SRZD


20/04/2013 09h00

Bangu: o épico time de 85 que não foi campeão brasileiro por um detalhe
Redação SRZD

Foto: Revista PlacarO SRZD não vai relembrar um título neste sábado na Série "Recordando Gigantes". Mas, vai recordar uma campanha épica que por muito pouco não consagrou o Bangu campeão brasileiro. O ano era 1985, e o time de Moça Bonita disputava mais uma temporada da competição nacional. Se no ano anterior tinha sido apenas figurante, dessa vez, o Gigante da Zona Oeste foi protagonista. A equipe chegou até a final, mas perdeu o caneco para o Coritiba na disputa por pênaltis. Para falar do assunto, entrevistamos um dos zagueiros do clube na época, Márcio Nunes.

Sem esconder a emoção, o ex-defensor lamentou a não conquista da taça. Porém, ao mesmo tempo, demonstrou orgulho de ter participado de um elenco que vai ficar eternamente na memória do torcedor que acompanhou essa trajetória.

"Fico triste, pois lutei muito pela conquista daquele título. Mas, também fico alegre por ter chegado na decisão de um Campeonato Brasileiro. É minha maior alegria no futebol fazer parte dessa história. Não ganhamos, mas tenho muito orgulho de ter lutado até o fim", declarou.

Na primeira fase, o Alvirrubro passeou diante dos seus adversários. Foram 14 vitórias, cinco empates e apenas três derrotas. A equipe não desafiou clubes grandes nessa etapa, porém encarou times tradicionais, como Ponte Preta, Joinville e Vila Nova-GO. Márcio afirmou que a força do Bangu começava fora das quatro linhas, antes da bola rolar. "Éramos fortes fora de campo. Um era amigo do outro. Tinha uma amizade entre os jogadores. Essa união ajudava dentro de campo".

Já na segunda fase, o Bangu teve que pegar um grupo com dois dos maiores clubes do país: Vasco e Internacional. A chave era completada pelo Mixto-MT. Apenas um time poderia passar às semifinais do Brasileirão. As partidas foram disputadas em turno e returno. O Gigante da Zona Oeste bateu o Cruzmaltino duas vezes. As vitórias no Maracanã por 2 a 0 e 3 a 1 foram exaltadas pelo ex-jogador. "Mostrou que o Bangu era forte, e que não estava ali por acaso. Mostrou que o Bangu era grande. O Bangu tinha time, estrutura e dirigentes", disse.

O resultado contra o rival carioca deixou a equipe a um empate da classificação. Só que o duelo era contra o Colorado no estádio Beira-Rio, no Rio Grande do Sul. O Alvirrubro surpreendeu, e fez mais do que precisava. Márcio Nunes lembra bem desse dia.

"Fico arrepiado quando lembro. Os torcedores do Inter falavam que iam passar fácil pela gente e que seriam campeões na sequência. O Beira-Rio estava lotado, com todo mundo esperando a vitória do Inter. Mas, o nosso time era bom. Foi marcante na vida de todo mundo que participou daquele jogo. Ver a torcida calada no Beira-Rio foi marcante. Eles tinham vários craques", concluiu.

Nas semifinais, o Bangu não teve trabalho para despachar o Brasil-RS. O Gigante da Zona Oeste ganhou os dois jogos. Primeiro, venceu no Estádio Olímpico por 1 a 0. Depois, fez o dever de casa e triunfou por 3 a 1. A finalíssima do Brasileiro tinha virado realidade, como conta o torcedor fanático Fabio Menezes, que estava sempre presente na arquibancada do Maraca.

"O Bangu tornou a vitória fácil. O time do Brasil era excelente, ganhara do Flamengo de Zico, Mozer, no interior gaúcho por 2-0, e no Maracanã vendera caro a derrota, apenas 1 a 0. Era um time aguerrido, passou pelo Ceará e pelo Bahia enfrentando estádios cheios no Nordeste. O Bangu facilitou a vitória pelo que jogava e como jogava. O estádio não estava lotado, no máximo 40 mil pessoas, com o apoio de torcedores de outros clubes. Banguenses, legítimos, como eu, se muito dois mil, mas com emoção de dois milhões.

- Veja mais declarações de Fabio Menezes clicando aqui

E veio a final. O Bangu tinha a torcida a seu favor. O Maracanã, desta vez completamente lotado, era o palco do espetáculo. O time paranaense saiu à frente no placar, mas os cariocas empataram. Na prorrogação, persistiu a igualdade e o vencedor foi decidido nos pênaltis. O Gigante da Zona Oeste perdeu uma única cobrança, que acabou custando o título. Assista os melhores momentos no vídeo abaixo:


Veja mais sobre:Série ABangu (FutRJ)

Comentários
  • Avatar
    17/05/2016 10:13:35adrianoAnônimo

    uma injustiça.meritos para o coritiba que na semifinal eliminou o forte time do atletico-mg,mas o bangu era o time da moda na epoca.pressionou 120 minutos atras da vitoria.na loteria dos penaltys o titulo fugiu.marinho,ponta direita,foi eleito o melhor jogador do campeonato e recebeu a bola de ouro.so faltou a taça,uma pena.

