SRZD


11/02/2014 17h42

Vídeo: análise completa dos ensaios da Grande Rio e Salgueiro
Redação SRZD

Foto: Ary Delgado

Grande Rio e Salgueiro foram as duas escolas que ensaiaram no "palco oficial" do Carnaval no último domingo.

Torcedores das agremiações compareceram em peso e lotaram a Sapucaí, cantando e vibrando junto com as escolas.

A Grande Rio prepara o enredo "Verdes olhos sobre o mar, no caminho: Maricá"; já o Salgueiro vai apresentar o enredo "Gaia - a vida em nossas mãos" em 2014.

Confira a análise completa dos ensaios técnicos das duas escolas, feita por Rachel Valença e Cadu Zugliani, blogueiros do SRZD-Carnaval.

Ensaio do Salgueiro:

- Vídeo: Viviane Araújo e bateria do Salgueiro

- Vídeo: análise resumida do ensaio do Salgueiro

- Vídeo: Velha Guarda e Ala das Baianas do Salgueiro

- Vídeo: comissão de frente do Salgueiro

- Vídeo: casal de Mestre Sala e Porta Bandeira do Salgueiro

- Salgueiro promete muita empolgação no Ensaio Técnico

Ensaio da Grande Rio:

- Grande Rio canta 'Maricá' e abre noite de ensaios técnicos

- Vídeo: bateria da Grande Rio

- Vídeo: casal de Mestre Sala e Porta Bandeira da Grande Rio

- Vídeo: comissão de frente da Grande Rio

- Susana Vieira, David Brazil e muitos outros marcam presença na Sapucaí

- Mestre Ciça revela surpresas para o Ensaio Técnico

Leia também:

- Ensaios de sábado: confira compactos da Império da Tijuca e da São Clemente

- Famílias festejam com Repórter Maluco na Sapucaí

- Povo gay opina sobre beijo gay de 'Amor à Vida' na Sapucaí



Comentários
  • Avatar
    15/02/2014 15:18:27Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Duquesa, eu acho o seguinte: o regulamento proibe todo o tipo de propaganda num enredo. Então temos que criticar TODAS as escolas que fazem isso, independente se for uma ala, um carro alegórico, um tripé ou a escola inteira. Mesmo que os homenageados principais foram os salgueirenses, existiu um carro alegórico e samba que NITIDAMENTE tiveram interferência de merchandising. Pra mim NÃ?O INTERESSA se foi um merchan pequeno ou se foi grande, foi um merchan e acabou!!! Assim como o enredo da Mocidade ano passado, assim como foi o enredo da Mangueira ano passado, assim como foi o enredo da Grande Rio ano passado, assim como foi o enredo da Beija Flor ano passado. Se tem merchandising vamos criticar TODAS as escolas, sem exceção. E pra mim foi desnecessário sim, pois o tema não foi a IDENTIDADE da escola. Se por acaso tivesse a identidade, tudo bem, mas não tinha, entendeu? Pra mim é isso.

  • Avatar
    15/02/2014 10:34:46Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Duquesa Dholores Arruda, eu acabei de postar mais um comentário chamando a parcela fanática pentecostal da Beija Flor para o debate de ideias lá no vídeo-blog deste sítio (site) dedicado ao mestre Laíla. A despeito disto causar irritação a alguns de tais fanáticos pentecostais notadamente daqueles que pateticamente ficam citando o meu nome. Almir de Macaé.

  • Avatar
    15/02/2014 09:15:22Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Ah... quanto a Amy e ao Che... olha, se vassuncê acha que eles não são famosos é uma questão pessoal sua.

  • Avatar
    15/02/2014 09:13:30Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Será Tedy? Será que esses cavalinhos que falaram no enredo não tem alguma conta escondida em algum paraíso, ou melhor, estábulo fiscal? Brincadeirinhas à parte, claro que um animal não iria bancar um enredo. Isso partiu dos seus criadores, que até no carnaval se beneficia desses pobre animais para tirar alguma vantage... aparecer na tela da tv no meio desse povo e se vê na Grobo.

  • Avatar
    15/02/2014 09:09:32Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Até entendo a indignação de vassunces, Cláudia, com esse enredo piniqueiro do Sal. Só que os personagens principais do enredo no início e no final, foram os salgueirenses. Não esqueça que o Milton também comentou sobre isso. A ilha de caras tem alguma a ver com fama? Por favor responda. Se existe alguma correlação então está coerente. Ficou em quinto lugar. Reclamar de quê? Se fosse uma escola BONIficada, mermo sendo a segunda do domingo, teria disputado o título. Aliás, a imprensa ispecializada colocava o Sal como postulante ao título. Um carnaval descontraído, lindo, animado, irreverente porque fazia questionamentos a essa busca inusitada pela FAMA. Fama, como bem falou um salgueirense aqui, é comportamento humano e como tema, pra eu, foi excelente. Veja, fama era o tema, patrocinado pela Caras. O enredo não foi sobre a revista em questão.

