SRZD


02/04/2013 17h25

Paulo Menezes é da Mocidade
Redação SRZD

foto:reprodução de internetA Mocidade Independente de Padre Miguel, que ficou em 11º lugar em 2013 com a apresentação do enredo "Eu vou de Mocidade com samba e Rock in Rio, por um mundo melhor", contratou o carnavalesco Paulo Menezes para trabalhar na temporada do Carnaval de 2014.

Nos últimos dois Carnavais, Paulo desenvolveu os enredos "E o Povo na Rua Cantando. É Feito uma Reza, um Ritual" e "Madureira... Onde o meu Coração se Deixou Levar" que deram à Portela o 6º e o 7º lugar, respectivamente.

Leia também:

- Dudu Nobre voltará a compor samba para a Mocidade


Veja mais sobre:MocidadeCarnaval 2014

Comentários
  • Avatar
    01/05/2013 00:14:57saradinho de p.miguelMembro SRZD desde 07/04/2009

    Fala sério, estão de sacanagem! Ã? fraquinho fraquinho, mas como só sobrou isso, fazer oquê, a Rosa está doidona, é malucona mas, seria uma ótima opção. Será mais 1 ano de sofrimento, antes brigava-mos por título, e agora brigamos para voltar-mos ao desfile das Campeãs, é mole isso, tá feia as coisas. Rumo ao grupo B, vamos que vamos ladeira abaixo.

  • Avatar
    14/04/2013 16:38:49CarnafutMembro SRZD desde 20/04/2009

    Eu adoraria ver a Mocidade, na LIERJ, em 2015? mas como ela protegida da dona LIE$A, dificilmente ela cair. mais se continuar como tá? em 2016 ela estará lá. pois não acredito muito no seu descenso, quem cairá mesmo e a Império da Tijuca, com um enredo cópia do Salgueirão 2009.

  • Avatar
    10/04/2013 09:32:20Duquesa Dholores: a nobreza da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Como eu sempre lhe disse, mô bem, ao menos os famosos que saem na revista caras, e os famosos registrados pelos anais da história, são pessoas de corpo e alma com alguma coisa pra falar ou mostrar... não relincham!

  • Avatar
    09/04/2013 17:36:10TedMembro SRZD desde 12/04/2012

    Ter um enredo mais mequetrefe, do que falar da Revista Caras e a da sua "Fama"? Difícil, ...bem difícil.

  • Avatar
    09/04/2013 09:55:11Duquesa Dholores: a nobreza da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    PS... D. Maria: VTC!

  • Avatar
    09/04/2013 09:47:28Duquesa Dholores: a nobreza da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Bem... como o nobre (eu vou incruir ele na lista dos nobres comentaristas porque tem sempre mim trato com elegança, embora discorde de eu em alguns pontos... normal, isso é democracia, e não uma monarquia aonde as majestades do tipo dona Maria axa que tem o rei na barriga e só ela é a detentora das "verdades".) comentarista Marcelo BF insiste em tratar eu bem, com delicadeza a nobreza que mim é devida, vou tratar ocê da merma forma. No passado quase tive um romance virtual com outro beija fror, era Carlito Miranda, esse mora nos estaites e depois ejoou de eu mim mandando tomar no ... e aí já viu, né? Pois bem... vou responder a sua pergunta: não tenho absolutamente nada contra a INSTITUIÃ?Ã?O BF. Pra eu, ao contrário dos fanáticos beijaflorianos como a rainha arrombada dos cavalos de Zezé (D. Maria e cia), a Bf é uma escola igual as outras. Nem mais, nem menos! Segue os mermos princípios que as demais. Tem sim um diferencial fodástico que é sua comunidade. Então, já que tem a comunidade em suas mãos, um elemento forte e relevante para um desfile, mim pergunto por que não consegue emplacar um enredo criativamente autoral, que desperte o inconsciente coletivo, que marque uma época e entre pra história como mais uma página antológica dessa festa maravilhosa? Não fará (ao menos por enquanto) porque criou e cultivou um sistema fuderosamente comercial de implementação de enredos piniqueiros (comerciais) com intuito de fazer carnavais babilônicos (gigantescos). Ao instituir essa prática nefasta para o carnaval, a BF obrigou as demais escolas a também pinicar.

