SRZD


21/01/2014 09h57

Haddad nega privilégios a torcedores na Copa do Mundo
Redação SRZD

Jérôme Valcke | Foto: DivulgaçãoA prefeitura de São Paulo negou o pedido da Fifa e não vai arcar com as passagens de transporte público dos torcedores durante a Copa do Mundo. Quem for à capital paulista para os jogos do Mundial terá que pagar, como qualquer cidadão da cidade, o valor de R$ 3 pelo metrô ou pelo ônibus.

A informação foi dada pelo prefeito Fernando Haddad (PT) ao secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, durante reunião na manhã desta segunda-feira (20). O transporte gratuito aos torcedores não é uma exigência contratual da Fifa, mas foi um pedido da entidade.

Durante a Copa das Confederações, quem mostrava o ingresso andava de graça nos coletivos de Belo Horizonte, Distrito Federal e Fortaleza em dias de jogos. A Fifa e o COL (Comitê Organizador Local) argumentam que seria bom ter o benefício na Copa.

Porém, políticos ligados a Haddad afirmam que a prefeitura não deve arcar com esse custo, especialmente um ano após os protestos contra o aumento das tarifas de transporte público.

- Blatter: 'Brasil é o país com mais atrasos desde que estou na Fifa'



Comentários
  • Avatar
    21/01/2014 12:39:18MINEIRIM BESTA DE BARBACENAAnônimo

    KKKKKKKKKKKKKKKKK VERDADEIRO HOMEM PÃ?BLICO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKK

  • Avatar
    21/01/2014 10:46:20Amigo da OnçaAnônimo

    Muito Correto a atitude do PREFEITO, agiu como VERDADEIRO HOMEM PÃ?BLICO, a manhã a FIFA, vai exigir que pagaremos as Refeições e Estadias dos Gringos, quanto ao fato de Minas, Distrito Federal e Ceará bancarem é que o dinheiro nestes Estados estão saindo pelo Ladrão.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.