SRZD


30/09/2013 22h09

Rio: polícia entra em confronto com professores em greve
Redação SRZD*

Protesto nesta segunda-feira no Centro do Rio. Foto: Reprodução de Internet

Policiais militares voltaram a entrar em confronto com professores da rede municipal que protestavam em frente à Câmara dos Vereadores do Rio, nesta segunda-feira. A PM havia formado um cordão de isolamento na lateral do prédio, para impedir a entrada dos professores e até mesmo de jornalistas no prédio. Houve uso de gás de pimenta contra os profissionais da Educação do município com um equipamento semelhante a um extintor de incêndio. Pelo menos oito manifestantes foram detidos, um deles era menor de idade.

A confusão -que acontece dois dias depois da expulsão truculenta dos professores  da Câmara, no último sábado - começou na tarde desta segunda-feira, com a barreira feita pela polícia ao redor da Câmara. Em resposta, manifestantes que protestavam na Rua Alcindo Guanabara também formaram um cordão de isolamento para impedir que os policiais passassem.

Em nota, a PM informou que nove policiais militares foram feridos, segundo números do Hospital Central da Polícia Militar e que "estes ferimentos aconteceram em decorrência do arremesso de pedras e bombas caseiras". A polícia também diz que "houve provocações por parte dos manifestantes e arremesso de coquetel molotov e pedras", que "o Batalhão de Choque foi acionado e usou armas não-letais para conter os distúrbios", e que "não houve em nenhum momento utilização de balas de borracha por parte da PM".

Integrantes do grupo Black Bloc também integraram o movimento no início da noite. A Avenida Rio Branco foi fechada por volta de 19h.

Uma reunião aconteceu por volta das 17h entre representantes do Sindicato dos Professores (Sepe) e o líder do PMDB na Câmara de Vereadores, Luiz Antônio Guanará. A categoria pede a retirada de projeto de lei apresentado pelo prefeito Eduardo Paes na última semana, com um novo plano de carreira para a categoria. Os professores não estão satisfeitos com a proposta.

* Atualizada à 00h18

Leia também:

- 'Não existe negociação por parte da prefeitura', diz coordenador do Sepe



Comentários
  • Avatar
    01/10/2013 12:50:02Nidia Jussara FdasilvaMembro SRZD desde 25/06/2012

    Governo covarde que se esconde com a proteção de uma PM ASSASSINA!

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.