SRZD


07/04/2013 09h54

Maduro afirma ser alvo de conspiração de diplomatas dos EUA
Redação SRZD

Foto: DivulgaçãoO presidente interino da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou neste sábado ser alvo de uma conspiração que pretende assassiná-lo. Candidato às eleições presidenciais, Maduro declarou que os ex-embaixadores norte-americanos Roger Noriega e Otto Reich e a "direita salvadorenha" estariam planejando sua morte e uma sabotagem da rede elétrica do país, antes das eleições de 14 de abril.

"O objetivo é matar, eles querem me matar porque sabem que não podem vencer eleições livres. Por trás disto estão as mãos de Roger Noriega e Otto Reich, e está a direita salvadorenha que enviou criminosos pagos por eles para me assassinar", disse o candidato durante um compromisso eleitoral, coberto pelo canal estatal VTV.

Maduro afirmou ter uma gravação de uma reunião em que uma funcionária da embaixada americana em Caracas e um dirigente do Partido Justiça - de que faz parte o candidato da oposição Henrique Capriles - planejariam uma sabotagem ao sistema elétrico da Venezuela.

"Assim, denuncio ao mundo e peço ao povo alerta máximo", afirmou no comício no estado de Bolívar (sul).

As eleições

Foto: DivulgaçãoO representante do governo é o atual presidente interino, Nicolás Maduro, do Partido Socialista Unido da Venezuela. Maduro foi vice de Chávez durante os últimos governos, e foi indicado pelo ex-presidente antes de sua morte. Seu favoritismo na disputa reside na representação de uma continuidade das ideias chavistas.

Henrique Capriles, apesar de ter sido derrotado por Chávez por larga diferença na última eleição, conseguiu os melhores índices da oposição na história, com 6,5 milhões de votos obtidos. Por isso, em meio à perda de Chávez e sua figura de líder político, a oposição deposita todas as fichas em seu candidato.

Leia também:

- Vazamento de água radioativa pode ter acontecido no Japão


Veja mais sobre:Venezuela

Comentários
  • Avatar
    08/04/2013 23:37:23. . . continuaçãoAnônimo

    O sistema eleitoral não está blindado por um motivo muito simples : A verificação do funcionamento dos algorítmos (lógica interna da caixa preta) é feita antes e depois das eleições. Todavia não se verifica o funcionamento do algorítmo durante o dia da eleição. Isso deixa uma falha no sistema, uma vez que o algorítmo que processa os votos reais pode conter um desvio (IF) baseado na data e horário do dia e horário da eleição onde : se data = 14/04/2013 e hora = (intervalo de tempo da votação) então voto será computado conforme uma tabela pré-determinada para favorecer determinado candidato. Isso posto, o resultado da eleição poderá fàcilmente ser determinado (à priori) dentro da mais correta ordem institucional.

  • Avatar
    08/04/2013 23:33:04ObservadorAnônimo

    The electoral system is not shielded by a very simple reason: The operation check of algorithms (internal logic of the black box) is made before and after the elections. However there is no operation of the algorithm during the election day. That leaves a flaw in the system, since the algorithm that processes the actual votes may contain a detour (IF) based on the date and time of day and time of the election where: if date = 14/04/2013 & time = (interval time of the vote) then vote will be counted as a table predetermined to favor a particular candidate. That said, the election results can be easily determined (a priori) within the most correct institutional order. El sistema electoral no está protegido por una razón muy simple: la comprobación del funcionamiento de los algoritmos (lógica interna de la caja de negro) se hace antes y después de las elecciones. Sin embargo, no se realiza ninguna operación del algoritmo durante la jornada electoral. Eso deja a una falla en el sistema, ya que el algoritmo que procesa los votos reales pueden contener un desvío (SI), basado en la fecha y la hora del día y la hora de la elección en la que: si la fecha = 14/04/2013 & hora = (intervalo momento de la votación), entonces voto será contado como una tabla predeterminada para favorecer a un candidato en particular. Dicho esto, los resultados de la elección se puede determinar fácilmente (a priori) dentro del orden institucional más correcta. O sistema eleitoral não está blindado por um motivo muito simples : A verificação do funcionamento dos algorítmos (lógica interna da caixa preta) é feita antes e depois das eleições. Todavia não se verifica o funcionamento do algorítmo durante o dia da eleição. Isso deixa uma falha no sistema, uma vez que o algorítmo que processa os votos reais pode conter um desvio (IF) baseado na data e horário do dia e horário da eleição onde : se data = 14/04/2013 e hora = (intervalo de tempo da votação) então voto

  • Avatar
    08/04/2013 21:02:55Pincha FogoAnônimo

    Um cara que diz que recebeu o espirito (maligno) do hugo chaves junto com JESUS CRISTO e o abençôou, TEM MAIS Ã? QUE MORRER MESMO!!!!!!. Chega de DEMENTES NO PODER, ja não basta no irã e na coréia do norte.

