SRZD


03/02/2014 15h24

'Barracões 2014': Cahê conta detalhes sobre o andamento do barracão da Imperatriz
Luciano Olivieri

Carnavalesco Cahê Rodrigues. Foto: SRZD

O carnavalesco da Imperatriz Leopoldinense e condutor do enredo "Arthur X - O Reino do Galinho de Ouro na Corte da Imperatriz", Cahê Rodrigues, recebeu a equipe do SRZD-Carnaval no barracão da agremiação, na Cidade do Samba, e contou detalhes sobre o processo de criação e andamento do Carnaval que a verde e branca levará para a Marquês de Sapucaí, no dia 3 de março, dia do aniversário do ex-craque, Zico, o grande homenageado.

Confira na íntegra:

Veja também:

- 'Barracões 2014': Fábio Ricardo revela últimos ajustes antes do desfile

- 'Barracões 2014': Cid Carvalho conta detalhes sobre o andamento do barracão da Vila Isabel

- 'Barracões 2014': Alexandre Louzada conta detalhes do barracão da Portela

- 'Barracões 2014': Max Lopes revela andamento do barracão da São Clemente

- 'Barracões 2014': Alex de Souza revela detalhes do Carnaval da União da Ilha



Comentários
  • Avatar
    14/02/2014 21:03:59papiza do sambaMembro SRZD desde 28/01/2010

    INSUPORTÁVEL TUDO. MISTUROU FUTEBOL COM CORTE DO REI ARTHUR COM CORTE DE IMPERATRIZ,COM FLAMENGO, ARGH DETESTO FLAMENGO! MAIOR BATEDEIRA ELETRICA O PIOR ENREDO QUE JÁ VI,PÃ?SSIMO!!!NADA A VER COM O PERFIL DA ESCOLA DESENHADO PELA GRANDE ARISTA ROSA MAGALHAES. CAÃ?-CAÃ? Ã? O APELIDO DESSE CARNAVALESCO NA BOCA MIÃ?DA, CARACA NEM REZA SALVA ESTA PORCARIA!!!!!!!!

  • Avatar
    06/02/2014 09:50:16Raphael PiresMembro SRZD desde 13/11/2012

    Como portador de um coração verde-branco (dourado para mim sempre foi e será uma cor neutra), digo de fato que não estou feliz com as últimas escolhas da minha querida escola. Realmente o carnaval foi feito para sonhar, delirar, mas sou torcedor da primeira escola de samba a ter um departamento cultural, uma escola que nas mãos de Arlindo, Max e Rosa Magalhães fizemos nossa marca e agora parece que estamos tentando ser aquilo que não somos. O Cahê só fez uma coisa que agradou até o dado momento: Porto da Pedra 2002. E como dizia nosso querido e Fernando Pamplona: falta um ou dois toques de classe no artista. Acho ele muito exagerado nas formas, seus carros geralmente são visualmente poluídos (muitas cores, muitas informações) ex. Grande Rio 2009. Enfim, como torcedor, a gente sofre, grita, ria, torço para engolir palavra por palavra no dia do desfile, mas ao passar pela Binário, o que se ve do meu barracão é algo muito medieval e faltando um toque de humildade para falar de uma figura que é a cara da Beija-Flor não da Imperatriz.

  • Avatar
    05/02/2014 17:02:03AghataMembro SRZD desde 20/05/2013

    Uma coisa é fato este Cahe, q esta mais pra Caô, é o pior carnavalesco do grupo especial. Não está a altura da gloriosa Imperatriz. Se o Mário monteiro não meter a mão para fazer, este rapaz irá encher a escola de ursinhos de pelúcia, reis, rainhas e coisas piores. Lamentável direção da Imperatriz!!!! O dia q o Paulo Menezes trabalhar na Imperatriz, ele superará a Rosa.

