SRZD


24/01/2014 09h05

Baile no camarote: nova sensação dos ensaios de Carnaval
Tatiana Perrota

Baile de Carnaval no camarote Foto: Arquivo pessoalE quem falou que o Carnaval é só em março? Nas quadras das escolas de samba, o clima já ferve faz tempo e a turma que curte esse espírito carnavalesco o ano todo já está esquentando seus tamborins.

Com saudades dos grandes bailes em clubes e as festas pré-Carnaval com muito confete e serpentina, mas sem poder abandonar suas obrigações na quadra, a musa da Beija-Flor de Nilópolis Elaine Lima teve uma ideia: "Por que não conciliar a minha rotina na quadra e meu desejo de pular Carnaval?".

Ao SRZD-Carnaval Elaine contou como surgiu a ideia de promover pequenos "bailes temáticos" dentro de seu camarote na quadra da Beija-Flor.

O primeiro foi o "Baile Cigano", aproveitando o enredo de 2013 da escola, "Amigo Fiel: Do Cavalo do Amanhecer ao Mangalarga Marchador", que prestava uma homenagem ao povo cigano. "Coloquei uma tenda que cobria todo o camarote, ornamentamos e orientamos os convidados para virem vestidos de acordo com o tema. Tudo deu muito certo", afirmou Elaine.

E assim a ideia pegou. Na outra semana foi o "Baile do Azul e Branco" e na sequência o "Baile do Shortinho". "A verdade é que o propósito desses eventos era a diversão, minha e de meus convidados. Hoje tem até cobrança para saber o tema, o dia, quem vai. Todavia é um evento reservado e para poucos, visto que é um camarote com espaço limitado, mas não deixa de ser disputado", disse a idealizadora do baile.

Baile Cigano Foto: Arquivo pessoal

Em 2014, o primeiro baile foi de máscaras. "Nos divertimos muito e tudo saiu conforme queríamos. Ao som da bateria da Beija-Flor e com muito confete e serpentina, trouxemos para o nosso metro quadrado privilegiado a alegria dos foliões mascarados", revela a musa.

Na noite da última quinta-feira, rolou o "Baile do Havaí", com um ambiente praiano, com clima de luau e os convidados devidamente caracterizados. E os próximos temas já estão definidos. "Teremos o "Baile do Malandro da Lapa", com toda a bossa e malandragem carioca impressa na decoração e nas nossas vestimentas. Em seguida, honraremos nossas raízes negras com o "Baile Criolice", a negritude estará presente entre nós. E na última semana, o tema será "Baile da Comunicação", fazendo menção ao homenageado da Beija-Flor, o Boni. Será um ambiente futurista e moderno, repleto de exemplos atuais de comunicação: redes sociais, internet, mídia etc. Espero poder compartilhar com muitos essa nossa alegria de ver e curtir o Carnaval", vibrou Elaine.

Baile do Havaí Foto: Arquivo pessoal

A produção e execução dos bailes conta ainda com a ajuda da percussionista e filha de Elaine, Laísa Lima, da rainha de bateria, Raissa Oliveira, e da passista Letícia Felicio.

Confira mais fotos dos "bailes":

Baile no camarote Fotos: Arquivo pessoal

Baile no camarote Fotos: Arquivo pessoal

Leia também:

- Superação: passista que chegou a pesar 118 kg será coroada madrinha de bateria


Veja mais sobre:Beija-FlorCarnaval 2014

Comentários
  • Avatar
    01/02/2014 01:17:37Kauan RochaMembro SRZD desde 01/02/2014

    Muito Legal a ideia, Vou contactar a quadra da Beija-Flor para reservar um camarote para mim e meus amigos, tenho certeza que a vibe é muito boa, além de curtir os ensaios da Escola temos uma festa VIP! Uma festa dentro de outra festa!

  • Avatar
    25/01/2014 20:33:44Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Até agora, os â??comentáriosâ? defendendo este equivocado, elitista e aburguesado evento comprovam tratar-se de caô o marketing da Beija Flor como escola de samba da comunidade. A despeito disto, eu reconheço que a exemplo do que se vê nas fotos da notícia em questão, tanto as participantes do evento quanto as que â??comentaramâ? assim como são apaixonadas praticamente fanáticas pela agremiação são â??deusasâ??, esteticamente falando. Almir de Macaé.

  • Avatar
    25/01/2014 17:46:24AdrianaMembro SRZD desde 20/01/2011

    Sou apaixonada pelas festas! Frequento desde a primeira ( Baile Cigano) e acho um maximo! Essa moda vai pegar. Me acabei e me divertir muito. Estou anciosa para o próximo! Nossa musa tem todo o cuidado e trabalho paraque fique sempre linda a festa. Adoreiiiiii!

  • Avatar
    24/01/2014 22:15:41Patricia KellyMembro SRZD desde 24/01/2014

    amei a ideia, sempre inovando não e atoa que essa escola e a minha favorita, preferida do meu coração... Parabéns a musa da beija-flor pela ideia fantastica.

