SRZD


31/01/2014 13h44

Laíla revela detalhes de sua vida pessoal e profissional
Redação SRZD

Considerado uma das pessoas mais conhecidas do Carnaval, com personalidade discreta porém forte, o diretor de Carnaval e harmonia da Beija-Flor de Nilópolis, Laíla concedeu entrevista a rede de tv GloboNews onde revelou alguns detalhes de sua vida pessoal e profissional.

- Vídeo-blog do Laíla

Laíla diretor de Carnaval da Beija-Flor. Foto: Diego Mendes

"Tenho uma personalidade muito forte, mas sou amigo acima de qualquer coisa. Não sou falso, comigo não tem falsidade", disse Laíla quando solicitado para fazer um balanço de "Laíla por Laíla".

Na Beija-Flor desde 1975, Laíla falou de sua relação com a escola de Nilópolis e do futuro de sua carreira. "Se a Beija-Flor não arrumar nenhum problema comigo (risos), acho que encerro minha carreira aqui. É difícil a gente abrir esse elo. Eu montei uma grande escola de samba através da minha maneira de trabalhar e do que eu prôpus. Eles me ouvem muito e eu também sei escutar bastante".

Laíla também é conhecido por juntar os sambas. A primera vez foi em 1975 quando era braço-direito do carnavalesco Joãosinho Trinta ainda no Salgueiro. "Eu busco juntar exatamente os pedaços dos sambas que são satisfatórios. Tudo dentro da necessidade e não para beneficiar ninguém".

Avesso à badalações, Laíla revelou que gosta de música clássica e que só houve samba quando está trabalhando. "Não vou para canto nenhum. Final de semana estou na minha casa. Sou o inverso daqueles que buscam estrelismo e não me sinto como falam. Não ouço samba fora do meu horário de trabalho, gosto de música clássica", revelou.

Sobre carreira e o reconhecimento do seu trabalho Laíla é pé no chão. "É muito bom a gente ser reconhecido mas precisamos manter o pé no chão. As pessoas não podem esquecer aqueles que estão por trás de nós. Sou orgulhoso pelo trabalho que faço mas não ao ponto de achar que seja o melhor. O importante é dar para essa nação o melhor e para o grande público um belo trabalho", finalizou.

Leia também:

- 'Voz do Povo': Rocinha, Estácio de Sá e Império Serrano

- 'Ensaios Técnicos 2014': Corte do Carnaval 2014 convoca leitores



Comentários
  • Avatar
    01/02/2014 23:57:57uanderson de aquinoMembro SRZD desde 04/12/2009

    No meu ver, pelo histórico que este profissional tem por todos esses carnavais eu o considero o "Boni" das escolas de samba. Não faço essa referencia agora porque o Boni será enredo da Beija Flor. A um ano atrás eu fiz um artigo no meu blog cujo titulo é: "Beija Flor, a â??hors concoursâ? das escolas de samba". Neste texto eu fiz essa comparação dele ( Laila) com o Boni, pelo padrão de qualidade que colocou na Beija Flor ajudando a escola ser a potencia do carnaval que ela é hoje. Gostaria que minha Mocidade também tivesse um Boni para por ordem na casa....

  • Avatar
    31/01/2014 23:47:38DANIELMembro SRZD desde 21/07/2009

    Com o mestre não tem meias palavras e o que ele fala tem fundamentos. SOU FÃ? DESSA PESSOA, muito por ele ter essa postura firme e convicta. Quanto aos recalcados, deveriam presar pelo respeito ou por no mínimo, educação.

  • Avatar
    31/01/2014 20:04:27AghataMembro SRZD desde 20/05/2013

    Tai a Rainha Lala do Corso molambento de "Rei" Anizio

Comentar