  • Avatar
    09/04/2013 09:46:15Duquesa Dholores: a nobreza da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    O fruto da pinicaria são as imensas alegorias cheias de penduricalhos. Trambolhos ricamente decorados gerando um lixo visual incompreensível pra quem observa ao longe. Eu chamo esse padrão estético desmedido de síndrome do mausoléu, ou seje, como não existe nenhuma essência digna dum enredo interessante, colocam uma série de paisagens ricamente decoradas só pra ostentar, mostrar poderio econômico... só isso, porque a criatividade é engessada pelo enredo mequetrefe. No mausoléu é assim... por fora, lindo, cheio de cerâmicas trabalhadas, curvas barrocas, imagens de anjos, santos etc... por dentro só ossos ressequidos. Ou seja, carniça pura! Exemplo disso é o último carnaval da Pinica. Falar de cavalo foi a coisa mais mequetrefe que já vi na avenida, juntamente com o iogurte. Mas BF é uma escola que está acima do bem e do mal. Pode cometer erros em vários quesitos, os décimos tirados são depois descartados e a escola consegue ficar entre as postulantes ao caneco. Ã? uma injustiça. No abre-alas desse ano, que era uma paisagem primitiva, tinha penas de FAISÃ?O plantadas em vários pontos do carro. Um cenógrafo como Lage, Rosa, João e outros do mitier, jamais conceberiam uma bobagem dessas. O que danado aquelas penas simbolizavam? O luxo duma era primitiva? Ora, que nada, era ostentação por ostentação. Coisa típica do amadorismo. As dimensões de alguns elementos dos carros se perdem, não são compatíveis com a estética restante. Deveriam perder décimos e mais décimos.

  • Avatar
    09/04/2013 09:45:04Duquesa Dholores: a nobreza da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Existe também um excesso de penduricalhos que dificultam a leitura, principalmente para quem está a distância. Exemplo disso foi o carro dos ciganos, bonito sim, mais fora do propósito do enredo porque ciganos não adoram cavalos nem nunca os consideraram um animal sagrado. Apenas se utilizaram ou utilizam eles como todas as civilizações se utilizaram. Então porque um setor inteiro, incluindo aí as baianas, fazendo referencia a esse povo? Ora, o cenário cigano é rico, bonito, místico, colorido, como o enredo era limitado, então escolheram esse cenário para compor com trambolhação mais um setor. Outro exemplo vai ser o novo enredo sobre o sapo-Boni, ora, antes se falava na história da televisão brasileira. Agora, se fala na história da comunicação mundial. Ã? bem mais fácil construir grandes alegorias com cenários de civilizações e seus métodos de se comunicar. Até chegar ao Brasil com três ou quatro setores, e o sapo finalizando tudo como o iluminado que tranformou a comunicação brasileira num espetáculo alienante e imbecilóide (vide o BBB dirigido pelo girininho Boninho). Ou seje... mais um carnaval caça níquel, volumetricamente trambolhudo, engessado, sem criatividade e midiático. A BF conseguiu convencer grande parcela dos juradinhos liesianos que esse estilo é mais viável, interessante, carnavalizável. Tudo pode ser carnavalizado, desde que renda muitas verdinhas pra escola. A escola tornou-se refém dela merma. Não consegue mais desenvolver um enredo digno, culturalmente plausível, inovador nas formas, no conteúdo, sobretudo.

  • Avatar
    09/04/2013 09:44:30Duquesa Dholores: a nobreza da favela em pessoa!Membro SRZD desde 18/10/2010