  • Avatar
    26/09/2014 00:04:46tenorio de almeida pradoAnônimo

    BAN GLU GLU TODOS OS ANOS EM TODOS OS CAMPEONATOS NADA NADA E NADA NADA VEZES NADA

  • Avatar
    24/09/2014 20:38:04Waldir - BanguAnônimo

    Esse time do Bangu era nota um milhão. Sensacional, foi a maior injustiça não ter sido campeão. Saquearam o Banguzão, mas ele ficou na historia do futebol brasileiro.

  • Avatar
    24/09/2014 14:48:31RUBENSAnônimo

    Esse time do Bangu era nota 1000000000000000000000000000000000000000 0000000000000000000000000000000000000000 0000000000000000000000000000000000000000 0000000000000000000000

  • Avatar
    23/09/2014 22:54:46Paulo RobertoAnônimo

    Timaço esse do Bangu de 1985. Selebangu. Grande time, era uma seleção de craques~

  • Avatar
    22/09/2014 17:17:22RUBENSAnônimo

    Ã? isso mesmo Paulo Roberto, nos prejudicaram, mesmo assim participamos da final do Brasileirão, e ficamos na história. Coisa que o merrequinha nunca participou.

  • Avatar
    21/09/2014 14:17:17Paulo RobertoAnônimo

    Aquele não era um time era realmente uma seleção de grandes craques, que o juiz não deixou ser campeão. Mais está no coração de todos os banguenses.

  • Avatar
    21/09/2014 11:56:36DAVI DE SOUSA MENDESAnônimo

    Esse Luis Carlos um otarioo, mane sofredor do ban glu glu, 9600 sofredores otarioss de alugueis do ban glu glu e de que adiantou o otarioo ban glu glu nadou nadou e morreu na praia timaço kkkkkkkkkkkkkkkk timinho vice timaço Mengão Fluzão Vascão Fogão

  • Avatar
    20/09/2014 11:38:14Luis CarlosAnônimo

    Esse Davi é um recalcado, tem inveja do Banguzão. Naquela final foram cerca de 96000 pagantes, A Selebangu um timaço que vai ficar na história.

  • Avatar
    19/09/2014 23:10:24DAVI DE SOUSA MENDESAnônimo

    INVEJOSO DO BANGLUGLU BANCUUUU KKKKK QUEM VAI TER INVEJA DO BANGLUGLU BANCUUU CLUBINHO CLUBECO DE ZONA FAROESTE, QUE SO TEM DOIS TITULOS ESTADUAIS. BANCUUU, SO VC VCS MANES OTARIOSSS SOFREDORES INVEJA DE FLAMENGO VASCO BOTAFOGO FLUMINENSE O OTARIOO MANEEE DEMENTE LUNATICO NADA NADA MORRE SEMPRE NA PRAIA TEU BAN GLU GLU BANCUUUUU QUE NÃ?O GANHA NADA DESDE 1966, NEM COM ROUBINHO AJUDANDO CAMPEÃ?O MORAL CABEÃ?A DO MEU PAU BAN GLU GLU BANCUUUU

  • Avatar
    19/09/2014 18:41:14RUBENSAnônimo

    Aquele time de 85, não era um time, era uma SELEÃ?Ã?O. Fomos prejudicados pela arbitragem, que anulou um gol legitimo do marinho. Foi a final mais injusta do Campeonato Brasileiro.

  • Avatar
    19/09/2014 08:37:35Paulo RobertoAnônimo

    Esse Davi é invejoso. Tem inveja do Banguzão. O clube dele sempre nada, nada e morre sempre na praia BANGU CAMPEÃ?O MORAL DO BRASILEIRO DE 1985.

  • Avatar
    18/09/2014 13:36:04DAVI DE SOUSA MENDESAnônimo

    DETALHE NADOU NADOU MORREU NA PRAIA, TOMOU NO CUUU MAIS UMA VEZ O SOFREDOR MANE OTARIOOO DO BANCUUUU, QUANDO VC FALAR DO MECÃ?O, VC LAVE BEM AS SUAS MÃ?OS, BOCA, CUUUU, SEU ZE MANE CARA DE CUUUU BANCUUU NADA NADA MORRE NA PRAIA E TOMA NO CUUUUU SEMPRE, DESDE 1966 ENTENDEU OTARIOOO MANEEE ZEEE RUELAAA CARA DE CUUUUUU

  • Avatar
    16/09/2014 21:09:28RubensAnônimo

    Esses Zé Manés do mequinha são invejosos. Porque o mequinha não disputou uma final do Campeonato Brasileiro, nem disputou a Copa Libertadores da Américas. São torcedores recalcados. Eles que são conhecidos como; nadar, nadar, e morrer sempre na praia. Aliás eles nem nadam mais há muitos anos

  • Avatar
    16/09/2014 21:08:38RubensAnônimo

    Esses Zé Manés do mequinha são invejosos. Porque o mequinha não disputou uma final do Campeonato Brasileiro, nem disputou a Copa Libertadores da Américas. São torcedores recalcados. Eles que são conhecidos como; nadar, nadar, e morrer sempre na praia. Aliás eles nem nadam mais há muitos anos

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.