SRZD


06/02/2014 16h53

Confirmado! Mariana Rios é a nova rainha de bateria da Mocidade
Redação SRZD*

Mariana Rios. Foto: Reprodução de Internet

Após a saída repentina de Ana Paula Evangelista do cargo de rainha de bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel, o nome da atriz Mariana Rios foi confirmado pela nova assessoria da verde e branca ao SRZD-Carnaval.

Evangelista escreveu uma carta em sua página no Facebook se despedindo da escola e agradecendo a oportunidade, embora tenha ficado por apenas sete meses no cargo.

*Atualizada às 19h17

Confira também:

- Oficial: Ana Paula Evangelista não é mais rainha da Mocidade

- Mocidade: Paulo Vianna renuncia cargo presidencial

- SRZD-Carnaval entra em contato com Paulo Vianna

- Mocidade: achou positiva a renúncia de Paulo Vianna às vésperas do Carnaval?


Veja mais sobre:MocidadeCarnaval 2014

Comentários
  • Avatar
    11/02/2014 19:21:58AghataMembro SRZD desde 20/05/2013

    A escola BONIficada fez uma sinopese para o enredo deste ano q eu pergunto. Q M... é aquela????? P... enfiaram até a P... do Boni ali no meio para arrumar alguma coisa. Se voltar no sábado é saca_nagem. Tanto é q o samba é aquela bos_ta q o cheiro vai bem looooonge. Deus me livre!!!!

  • Avatar
    09/02/2014 16:44:11Beija SempreMembro SRZD desde 20/01/2013

    E, depois, aparece torcedor dessa agremiação (e de outras, tal qual Portela que também virou S/A.) com a cara de pau de criticar à Beija-Flor!!! Ta aí um belo exemplo de como a Mocidade administra seu carnaval hoje em dia. Em resumo, o que era tradição, foi substituído por $$$$$$ e é a Beija a tal escola mercenária, não é mesmo, Aghata? O que me diz dessa manobra da sua escola? Veja se a Beija negocia postos como faz a sua Mocidade. Então, antes de criticar à Beija-Flor, olhe pra sua Mocidade.

  • Avatar
    08/02/2014 11:24:10Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    O que direi não é a chatice do â??politicamente corretoâ?, mas debate de ideias uma vez que o mundo do samba é um meio comunitário de excelência em Arte, Cultura e Dignidade. Assim como me oponho ao fanatismo pentecostal da quase totalidade dos adeptos e das adeptas da agremiação mais vitoriosa da era sambódromo. Agora, nesta nova (?) conjuntura interna da Mocidade Independente observa-se certa euforia em boa parte dos seus adeptos e de suas adeptas transparecendo duas tendências. Uma é a de que mesmo não sendo o ovo da serpente do fanatismo pentecostal, no mínimo revela certa alienação ao não se dar conta de que em 2014 a luta da agremiação será contra o rebaixamento. A segunda é consequência da primeira, ou seja, no maior espetáculo da Terra quem se tornou um órgão milionário, uma caixa-preta, é a LIESA. Com raríssimas exceções as agremiações estão de cofres vazios e endividados. Que o diga a â??novaâ?? diretoria da Mocidade Independente na qual os tempos áureos da agremiação usada como lavanderia por seu inesquecível e milionário patrono, não fosse ele contraventor penal, não voltarão mais. Então, parodiando o enredo 1992 â??Sonhar não custa nada... Ou quase nadaâ? do carnavalesco Renato Lage, samba cantado por um dos coautores Paulinho Mocidade, por sinal, caríssimos profissionais sambistas, a própria letra da obra musical não deixa dúvida: â??(...) Era tudo o que eu queria/Para esse Carnaval/Deixe a sua mente vagar (...)./Nesse mundo de ilusão/Transformar o sonho em realidade/E sonhar com a Mocidade/Ã? sonhar com o pé no chão (...)â?. Com todo respeito à tradicional e outrora vitoriosa Mocidade Independente e aos adeptos e adeptas, embora correto â??sonharâ? que sambistas independentes históricos retornem à agremiação, os que são consagrados profissionais o fariam em que condições? Almir de Macaé.