    Demais escolas se viram na obrigação de copiar. Isso gerou um inflacionamento do carnaval. Por isso eu glorifico o Barros, que, com garrafas pet, canudinhos de refri, tampinhas, panelas, carcaça de fusca e outros materiais alternativos, dentre eles o próprio corpo humano, conseguiu furar esse bloqueio e mostrar que carnaval pode ser conquistado pela criatividade. Pena que a própria Tijuca resolveu engessar o Paulo ao entrar nessa furada que é a pinicaria. Os desfiles, com esses enredos comerciais, se tornaram chatos pra Karai. São enfadonhos, engessados, limitados, interferem no samba que perderam em qualidade. Cada setor perde um pouco com esses show de mequetrefismo. Tudo isso liderado pela BF, que não dá um passo em direção a busca de novos enredos se não for com o pinico na mão. Abriu mão da criatividade pra ostentar seu poder econômico oriundo do comercial que pretende apresentar na Sapucaí a cada carnaval. Há quem goste desse modelo, desse estilo tranbolhudo e inflacionário de fazê carnaval fudendo as escolas de menor porte. Eu não gosto. Aponto a BF como fiel representate dessa prática nefasta que terá (em verdade já tem) conseqüências fuderosamente enkaraiadas pro nosso carnaval. Sambas de enredo, por exemplo, não conseguem mais sair das prateleiras das loja. Quem vai querer colocar em seu aparelho de som uma música falando do creme dental, ou dermacyde alvejante de xereca, ou quem sabe dos supositório soca-soca, ou até mermo das giletes Tabica... aquela que arranca o couro e os penteios fica? Né phoda? Abracinhos pra ocê.

  • Avatar
    08/04/2013 17:27:19FelipeMembro SRZD desde 04/02/2011

    Marcelo Beija-Flor, mandou muito... kkk! Mas acho que não entenderam... rss!

  • Avatar
    07/04/2013 19:25:48Marcelo Beija FlôrMembro SRZD desde 25/02/2013

    Eu não me lembro de ter visto alguma fantasia de "LIBÃ?LULA,PAVÃ?O,VE/A/DO CAMPEIRO" ou alguma coisa do gênero no desfile no desfile da Mocidade quando ela desfilou com o enredo ziriguidum 2001?Bem,se ela reeditar, vão ter que criar uma.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Avatar
    07/04/2013 16:53:00Bruno ImperatrizMembro SRZD desde 07/07/2011

    Se a Mocidade Reeditar Ziriguidum 2001 e não cair no dia do desfile da Imperatriz até eu vou comprar uma fantasia e desfilar na mocidade...Enquanto Rosa Magalhães PAREM DE SONHAR PESSOAS DAS OUTRAS ESCOLAS...Ela já está na Imperatriz a muito tempo desde a carta de demissão só não foi ainda divulgado pra vcs...todos que desfilam na Imperatriz e conhecem as pessoas da Diretoria já sabem a séculos disso então parem de sonhar.............

  • Avatar
    07/04/2013 16:52:54Bruno ImperatrizMembro SRZD desde 07/07/2011

    Se a Mocidade Reeditar Ziriguidum 2001 e não cair no dia do desfile da Imperatriz até eu vou comprar uma fantasia e desfilar na mocidade...Enquanto Rosa Magalhães PAREM DE SONHAR PESSOAS DAS OUTRAS ESCOLAS...Ela já está na Imperatriz a muito tempo desde a carta de demissão só não foi ainda divulgado pra vcs...todos que desfilam na Imperatriz e conhecem as pessoas da Diretoria já sabem a séculos disso então parem de sonhar.............

  • Avatar
    06/04/2013 22:28:13Luiz RosaMembro SRZD desde 07/04/2009

    Acho que a Duquesa Dolores até tem razão em alguma parte do seu comentário, mas quando fala do carnavalesco Alexandre Louzada, sinto lhe dizer que vc está desinformada, este grande profissional foi campeão na Mangueira na vila Izabel e recentemente em São Paulo.

  • Avatar
    05/04/2013 21:43:17uanderson de aquinoMembro SRZD desde 04/12/2009

    Fala serio! a Mocidade esta realmente indo ladeira abaixo, depois de ficar em penultimo lugar, e ter que abrir o carnaval do ano que vem, a Mocidade tinha obrigação de trazer um grande nome que pudesse segurar a escola, ja que abrir carnaval e dificil, ainda mais para uma escola que esta capenga como e o caso da Mocidade, ai o que eles fazem? trazem essa carnavalesco. O carnavalesco pode ate não fazer milagres, mas quando tem talento como, uma Rosa Magalhães, Renato Laje, conseguem tirar leite da pedra, agora esse carnavalesco ai e muito fraco, o carnaval da Portela desse ano, e principalmente do ano passado com aquela total falta de criatividade mostra isso. Parabens Mocidade, rumo a Lierj 2015!

Comentar