SRZD


06/08/2013 09h59

Apito de Ouro leva Nelson Mandela à Avenida
Alice Schreiner*

Porta-bandeira da Apito de Ouro. Foto: Samuel Maciel - PMPAHomem cujos ideais mudaram a história sul-africana, a figura onírica de Nelson Mandela será levada até o Rio Grande do Sul para entrar na avenida com a Apito de Ouro no Carnaval de 2014 contando as belezas de um pedaço do nosso chão.

Com o enredo "Fantástica viagem de Nelson Mandela à Lagoa dos Patos", de autoria do advogado Léo Licks, a escola de Tapes resgatará a cultura negra da região a partir do sonho de um pescador que, ao adormecer na areia, vê Mandela navegando pelos recantos da Lagoa. 

O samba, aliás, também já está definido. Em um festival realizado em etapa única no último fim de semana, a escola do Grupo de Acesso escolheu entre oito concorrentes a obra que cantará seu tema. E foi da última dupla a subir ao palco a vitória: Andy Mendonça e Bruno Martins assinam a composição. 

Meu pavilhão é imortal
Gravado em ouro meu brasão
Bato no peito sou Tapes
Sou apito tradição

Vou contar a linda história
Aqui do meu rincão
Está gravado na memória
E só quem viu pode contar
Nas marques da Lagoa aqui dos pampas
A lenda viva africana... MADIBA
Esteve aqui, bravo guerreiro da revolução
Não lembro se era inverno ou verão
Quando chegou, quando partiu
De Rio Grande à São Lourenço
Ponta a Ponta viajou
Nas noites das coxilhas o farol ele encontrou
Se encantou pela batalha dos Farrapos
Se curvou a Garibaldi
Lutador da liberdade do meu chão

Salve Mandela o negro canto ecoou
Exilado reprimido
A sua voz nunca calou

Desde então por cada canto dessa terra
Cada gaúcho traz recordação gravado na sua memória
Nessa noite de magia, fantasias reveladas
Pintando a passarela de alegria
Com o manto da minha escola

*Fonte: Baticumbum

 

* Atualização: 15/08/13


Veja mais sobre:Carnaval/RS

Comentários
  • Avatar
    06/08/2013 15:46:04Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Em 2014 esta agremiação do Carnaval Gaúcho, através deste enredo homenageará o herói sul-africano, 1º presidente negro liderando um governo de conciliação nacional por isto ele é exaltado até pelo imperialismo, Nelson Mandela. No Carnaval Carioca 2007 a Porto da Pedra apresentou do carnavalesco Milton Cunha o enredo â??Preto-e-branco a coresâ?. O subtítulo foi livre e bela. O fio condutor foi os 40 anos de luta do povo sul-africano contra a Apartheid. O samba-enredo foi o da parceria dos compositores David de Souza, Fábio Costa, Francisco, William dos Anjos e Vagner Fonseca. A bateria foi comandada pelo saudoso mestre Louro e o samba foi cantado por Luizinho Andanças â?? atualmente ele ocupa este cargo na Mocidade Independente â?? e a íntegra da letra é: â??Liberdade pelo amor de Deus/Liberdade a este céu azul/Ã? minha terra, orgulho meu/Porto da Pedra canta a África do Sul (REFRÃ?O). Destino a minha vida/Minha luta pela liberdade/A nove filhas de um só coração/Ao sul do berço da humanidade/O anjo invasor me deu a cor, mas cor não tenho/Eu tenho â??raçaâ?? e a cada farsa, a cada horror/O meu empenho, meu braço, meu valor/Se ergueu contra o monstro da cobiça/Caveirão da injustiça, filho da segregação/Liberto permanece o pensamento/Ele foi o meu alento/Quando o corpo foi prisão. O nosso herói Mandela é/Senhor da fé, clamou o povo/E o Tigre encontra no Leão/A maior inspiração de um mundo novo (REFRÃ?O). Do gueto, um palco de glória/Corre em meu sangue a História/Num mundo misturado/Matizado com as cores deste chão/Um canto a ser louvado/Ser humano ante a fome e a privação/Museu da Favela Vermelha/Minha alma se espelha na face do irmão/Ã? hoje, vou cantar/Minha gente é o lugar que eu sempre quis/Na avenida, meu irmão vou abraçar/Viver a igualdade e ser felizâ?.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.