  • Avatar
    24/01/2014 17:32:30Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Este evento â??não éâ? aburguesado, não... Rsrsrs... Ã? de â??muito bom gostoâ? (Rsrsrs). Tal evento â??aumenta o marketing e a divulgação da Beija Flor de Nilópolisâ?. (Rsrsrs). Com todo e o devido respeito à história, tradição e glórias & títulos da agremiação mais laureada da era sambódromo, as coisas vão ficando claras como água. O que tem a dizer sobre tal evento o propalado departamento de marketing da Deusa da Passarela? Este departamento de tão â??competenteâ? até hoje não conseguiu dar nome conforme fazem as coirmãs à ótima e injustiçada bateria da Beija Flor comandada pelas batutas dos mestres Plínio e Rodney. O que, por exemplo, explica o fato do Estandarte de Ouro nunca ter agraciado esta bateria. A propósito, já está na hora dos responsáveis por este clássico troféu acrescentar a categoria: orquestra de instrumentos de percussão complementada por instrumentos de cordas conforme são os casos da Tabajara do Samba e da Sinfonia Imperial no Grupo Especial e da Sinfônica do Samba no grupo de acesso/Série A. Isto ensejaria, por exemplo, fazer jus, agraciando e fazendo histórica reparação em premiar uma bateria, a da Deusa da Passarela, que dentre outros mestres foi comandada por ninguém menos que o maestro dos maestros regentes de orquestras quanto de baterias no mundo do samba ou no maior espetáculo da Terra, não fosse ele o mestre dos mestres, Odilon. Almir de Macaé.

  • Avatar
    24/01/2014 17:24:56Carlos Gomes da MottaMembro SRZD desde 18/07/2012

    Andreia: Se voce conseguir o camarote e quiser me convidar, irei com todo prazer. Se o Almir não gosta de se misturar com a burguesia, o problema é dele. Ã? um bobalhão que adora criticar os outros.

  • Avatar
    24/01/2014 16:43:55FelipeMembro SRZD desde 24/01/2014

    Não creio que seja um evento aburguesado, até porque trata-se de um evento dentro do próprio evento que é o carnaval carioca onde todos os camarotes podem fazem também. Achei de muita criatividade e bom gosto por parte das organizadoras uma vez que o carnaval é isso animação, euforia e muito bom humor.Acredito ainda que esses tipos de eventos só aumentam ainda mais o marketing e a divulgação da própria escola Beija Flor de Nilópolis, não sei se foi essa a intenção, mas já ouvir outras escolas comentarem muito bem desses bailes dentro do camarote da escola. Tive a honra de participar e sem comentários para o evento, mais ou vez parabéns aos organizadores.

  • Avatar
    24/01/2014 16:18:08andreiaMembro SRZD desde 24/01/2014

    Acho a ideia de muito bom gosto. Quero parabenizar a idealizadora por ter pensado em algo inovador desse estilo. Gostaria de aproveitar e pergunta como faço para conseguir um camarote, para poder conferir essa ideia maravilhosa de perto. Beija-flor como sempre arrazando.. Parabéns musa pela ideia.

  • Avatar
    24/01/2014 15:16:44AndreaMembro SRZD desde 24/01/2014

    Ideia maravilhosa da moça. Carnaval é isso: festa, bagunça e alegria, senão perde o sentido! Parabéns, Elaine, pela iniciativa. Não deixe nunca morrer a verdadeira essência desta grande festa popular. O que falta nas grandes agremiações é isso: união e organização pra festejar a felicidade! Incrível, incrível! Adoraria participar... parabéns a todos os envolvidos :-)

  • Avatar
    24/01/2014 14:14:38Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Este aburguesado evento desmente o marketing de agremiação comunitária da Beija Flor. Ã? a própria musa, Elaine Lima, quem afirma: â??Ã? um evento reservado e para poucos (sic), visto que é um camarote com espaço limitado, mas não deixa de ser disputado". Ela também diz: â??Honraremos nossas raízes negras com o "Baile Criolice", a negritude (sic) estará presente entre nós. E no "Baile da Comunicação" numa menção ao homenageado da agremiação, o Boni, existirá um ambiente futurista e moderno, repleto de exemplos atuais de comunicação: redes sociais, internet, mídia etc. Espero poder compartilhar com muitos essa nossa alegria de ver e curtir o Carnaval"; vibrou Elaine. Segundo ela, a produção e a execução dos bailes contam ainda com a ajuda da percussionista e sua filha, Laísa Lima, da rainha de rainha de bateria, Raissa Oliveira, e da passista Letícia Felicio. Bem, em relação ao apelidado â??Baile da Crioliceâ?, a despeito da boa intenção de honrar as raízes afrodescendentes do povo brasileiro, recorre-se ao equivocado conceito filosófico negritude que é baseado na ideologia e ou crença fundamentalistas da existência de â??raçasâ? humanas, o racialismo. Já no apelidado â??Baile da Comunicaçãoâ? é dito tratar-se de â??um ambiente futurista (sic) e moderno (sic)â?. Estes conceitos relacionados à Comunicação Social atual, ou seja, relacionado à Internet, às redes sociais e à Mídia em geral são conceitos da burguesia, que diferentemente dos Estados Unidos, África do Sul, Nigéria e outros países da África e diáspora onde há burguesias branca e preta, no Brasil a burguesia é inteiramente branca. Assim, por ser pobre, negro e sem escolaridade universitária, mestre Laíla não se torna presidente da Beija Flor. De cujo cargo, embora tendo parentesco com o oligárquico clã dominante na agremiação, o igualmente negro Nelsinho David foi obrigado sair. Almir de Macaé.

  • Avatar
    24/01/2014 11:52:51Carlos Gomes da MottaMembro SRZD desde 18/07/2012

    Achei a idéia o maior barato. Não querendo ser incoveniente nem mal educado, mas bem que eu gostaria de ser convidado para essas festas. Estou a disposição galera. Animação sei que não faltará. Aguardo o convite.

Comentar