente da tua tão querida Nilópolis, engessada e sem graça. Sobre as colocações em 2011 e agora: segundo e terceiro lugares respectivamente, posições de destaque levando em conta que a Tijuca teve sua ascensão a poucos anos, e só pra lembrar que em 2011 quem ganhou foi o rei e todos sabemos, sobre a Viradouro o problema é na diretoria, não sejamos sonsos, e que se não fosse por isso na troca de carnavalesco ela não tinha caido e não estaria no acesso agora, não vamos manipular os dados amigo. Infelizmente não dá pra manter um assunto cordial e dentro da realidade com o senhor. Apenas engula e lide com os fatos, e não se deixe manipular por um amor tão compulsivo e fora de medida. Siga ai defendendo seu pavilhão, mas nos poupe e modere nas alucinações, abraço! Viva a Tijuca e PB (:

  • Avatar
    24/02/2013 16:15:51Beija SempreMembro SRZD desde 20/01/2013

    João, quem é um alienado feito você pra falar de mais do mesmo? Um cara que ratifica às sandices do Paulo Barros quer criticar o que? Criticar quem? Meu camarada, quando você conseguir entender um pouquinho do que verdadeiramente vem a ser a essência de um desfile de escola de samba, aí a gente conversa. Se você se pauta em Dolores (que, coitada, é somente uma figura esdrúxula e cômica desse espaço, além de muito cheia de inveja da competência da Beija) você nos da a prova de que você é só mais um falastrão, um alienado da trupe Paulo Barros. Aposto que você acha inovador um monte de marmanjos estatizados durante o desfile. Aposto que acha lindo um componente se atirando num buraco fantasiado de Thor (isso pra você é inovação?). Aposto que aplaude as pessoas passando mal por terem sido colocadas dentro de fantasias toscas que só lhes permitem mexer os olhos. E que tal as rampas e gangorras de todos os anos? São novidades nos carnavais do Paulo Barros? Quem é mesmo que traz sempre mais do mesmo? Bem, ao que parece, é claro que você deve achar tudo isso inovador (kkkkkkk). Nem poderia ser diferente! Quem nunca foi, se quer, a São Paulo acha Nova Iguaçu um cidade magnífica, pois, não sabe, não conhece o que verdadeiramente é belo e relevante.

Comentar