SRZD


30/09/2013 17h50

InvenCivil derrota FCB e está na grande final da Copa Campus 2013
Rafael Lemme

ggghy

Embalados pelas exibições de Matheus e Moraes nas semifinais, FCB e InvenCivil se enfrentaram no Agrião pela final da Taça Leônidas da Silva, visando duelar contra o bicampeão Padaria pelo título inédito da Liga Ouro da Copa Campus.

Após um segundo turno quase perfeito, com apenas uma derrota e 41 gols marcados, terminando a fase de grupos como líder na classificação geral do campeonato, o FCB entrou em campo precisando apenas de um empate para voltar ao Agrião dia 6 de outubro. Enquanto isso, o InvenCivil entrou buscando ser o time que derrotou o próprio FCB nas semifinais da Taça Mané Garrincha e não o derrotado por 7 a 2 na fase de grupos desse 2º turno, para poder ter a oportunidade de realizar a revanche na finalíssima contra o Padaria e devolver os 3 a 1 da final do primeiro turno.

Precisando da vitória para ser campeão, o InvenCivil começou melhor, com Pedroso, o herói do confronto decisivo do primeiro turno, arriscando em um de seus perigosos chutes de fora da área. Logo aos 2 minutos, o goleiro Lucas já trabalhou pelo FCB, em chute de Schwartz pela esquerda de ataque do InvenCivil. E foi por ali que o jogo se desenvolveu nos minutos seguintes. Schwartz começou muito bem por aquele lado e aos 3 minutos fez mais uma jogada, dessa vez culminando numa bomba certeira no canto direito alto de Lucas para abrir o placar e acabar com a vantagem do FCB, 1 a 0. Não levou nem 1 minuto para o camisa 3 criar mais uma chance por aquele lado, que era o pesadelo do FCB nos primeiros minutos de jogo. O time alviverde tentava se recompor e, aos 6 minutos, chegou pela primeira vez com perigo, com Bernard conseguindo ótimo cabeceio a partir de lateral cobrado por Gustavinho, exigindo boa defesa de Luís Paulo, e com Lucas Baptista chutando por cima na sobra. O lance equilibrou um pouco as ações, mas foi o InvenCivil que levou perigo mais duas vezes aos 8 minutos, primeiro com Felipe Bicho e depois com Matheus, que começou a aparecer mais no jogo.

hhhhj

Do lado do FCB, Moraes começava a incomodar pelo lado esquerdo do seu ataque, tentando inverter o lado de concentração do jogo. Porém a tônica permanecia a mesma com Schwartz tendo a companhia de Matheus pela esquerda e criando as melhores oportunidades. Assim amadureceu o segundo gol do InvenCivil. Aos 10', Schwartz partiu da defesa e entregou para Felipe Bicho chutar com perigo. Em seguida foi a vez de Matheus incomodar, sempre por aquele setor. E foi aos 12' que ele arrancou em jogada individual pelo meio e rolou para Pedroso bater no contrapé do goleiro Lucas e ampliar o placar, 2 a 0 InvenCivil. Nesse momento a vantagem do FCB já ia por água abaixo e, mais do que nunca, era o time alviverde que tinha que buscar o resultado. Por isso, logo aos 13 minutos, Ravi arriscou de fora da área, obrigando Luis Paulo a fazer ótima defesa. O FCB cresceu no jogo e teve um pênalti marcado a seu favor quando a bola bateu na mão de Mineiro dentro da área. Após mais de 1 minuto de reclamação dos jogadores do InvenCivil, o artilheiro Bernard bateu forte no canto e Luis Paulo saiu na foto, resvalando na bola, mas sem força suficiente para salvar o gol: 2 a 1. Com o ânimo renovado o FCB voltou a ameaçar em cobrança de falta de Gustavinho, rolando para Moraes quase empatar o jogo aos 17 minutos. O jogo definitivamente tinha mudado de lado. Matheus saiu para retomar o fôlego e Schwartz passou para a direita, mas parece que as mudanças não deram certo. Aos 20' Moraes arrancou pelo meio e a bola sobrou para Lucas Baptista bater com perigo. Vendo o crescimento do adversário, o InvenCivil se fechou para tentar equilibrar o jogo e funcionou. A partida ficou truncada e com poucas chances até os 23 minutos, quando vice-campeão da Taça Mané Garrincha chegou duas vezes, uma em triangulação entre Felipe Bicho, Preto e Raul e outra em finalização de Bicho, após fazer bom pivô e armar para Pedroso bater na trave. O primeiro tempo terminou como começou, com o InvenCivil crescendo no jogo e mais perto de fazer o terceiro do que sofrer o 2º. Pelo FCB, Bernard e Moraes, muito marcados, até participaram bem do jogo, mas, exceto pelo pênalti convertido pelo camisa 11, não conseguiram fazer a diferença para o seu time.