  • Avatar
    08/02/2014 11:24:09Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    O que direi não é a chatice do â??politicamente corretoâ?, mas debate de ideias uma vez que o mundo do samba é um meio comunitário de excelência em Arte, Cultura e Dignidade. Assim como me oponho ao fanatismo pentecostal da quase totalidade dos adeptos e das adeptas da agremiação mais vitoriosa da era sambódromo. Agora, nesta nova (?) conjuntura interna da Mocidade Independente observa-se certa euforia em boa parte dos seus adeptos e de suas adeptas transparecendo duas tendências. Uma é a de que mesmo não sendo o ovo da serpente do fanatismo pentecostal, no mínimo revela certa alienação ao não se dar conta de que em 2014 a luta da agremiação será contra o rebaixamento. A segunda é consequência da primeira, ou seja, no maior espetáculo da Terra quem se tornou um órgão milionário, uma caixa-preta, é a LIESA. Com raríssimas exceções as agremiações estão de cofres vazios e endividados. Que o diga a â??novaâ?? diretoria da Mocidade Independente na qual os tempos áureos da agremiação usada como lavanderia por seu inesquecível e milionário patrono, não fosse ele contraventor penal, não voltarão mais. Então, parodiando o enredo 1992 â??Sonhar não custa nada... Ou quase nadaâ? do carnavalesco Renato Lage, samba cantado por um dos coautores Paulinho Mocidade, por sinal, caríssimos profissionais sambistas, a própria letra da obra musical não deixa dúvida: â??(...) Era tudo o que eu queria/Para esse Carnaval/Deixe a sua mente vagar (...)./Nesse mundo de ilusão/Transformar o sonho em realidade/E sonhar com a Mocidade/Ã? sonhar com o pé no chão (...)â?. Com todo respeito à tradicional e outrora vitoriosa Mocidade Independente e aos adeptos e adeptas, embora correto â??sonharâ? que sambistas independentes históricos retornem à agremiação, os que são consagrados profissionais o fariam em que condições? Almir de Macaé.

  • Avatar
    07/02/2014 23:40:25AghataMembro SRZD desde 20/05/2013

    Eu não prefiro nenhuma delas. Acho isso uma tremenda de uma palhaçada. Eu quero ver de volta na Mocidade é Tiãozinho Mocidade, Paulinho Mocidade, Wander Pires, Elza Soares, David do Pandeiro, Mestre Jonas, Mestre Jorjão, Marlene Paiva, Beth Andrade, Vera Benévolo, Renato Lage, Paulinho do Ouro, Fábio Fabato. Enfim pessoas q tem uma história com a Mocidade, q foram reveladas lá e de lá despontaram para o mundo, esta turma toda ai tinha q voltar urgentemente.

  • Avatar
    07/02/2014 23:10:29augusto cesar da conceição alvesMembro SRZD desde 13/10/2010

    prefiro a ANA PAULA EVANGELISTA que é sambista de verdade

  • Avatar
    07/02/2014 15:27:46ECOMembro SRZD desde 28/05/2012

    SEJA BEM VINDA.....BOA SORTE.......!!!!

  • Avatar
    07/02/2014 11:44:02Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Conforme se sabe a função (não remunerada pela agremiação), portanto, não se trata de cargo, mas sim posto de rainha de bateria é estratégico em termos de marketing na filosofia político-administrativa de uma escola de samba. Em algumas delas, dado ao gabarito/status da importantíssima Ala de instrumentos de percussão complementada por instrumentos de cordas, inclusive deve-se considerar como orquestra. Foi o caso ao tempo desta Ala na Mocidade Independente quando, até por sua denominação-marketing â??Nota 10â? quem a comandava o fazia enquanto verdadeiro maestro-regente, os saudosos mestres André e Coé assim como os mestres Jorjão e Jonas. Este atualmente é o mestre de bateria na escola de samba no grupo de acesso/Série A do Carnaval Carioca, a niteroiense Acadêmicos do Cubango. Já mestre Jorjão atualmente atua profissionalmente como auxiliar da escola de samba Juventude em Juiz de Fora (MG) e como julgador do quesito bateria no Carnaval de Porto Alegre (RS) e da RIOTUR referente às Bandas no Carnaval Carioca de rua. Assim, a demissão de Ana Paula Evangelista, a bela de samba no pé & carisma escolhida pela comunidade, do posto de rainha da bateria â??Não Existe Mais Quenteâ? outrora orquestra Nota 10 foi uma tremenda injustiça! Na linguagem popular, uma sacanagem! Haja vista, a confirmação por parte da â??novaâ?? diretoria da Mocidade Independente, de que quem ocupará o posto será a atriz Marina Rios. Que provavelmente não tem o gabarito de samba no pé, não é da comunidade do mundo samba assim como não deve ter também o mesmo e o imprescindível gabarito de garbo/simpatia/carisma que tem Ana Paula Evangelista. Ã? um equívoco da â??novaâ? diretoria da Mocidade Independente comandada por quem sendo um dos fundadores da agremiação não deveria ser subserviente a isto, Wandyr Trindade o Vô Macumba. Almir de Macaé.

  • Avatar
    06/02/2014 22:31:57Sempre verdadeiro!Membro SRZD desde 23/03/2013

    POIS Ã?, QUEM MENTIU NESSA HISTÃ?RIA? LEO DIAS OU EVANGELISTA? ESSA EVANGELISTA VIU TUDO DESABAR... OLHA A MENTIRA AE

  • Avatar
    06/02/2014 18:48:07JAYME ALTAZMembro SRZD desde 28/08/2009

    Nada haver !!!

  • Avatar
    06/02/2014 18:03:28AghataMembro SRZD desde 20/05/2013

    Tá bom, pode ser qq uma, não faz a menor diferença.

Comentar