SRZD


01/10/2013 14h50

'Nosso samba mostra a valentia do povo de Niterói', afirma João Vitor
Patrícia Raposo

Carnavalesco João / foto: Diego Mendes

A Unidos do Viradouro definiu o hino oficial que cantará a história do enredo "Sou a Terra de Ismael, 'Guanabaran' eu vou Cruzar... Pra Você Tiro o Chapéu, Rio eu vim te Abraçar", no último sábado, e a escolha agradou um dos personagens principais desta temática. 

O carnavalesco João Vitor Araújo, que fará tudo se tornar realidade na Marquês de Sapucaí, conversou com o SRZD-Carnaval e afirmou estar satisfeito com o samba-enredo.

"Achei um samba maravilhoso! Totalmente ligado à energia positiva que a comunidade da Viradouro vem emanando neste processo pós Carnaval 2013 e pré Carnaval 2014. Mostra toda a valentia do povo desta cidade e tem a cara da escola. Quando ouço o samba, eu vejo a escola concentrada. Estou muitíssimo satisfeito", ressaltou.

"Realmente os compositores seguiram a sinopse e citaram setor por setor. Costumo dizer aos meus amigos, e também disse aos compositores que foram tirar dúvidas comigo, que o samba-enredo acaba se tornando uma segunda sinopse, porém, cantada. Por isso acho que a proximidade e a veracidade das informações do samba, tem sim que se encaixar com tudo aquilo que foi colocado na sinopse", alertou.

Com uma das etapas mais importantes - que antecedem o dia do desfile oficial - concluída, o carnavalesco já sinaliza os próximos passos dos preparativos da vermelha e branca.

"Vamos começar a colocar em prática as alegorias da escola. Os protótipos já estão prontos, e a reprodução das fantasias já está a todo vapor. Nosso Carnaval está muito organizado a nível de cronograma. Tudo está começando de acordo com as datas estipuladas pelo diretor de Carnaval Wilson Polycarpo e do presidente Gusttavo Clarão", contou.

"O Carnaval está se aproximando e o nosso trabalho vem se intensificando cada vez mais. Vamos presentear toda a comunidade guerreira da Viradouro com belíssimas fantasias e alegorias. Quero que eles se orgulhem de ser Niterói e Viradouro! Vamos em busca da vitória", finalizou.

O samba-enredo campeão é de autoria dos compositores Dudu Nobre, Diego Tavares, Zé Glória, Paulo Oliveira, Dílson Marimba e Junior Fragga - com participação especial de Arlindo Neto.

Leia também:

- Viradouro: história de Niterói será contada pelo samba da parceria de Dudu Nobre

 

 



Comentários
  • Avatar
    03/10/2013 18:37:40Riquinho da ViradouroMembro SRZD desde 07/04/2009

    Gostei do samba. Para mim era o melhor, com mais conteúdo e que explica melhor o enredo. Os outros tinham refrãos fracos, muito oba oba. Amo a minha escola e quero vê-la no especial, mas não posso deixar de manifestar minha opinião com algumas coisas que estão acontecendo. Muito triste saber que a Viradouro continua sem barracão, que os carros estão no relento, sendo depenados, pegando chuva, sol e enferrujando. Muito triste chegar na quadra e vê-la vazia, ir ao banheiro e não ter uma torneira para lavar as mãos, além da sujeira. Muito triste ver uma quadra daquele porte sem nenhuma estrutura, com chão de cimento grosso. Está faltando pulso firme por parte da presidência e diretoria para correr atrás de melhorias para a quadra, e para a nossa escola, que sempre representou tão bem os municípios de Niterói e São Gonçalo. Avante Viradouro!!!

  • Avatar
    02/10/2013 11:07:17Diego MedeirosMembro SRZD desde 02/07/2012

    "Moro em São Gonçalo, gosto de Niterói... Curtimos SAMBA no RIO, Fazenda somos nós!!!"

  • Avatar
    02/10/2013 10:47:04Sempre verdadeiro!Membro SRZD desde 23/03/2013

    Não quero falar demais, se eu falar demais me corrijam, mas muitos da Comunidade Viradouro não ficaram felizes com o que fizeram com a ala de compositores. Sabemos que o Dudu Nobre só ganhou pelo nome, o samba não é lá essas coisas. Infelizmente, estão colocando a Viradouro novamente na soberba e hipocrisia, isto é, ainda na Serie A. Cuidado, Viradouro! A Seria A está palho duro. Resgatar a comunidade é o que estão demonstrando fazer e é o que qualquer escola faz quando cai pro acesso, aconteceu na Porto da Pedra, Viradouro, Império Serrano, Estácio de Sá, Caprichosos enfim grandes escolas que não souberam valorizar sua comunidade. A Adm do Gustavo Clarão não é boa, isso escuto por meio de sussurros da diretoria e comunidade, busquem os bastidores e verão a verdade. Não acredito na ascensão da Unidos do Viradouro para 2014, infelizmente. Triste! Mas boa sorte, vamos aguardar a plástica e se o samba pega na avenida, isso acontece!

  • Avatar
    02/10/2013 10:46:32S.GonçaloMembro SRZD desde 17/07/2011

    Ao Wilson Policarpo. Querido, antes de falar leia bem a matéria acima e veja que o carnavalesco fala que o orgulho será da cidade de Niterói pois a escola da cidade irá exaltá-la e por isso, justo por isso a escola vai vibrar. é diferente de um enredo sobre Jundiaí, a comunidade vai desfilar pela escola e não por Jundiaí, se você ler a matéria vai ver que o carnavalesco não fala isso, e sim pelo fato da escola ser da cidade. Ou seja, os moradores de São Gonçalo vão ter que se orgulhar de Niterói e naõ de sua própria cidade, o que é muita submissão. Por isso sempre Porto da Pedra, 100% São Gonçalo. Agora eu que pergunto: quer que desenhe?

  • Avatar
    02/10/2013 10:41:29S.GonçaloMembro SRZD desde 17/07/2011

    Ao W

  • Avatar
    02/10/2013 00:57:52carlos paivaMembro SRZD desde 05/10/2010

    acredito que todos da VIRADOURO estão muito satisfeitos com a escola e com o carnavalesco, BOM ENREDO, Ã?TIMO SAMBA E TENHO CERTEZA QUE JOÃ?O VITOR ESTÁ FAZENDO UM EXCELENTE TRABALHO. e no desfile todos PODERÃ?O VER O BELO DESFILE QUE A VIRADOURO FARÁ, PODEM TER CERTEZA QUE TODOS OS DETALHES EM CARROS E FANTASIAS NÃ?O IRÃ?O FALTAR. PARABÃ?NS VIRADOURO!! PARABÃ?NS JOÃ?O VITOR!!!!

  • Avatar
    01/10/2013 23:45:51Wilson PolycarpoMembro SRZD desde 01/10/2013

    Boa noite. Tem escola que o enredo é Jundiaí , outra Angra dos Reis , outra Maricá , e a Viradouro tem como enredo NITERÃ?I. Tem como entender ou será preciso desenhar ??????

  • Avatar
    01/10/2013 16:49:59S.GonçaloMembro SRZD desde 17/07/2011

    Não tô falando. E depois ainda dizem que o bairrista sou eu.

Comentar