SRZD


18/04/2013 07h37

TAM pode ser multada em R$ 6 milhões por diferença de preços
Redação SRZD

Foto: DivulgaçãoA TAM Linhas Aéreas foi notificada pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça nesta quarta-feira a prestar esclarecimentos sobre a diferença de preços das passagens no site brasileiro e no site internacional. Se ficar constatada a infração, a empresa deverá pagar até R$ 6 milhões de multa. A TAM tem 10 dias para responder.

Na terça-feira, usuários reclamaram nas redes sociais que as passagens para voos iguais eram cobradas até cinco vezes mais caras na versão brasileira do site (em português) da companhia do que na versão internacional (em inglês). Além disso, o site em inglês oferecia mais opções de pacote do que o em português.

A passagem de voo JJ4726, que fazia a linha Congonhas (SP) - Confins (BH), por exemplo, custava US$ 70 (R$ 138) no site em inglês, enquanto o site em português vendia o mesmo bilhete por R$ 685.

Já o voo JJ3942, que traçaria o trajeto Congonhas (SP) até o aeroporto do Galeão (RJ), não oferecia mais a opção básica de passagem no site brasileiro. O cliente era obrigado a comprar a opção Flex, que custava R$ 763, enquanto era possível comprar a mesma passagem por US$ 77 (R$ 152 aproximadamente) no site em inglês.

De acordo com a TAM, as diferenças nos preços foram causadas por "um erro no sistema de disponibilização de tarifas, causando uma grande diferença nos preços, para iguais trechos, em nossos sites do Brasil e do exterior. O erro foi temporário e já foi corrigido, graças ao alerta de nossos clientes".

Líder de reclamações na Anac

Conforme o SRZD apurou e noticiou no início de abril, a TAM Linhas Aéreas é a empresa aérea líder de reclamações na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Em 2013, a TAM já contabiliza 684 reclamações na Anac, considerando apenas janeiro e fevereiro. A Gol é a segunda empresa com o maior número de insatisfações relatadas pelos passageiros nesses dois meses (528). Depois delas, as companhias mais citadas em denúncias foram Azul (290), Avianca (153), Passaredo (94) e Trip (44).

Em 2012, a TAM recebeu 4.189 queixas no órgão, seguida da Gol, com 3.442 reclamações. Em 2011, a TAM recebeu quase o dobro de registros de instatisfações dos clientes em relação à Gol, novamente segunda colocada no ranking. A primeira teve 8.015 reclamações nesse ano, contra 4.974 da Gol. Em 2010, os números foram ainda maiores. A TAM teve 14.863 queixas, contra 8.894 da Gol.

Leia também:

- TAM exige que furto seja superior a um quilo para indenizar passageira

- TAM é líder de reclamações na Anac e no Procon-RJ


Veja mais sobre:TAM

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.