  • Avatar
    05/02/2014 16:50:09MIRO ARAUJOMembro SRZD desde 12/01/2010

    PORQUE SERÁ QUE NINGUÃ?M FALA, E NEM RECLAMA, QUE ESTE ANO NÃ?O TEREMOS A TRASMISSÃ?O DO GRUPO DE ACESSO AO VIVO PELA TV, SERÁ NINGUÃ?M QUER ASSISTIR A ESTE DESFILE, OU TAMBÃ?M ESTÃ?O COMPRADOS PELA GLOBO

  • Avatar
    05/02/2014 16:46:20Admilson Rodrigues GomesMembro SRZD desde 07/04/2009

    Também no gostei do enredo. A Imperatriz de uns anos pra cá vem caindo muito. Nada contra o Zico, pelo contrario. Tambem não gosto desse carnavalesco, acho ele fraco para o porte da Imperatriz. Prefiro a Rosa Magalhães com seus enredos históricos. Ela é a cara da Imperatriz!

  • Avatar
    04/02/2014 11:08:38Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Olhe, Tedyzinho, e só pra concruir, quero dizer que vassuncê tem razão. Boni é homem de comunicação e Ayrton era homem corredor. Velocidade e comunicação não apenas tem relação com as duas figuras, como fez parte da vida deles. Não há processo de comparação no caso do enredo sobre esses dois. Boni faz comunicação. Ayrton fazia corridas. Ã? a realidade transformada em carnaval. Futebol faz parte da vida do Zico e está presente no carnaval da escola, só que de maneira fantasiada. Entendeu? Ora, nós não tem um rei do futebol? Pelé? Se temos um rei é porque existia um reinado. Zico é considerado no exterior como o Pelé branco. Independente disso, ele reinou nos gramados brasileiros. E a escola faz uma analogia com o reino medieval do rei Artur. Carnaval é um reino de fantasias. Infelizmente isso tem se perdido devido ao pinico que impõe seus produtos pra Mercadões carnavalizar marcas. Claro, devem falar muito bem desses produtos comerciais, buscar informações verdadeiras e de cunho cultural pra justificar o enredo mequetrefe forçosamente carnavalizado. "agente vai se ver na grobo, ops, de novo, né"

  • Avatar
    04/02/2014 10:13:44niltonMembro SRZD desde 25/10/2009

    Bom Sapucaia não e teatro apenas...nem documentário da história.... Logo, e CARNAVAL !!,!!!!! Carnaval e festa de Morfeu......lugar de sonhos, de fantasias...de ilusões..... Logo, que maravilha que juntaram a história de zico, Arthur por batismo, e a do cavaleiro Arthur....isso e carnavalizar.... Gente chata, que só sabe reclamar de tudo...aliás, esses bate papos de carnaval ta cheio deles...gente que não sabe de nada...e só sabe criticar... Quantos enredos partiram dessa proposta carnavalesca...... Só um exemplo....Brasil no pais das maravilhas, com lafond de destaque no abre alas de Alice Brasileira

  • Avatar
    04/02/2014 07:59:05Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Ã?... mais a lapa tá longe de ser um Ã?den. E o Brasil, principalmente na época daquele desfile, com inflações galopantes, tava longe de ser o país das maravilhas. E mesmo assim a comparação foi feita. Artur, o Zico, é comparado com o lendário Rei Artur. Daí surgiu a ideia de fantasiar o contexto futebol e transformar o homenageado num monarca da bola. A sinopse está clara. Muito criativo o redator. Analogia não é matéria pra todo mundo. Tem que saber fazer. Vamos comprovar se dará certo só na avenida. Parabéns pela sacada.

  • Avatar
    04/02/2014 03:02:22Tedy - "A marca do Carnaval é ela!"Membro SRZD desde 12/04/2012

    Duquesa, ... A Comunicação e Boni tem uma relação, pois Boni é um comunicólogo. A velocidade e o Senna tem uma relação, pois o Senna era piloto de Fórmula 1. ... Maysa e Maricá tem uma relação, a relação de afeto da cantora pelo lugar. ... /////// Agora, Zico e "Alice nos país das maravilhas", castelos, não tem NENHUMA relação, mas nem com muito esforço, isso esta na cara.