  • Avatar
    07/04/2013 17:18:37Para Giovani Adolfo OliveiraAnônimo

    Na Venezuela, de há muito, o joio já foi separado do trigo, os bodes das ovelhas, o trigo alí é Nicolas Maduro, e os caprinos o povo venezuelano saberá o que fazer com eles.

  • Avatar
    07/04/2013 17:12:56Para Marcos SchieflerAnônimo

    Gostaria que voce visse no YOU TUBE o vídeo sobre os ASSASSINOS ECONOMICOS.

  • Avatar
    07/04/2013 17:04:48Assassinos econômicosAnônimo

    Assassinos econômicos, de acordo com o autor, são profissionais altamente remunerados cujo trabalho é lesar países ao redor do mundo em golpes de trilhões de dólares. [editar] Modus operandi Os assassinos econômicos atuariam manipulando recursos financeiros do Banco Mundial, da Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional (USAID), além de outras organizações internacionais e estadunidenses. Através de empréstimos, eles canalizariam verbas de países para grandes corporações e famílias abastadas que controlam grandes fontes de recursos naturais. Perkins afirma que seus instrumentos de trabalho incluem relatórios financeiros adulterados, pleitos eleitorais fraudulentos, extorsão, sexo e assassinato. Um assassino econômico seria um empregado do imperialismo nos tempos da globalização.

  • Avatar
    07/04/2013 12:43:44Marcos SchieflerAnônimo

    Basta o testemunho da Historia, para se verificar a politica intervencionista da dita potencia militar em todos os lugares que nao seguem seus interesses, sendo infindavel a relacao, como a morte de Getulio e a deposicao de Goulart no Brasil, a invasao do Iraque contra a ONU, a invasao permanente de Guantanamo, nao sendo assim impossivel o que alega Maduro. A carapuca cabe bem.

  • Avatar
    07/04/2013 11:27:45Giovani Adolfo OliveiraAnônimo

    Nicolás Maduro, que de maduro causa dúvidas, parece ter herdado de seu antecessor , Hugo Chaves uma enfermidade chamada "desconfiança total" em quem possa confrontá-lo em uma disputa eleitoral. Ora bolas, quando alguém se acha o único ser perfeito e com as melhores ideias, já há um forte indício de que alguma coisa está errada. Cabe ao eleitor, com inteligência e perspicácia separar o joio do trigo.

  • Avatar
    07/04/2013 11:00:01Uma Nova CulturaAnônimo

    Essa estratégia que sempre foi usada pelo império terrorista decadente de subornar, envenenar, matar presidentes, (Allende, Getúlio . . .) está já desmascarada e o povo, sabendo o modus operando deles, não deverá mais funcionar doravante. Todo império nasce, se desenvolve, atinge o apogeu, entra em crise e morre. Enquanto isso, uma nova cultura vem nascendo, à luz de suas desfolhadas árvores, para substituir aquele império decadente. Eis aí senhores, o que preconizou o físico moderno Fritjof Kapra, em seu livro : O Ponto de Mutação. Enquanto esse velho império está a ruir uma Nova Cultura ilumina o horizonte de todas as Nações, e Deus se lembrou dos oprimidos para enxugar de seus olhos toda a lágrima.

  • Avatar
    07/04/2013 10:40:21DedéAnônimo

    Ã? isso mesmo Maduro, denuncie estes fantoches democratas chamados americanos e seus asseclas assassinaos e déspotas espalhados mundo afora. Viva a Venezuela, Viva os pobres. Viva Chaves e suas idéias. Vença Maduro a mídia eletrônica, impressa e televisa.

  • Avatar
    07/04/2013 10:27:11jalvesAnônimo

    Vai ser (DURO) aguentar (MADURO) Chaves foi mas ensinou ,eo povo apanham e nao aprende,e igual ai ta ficando,ESTAO TREINADO PARA PERPETUAR A QUADRILHA DO LULA

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.