gggggg

Parece que a conversa de intervalo do FCB surtiu efeito e o time começou melhor na volta para o segundo tempo, levando perigo com Vivório pela direita. Mas aos 2 minutos Matheus voltou a realizar a jogada que deu certo no primeiro tempo pela esquerda e só foi parado com falta, que Felipe Bicho bateu na barreira. A partir daí o InvenCivil voltou a comandar as ações por aquele lado e teve nova chance aos 5 minutos com Schwartz recebendo a bola após bom pivô de Felipe Bicho e batendo com perigo para fora. Em seguida, aos 6', Bernard apareceu cruzando uma bola de voleio para Lucas Baptista receber e bater com perigo. Dessa vez a marcação do FCB em Matheus encaixou rapidamente, com o ala usando sua habilidade, mas chutando sempre em cima dos seus adversários.

hhhjjj

Nesse momento o jogo ficou equilibrado e aberto, com chances para os dois lados. Aos 7 minutos Felipe Bicho ganhou mais uma vez no pivô e Pedroso apareceu para bater com muito perigo, quase ampliando o placar. A resposta veio rápida, com Baixinho, que ganhou pelo meio e rolou para Bernard bater para fora. Em seguida, ainda aos 8 minutos, Gustavo bateu o lateral, Felipe Bicho ganhou a dividida dentro da área e não perdoou, finalizando para o fundo do gol: 3 a 1. O tento incendiou o InvenCivil, que vibrava a cada dividida ganha e bola isolada, valendo-se do ditado "bola para o mato que o jogo é de campeonato". Com o FCB precisando de dois gols para empatar e levantar a taça do returno, o InvenCivil recuou, mantendo apenas Felipe Bicho como referência e Schwartz pela direita para tentar ampliar no contra ataque, às vezes brigando contra quatro adversários. Aos 11, Baixinho tabelou com Bernard e levou perigo de novo. Em seguida, Lipe cometeu falta dura no meio campo, levou cartão amarelo e mais uma vez um ditado tomou conta do campo do Agrião nesse domingo: "amigos, amigos... negócios à parte". Apesar de colegas de time no River, da liga carioca de futebol de 7, os jogadores dos dois times iniciaram uma confusão e empurra-empurra, que não teve maiores consequências, mas esquentou o jogo. Tanto que logo em seguida, Mineiro também cometeu falta dura e foi excluído por 2 minutos, ao levar cartão amarelo. O time do FCB aproveitou-se da instabilidade do adversário no jogo e diminuiu aos 17' com Moraes, que havia sofrido uma das faltas e respondeu com grande jogada individual da direita para o meio, passando por três, batendo prensado e marcando o gol no rebote, 3 a 2. A partir daí a partida pegou fogo de vez, com o FCB precisando apenas de um gol para levar o título e o InvenCivil buscando ampliar a vantagem e matar o jogo.

hhhhjj

Aos 18 minutos Schwartz perdeu sozinho de cabeça após grande lançamento de Raul, da defesa. Em resposta, Bernard recebeu na entrada da área, deu lindo drible e bateu para grande defesa do goleiro Luis Paulo. Aos 21 minutos, quando a atmosfera do Agrião era de tensão total, Bernard sofreu nova falta que Moraes bateu para fora e Matheus respondeu rápido assustando em chute da esquerda. Os últimos dramáticos minutos tiveram o FCB com Ravi como goleiro linha. O time tentava o gol desesperadamente pelo alto, mas era o InvenCivil que ganhava a disputa de cabeça. Aos 24 minutos, Matheus cometeu a 5ª falta do seu time em cima de Vivório, que Gustavinho bateu na barreira. Aos 25', o próprio Matheus conseguiu puxar contra ataque pela esquerda, mas Ravi saiu bem na cobertura e evitou o gol que selaria a vitória. Como não poderia deixar de ser, no último segundo de jogo, o FCB ainda teve uma chance de fora da área, mas o que se ouviu em seguida ao chute foi o apito final do árbitro e a festa dos "InvenCíveis", que fizeram por merecer a chance de buscar a revanche contra o Padaria dia 6 de agosto, em jogo que deverá ser emocionante, coroando essa disputada Liga Ouro de 2013.

CONFIRA AS FOTOS DA PARTIDA

hhhu