  • Avatar
    03/02/2014 20:13:01Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Disculpe eu, mas essa visão do Tedy é a merma de quem afirmou aqui que Rosa Magalhães não sabia trabalhar com temas afros. Disseram isso aqui, assim na lata, por ocaisão do enredo sobre Angola. A resposta veio na quarta de cinzas. Enredo pobre nas formas, porque não tiveram dinheiro da pinicaria como as escolas patológicas nesse sentido, mas veio rica em criatividade. Criatividade é a marca do carnaval. Não podemos deixar os usurpadores roubar essa marca.

  • Avatar
    03/02/2014 20:08:01Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Realmente... se o enredo fosse biográfico, a vida do Zico não daria um bom enredo. Assim como a CAEP buscou introduzir Boni dentro de um contexto maior, comunicação, buscada desde os primórdios, diga-se de passage algo desconexo da maneira como foi feita (mal feita, por isso deve perder décimos), Imperatriz encontrou uma fórmula interessante para inserir seu homenageado neste enredo: analogia. Zico é comparado a um rei. O contexto futebolístico a um reino. As partidas em duelos entre reinos. Assim vai... ora, pois, mas não foi o João 30 quando ainda estava lá no Mercadão que cansou de usar essa fórmula bem carnavalesca? Foi sim. Como esse povinho tem memória fraca, né? Onde foram parar Adão e Eva? Na Lapa carioca. Madame Satã encarnou a serpente do paraíso, a Lapa, representando um centro urbano caótico que são as grandes cidades. Outro enredo também do J30 com essa marca foi Alice no Brasil das maravilhas: â??Brincando com a imaginação, hoje sou fantasiaâ? dizia o samba de 1991. Outro carnaval feito por analogia, que é uma relação de semelhança estabelecida entre duas ou mais realidades distintas. Como vê, esse processo é bastante usado em carnaval. Ele é rico em elementos, conota criatividade porque sai do lugar comum, não é fácil fazer. Interessante quando os elementos se assemelham e podem sim descrever tudo quanto um autor deseja transmitir sem mencionar a realidade nua e crua, no caso, a vida do referido jogador. A sinopse Leopoldinense está muito bem feita. Explica essa analogia de maneira direta, coerente, clara, conexa. Foi uma boa saída encontrada pelo rapazinho aí que pode sim apresentar um bom carnaval caso o povo consiga visualizar com clareza essa proposta.

  • Avatar
    03/02/2014 19:23:03Tedy - "A marca do Carnaval é ela!"Membro SRZD desde 12/04/2012

    Essa de "Alice no país das maravilhas" e Zico como se fosse um enredo só, mas não convence nem com muito esforço. Respeito o Zico, mas esse enredo é muito FRACO, o mais fraco do ano. Eu já disse, que pra mim ou o Salgueiro ou a Beija-Flor, uma das duas será a Campeã do Carnaval Carioca de 2014. ... Mas, pra mim falando da Segunda de Carnaval, acho que o destaque da Segunda de Carnaval será a Portela, as demais sinceramente não me agradam em praticamente nada. E o enredo mais fraco, não só da Segunda, como o do carnaval é o da Imperatriz. .... O QUE que essa historinha vazia, de "Alice no país das maravilhas" "castelos", aonde isso se encaixa na vida do Zico, ou na profissão dele??????? Em canto nenhum.

  • Avatar
    03/02/2014 15:37:52AghataMembro SRZD desde 20/05/2013

    Este Cahe é um brincalhão. todo o ano é esta mesma conversinha fiada, ai mostra uns castelos nas alegorias, umas princesas. Não sei onde o Luiz Drumond, estava com a cabeça, quando contratou este rapaz. Q é o pior carnavalesco dentro do grupo especial. A sorte da Imperatriz, é se o Mário Monteiro, realmente esta fazendo a escola, pois fora isso com este Cahe não dá....

Comentar