SRZD


21/12/2013 16h50

Atlético-MG sofre, mas conquista terceiro lugar do Mundial
Redação SRZD

Luan comemora seu gol. Foto: Reprodução

O Atlético-MG sonhava com um título do Mundial em cima do Bayern Munique. Depois de perder para o Raja Casablanca, os brasileiros disputaram o terceiro lugar com o Guangzhou Evergrande, da China. Para quem pensava que seria fácil, o que se viu foi longe disso: vitória por 3 a 2 aos 46 do segundo tempo.

Mais uma vez, o Galo não repetiu as boas atuações que teve durante 2013. A vitória veio com sofrimento, marca registrada na campanha da Libertadores.

O jogo começou elétrico e logo no início, com 1 minuto do primeiro tempo, o Atlético-MG abriu o placar. Marcos Rocha cruzou da direita e Diego Tardelli se antecipou à zaga e empurrou para o fundo do gol. A animação atleticana logo foi sufocada. Aos 8, o brasileiro Elkeson chutou forte no travessão, Gao Lin tentou a finalização, mas quem marcou foi Muriqui. Ídolo do time chinês, o brasileiro empatava a partida.

Lucas Cândido comete pênalti. Foto: Reprodução

Aos 14, a zaga do Galo falhou e Lucas Cândido cometeu pênalti. O argentino Conca, que estará de volta ao Fluminense em 2014, bateu e virou para os chineses. O primeiro tempo seguiu e o Atlético só chegou ao empate aos 45. E novamente com ele. Ronaldinho Gaúcho cobrou falta com perfeição e marcou o gol da esperança atleticana.

O segundo tempo voltou com poucas chances de gol. Enquanto os brasileiros tentavam pressionar, os chineses tentavam surpreender nos contra-ataques. O jogo apenas esquentou nos minutos finais. Aos 42, Ronaldinho Gaúcho foi expulso após dar um pisão no adversário.

Com a partida indo para a decisão por pênaltis, o Atlético teve a calma que faltou durante toda a competição. Aos 46, Luan recebeu de Tardelli. O atacante ficou na cara do gol e só precisou tocar para o fundo das redes. Era o gol da virada atleticana. O gol do terceiro lugar.

Os torcedores que foram ao Marrocos saíram com gostinho de "quero mais". A certeza que ficou é de que o time poderia estar disputando a final do Mundial neste domingo, às 17h30. Para alegria deles, o sentimento é o mesmo de todos os jogadores. "Agora é descansar, voltar com tudo o ano que vem, porque a gente quer estar aqui de novo", disse Tardelli após o fim do jogo.

Ronaldinho cobra falta com perfeição. Foto: Reprodução



Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.