SRZD


05/07/2013 17h47

Gerente do Goytacaz diz que clube espera resultado favorável nos tribunais
Lucas Torres

Goytacaz vive indefinição. Foto: Ag. UrurauA decisão da Série B do Campeonato Carioca extrapola as quatro linhas. O recurso envolvendo a perda de seis pontos do Goytacaz no campeonato deve ser julgado na próxima semana, e pode mudar o rumo dos finalistas da competição. Apesar de a pontuação do Alvianil ter caído para 35 na classificação geral da competição - dois a menos que o primeiro colocado, America - o gerente de futebol do clube, Junior Brasilia, diz estar confiante em um resultado favorável. O Rubro chegou a pedir a perda de mais três pontos da equipe de Campos, mas o processo foi indeferido pela Justiça.

"Quanto mais pontos tirar, melhor para eles. Mas estamos com uma expectativa boa de reverter essa situação", disse ao SRZD.com o gerente de futebol do Goytacaz.

Apesar da briga judicial, Junior destacou o respeito entre os clubes. "Não há nada contra o America, eles estão no direito deles de brigar pelos pontos, encaramos isso com naturalidade."

Com a paralisação da competição desde o dia 13 de junho, diversos clubes viram o contrato com os atletas se encerrarem e tiveram prejuízos para modificar o planejamento. No Goytacaz, a alternativa foi extender o vínculo de 15 jogadores. "Nós prorrogamos todos os contratos, renovamos todos os vínculos até 31 de agosto. A paralisação não deixa de ser um prejuízo para o clube, são gastos com salários e outras questões", afirmou.

Apesar da indefinição sobre quem irá disputar o triangular final do Carioca, o gerente de futebol afirma que o trabalho continua em ritmo forte no Goytacaz. "Os jogadores estão motivados, treinando normalmente, até porque a Copa Rio está prestes a começar. Continuamos trabalhando sério, o grupo está fazendo a parte dele e enquanto nosso departamento jurídico trabalha sobre esse recurso no TJ e está confiante", disse.

É espera da decisão judicial, Goytacaz marca dois amistosos

Entenda o caso

O zagueiro Talis, do Goytacaz, foi expulso na partida contra o Bonsucesso, no dia 10 de abril, em partida pela Taça Santos Dumont. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) divulgou 20 dias depois a decisão de suspender o atleta por duas partidas. O zagueiro já havia cumprido a suspensão automática na última rodada do primeiro turno, contra o Mesquita, e precisava ficar de fora em mais uma partida. No entanto, Talis foi escalado de forma irregular nas partidas contra o Angra dos Reis - quando marcou o gol da vitória da equipe - e contra o Sampaio, nos dias 4 e 8 de maio.



Comentários
  • Avatar
    08/07/2013 21:41:58Marcos AntonioAnônimo

    time podre não, se dar bem na justiça, qual?, fomos vice campeão da taça de Prata antiga segunda do brasileiro, e o clube dos treze derrubou , ganhamos mais não levamos, nos classificamos na seletiva para a primeira do estadual de 2008 e tudo foi cancelado, a seletiva não valeu. O Quissamã nao cumpriu o regulamento no ano passado, e disseram que valia o ganho no campo, otimo é agora, nos ganhamos no campo, fomos o que mais pontuou, com sobras, e agora cade a justiçaçaçaçaçaççaça...

  • Avatar
    08/07/2013 17:21:34RubensAnônimo

    O mequinha é que está sempre apelando para justiça. Porque no campo ele nunca consegue nada. Diabo tem que ficar sempre no INFERNO.

  • Avatar
    08/07/2013 14:14:15Andre Luiz Magalhães SoaresAnônimo

    Vocês estão treinando atoa pois o jogador foi julgado e foi suspenso por 02 jogos e só cumpriu 01.Agora, a não ser que venha ai mais uma armação em cima do America por esta FERJ junto com este nefasto TJD. Se for mantida o que diz o a lei o Goytacaz vai ficar mais um ano na Serie B, mais se armarem mais uma contra nos, vamos para o STJD.

  • Avatar
    05/07/2013 20:45:29fatima nascimentoMembro SRZD desde 18/03/2014

    goytacaz time podre, só sabe se dar bem usando justiça, faz as merdas e ainda quer ser certo... isso é brasil mesmo

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.