SRZD


22/04/2013 10h33

Marido confessa assassinato de artista plástica por ciúmes
Redação SRZD

Foto: Reprodução de TVO ciúme pode ter sido a causa do assassinato da artista plástica Hirume Sato, de 57 anos, na tarde do último sábado, em seu apartamento em Higienópolis, na capital paulista. O suspeito é o marido da vítima, o advogado Sérgio Brasil Gadelha, de 74 anos, que está preso provisoriamente.

Sérgio confessou ao delegado que bateu e estrangulou a mulher, mas não teve intenção de matá-la. O advogado relatou que os dois brigavam frequentemente por ciúmes.

Apesar do crime ter acontecido na tarde de sábado, Sérgio só ligou no domingo à noite para uma das filhas para contar o que aconteceu. Ela, então, contactou o Samu e a Polícia Militar.

Se for condenado, Sérgio pode pegar de 12 a 30 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado consumado.

Leia também:

- Morre aos 100 anos, Dirce Camargo, a mulher mais rica do Brasil


Veja mais sobre:CrimeSão Paulo

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.