  • Avatar
    15/02/2014 08:55:24Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Ã? isso seu Almir... quando o patrocínio colabora pra escolar apresentar um enredo interessante, eu até fico na minha. Agora, esse showzinho midiático que as piniqueiras BONIficadas tem buscado ano após ano, é uma afronta a instituição chamada escola de samba. Elas justificam essa raparigage mercantilista aniquiladora de DNA bamba, apresentando carnavais portentosos, com trambolhos ricamente ornamentados. Mas é pura casca. O enredo é fraco. Sempre repetitivo. Engessado, no caso da Babona-frô cheio de brilho indevidamente colocados onde não se deveria. A isso eles chamam de luxo. Os sambas são geralmente na qualidade que agente ouve, é de dá um dor no últero de tão medonho. Mas mermo assim elas pousam como vitoriosas ficando sempre em posição de destaque, quando outras escolas com enredos dignos são garfadas em detrimento dessas marafonas BONIficadas.

  • Avatar
    14/02/2014 11:25:42Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Manifesto mais uma vez a minha solidariedade ao conteúdo filosófico â?? não à forma â?? dos comentários, mesmo os mais duros, da Duquesa Dholores Arruda, quando ela critica opondo-se ao mercantilismo praticado por dirigentes de agremiações notadamente da que é a maior vencedora da era sambódromo. Sobre isto, sendo coerente, o aprofundamento de meu comentário será postado no local apropriado, ou seja, no espaço pertencente ao vídeo-blog deste sítio (site) dedicado ao mestre Laíla. Concordo com a cobrança feita à Duquesa no sentido de que ela, democraticamente e sem o característico autoritarismo pentecostal, venha a reconhecer que ao menos no enredo de 2013 intitulado â??FAMAâ?, os dirigentes da Academia do Samba praticaram tal nefasto mercantilismo. A despeito de que as notas dadas pelos julgadores e pelas julgadoras da LIESA ao quesito (10 e três 9,9) não tenham apontado para isto. Quanto à filosofia de política administrativa de optar por enredos patrocinados, atenção, mesmo que não mercantilista praticada pelos dirigentes do Salgueiro eu creio que tal filosofia seja estratégica e, não específica. Haja vista, no maior espetáculo da Terra que é um show-business milionário, competitivo e globalizado, patrocinado ou não um enredo tanto pode ser bom quanto ruim. Eu espero que a opção filosófica do Salgueiro por enredos patrocinados não venha a ficar patenteada na eleição da LIESA em 2015. Que pioneiramente, sendo urgente tal caixa preta sofrer mudanças estruturais, a presidenta nota 10 da Academia do Samba se una à Majestade do Samba e outras agremiações, encabeçando uma chapa concorrente oposicionista. Auguro que em 2015 no pleito da LIESA, a presidenta Regina Celi deixe de aceitar a opressão da qual ela tem sido vítima, discriminada e relegada à mera suplente do Conselho Fiscal já duas vezes em uma chapa única da LIESA. Axé! Almir de Macaé.

  • Avatar
    13/02/2014 09:23:15Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Duquesa, que me desculpe, mas o que você está querendo fazer é tentar tapar o sol com a peneira. Não vou esconder que o enredo da minha escola do ano passado foi uma porcaria, pq foi mesmo. Reconheço que de cabo a rabo foi puro merchan do festival. Reconheço que nos últimos anos a Mocidade só veio com enredos que não foram a cara da escola. Reconheço que a Mocidade chegou aonde chegou por pura incompetência, disso eu não vou negar nunca. Mas por favor admita pelo menos uma vez, a dupla de carnavalescos do Salgueiro ERROU FEIO. Tanto é que brigaram com o departamento cultural ano passado. Eles vendo que erraram ano passado meio que fizeram as pazes com o departamento cultural esse ano e desenvolveram um enredo que tem a cara do Salgueiro. Não estou querendo dizer que minha escola não errou, pelo contrário. Mas é preciso se dizer isso, não adianta você falar que a Beija-flor mostrou um merchan no desfile inteiro se por acaso o Salgueiro também mostrou merchan. Pelo menos é o que eu acho.

  • Avatar
    13/02/2014 09:12:35Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Engano seu, Duquesa. O patrocinador do enredo do Salgueiro ano passado impôs a ilha de Caras como carro alegórico, isso foi até comentado pelo Milton Cunha no desfile da Globo. Pra mim esse foi o desfile mais desnecessário na Sapucaí, mesmo que o Renato Lage fosse coerente com a proposta do enredo, este enredo não tem a IDENTIDADE do Salgueiro, por isso que eu achei desnecessário. Agora deixa eu comentar uma coisa sobre o Salgueiro este ano. Papelão o que a diretoria fez. As pessoas abraçaram este enredo e samba enredo e agora a diretoria tem a AUDÁCIA de não mostrar NADA do barracão para NENHUMA mídia pq estavam ouvindo por aí que a mídia estava criticando as outras escolas por causa de andamento de barracão? Que vaidade é essa, Renato Lage? Desculpinha esfarrapada para não receberem críticas, Márcia Lage? Vocês NÃ?O ESTÃ?O acima do bem e do mal, sabiam? Nisso eu admiro a Beija-flor: apesar da prepotência do senhor Laíla, ele nunca deixou de mostrar o barracão para nenhum tipo de mídia. Pode ter aquele jeitão grosso, mas nunca deixou de mostrar.

  • Avatar
    12/02/2014 20:13:54Tedy - "A marca do Carnaval é ela!"Membro SRZD desde 12/04/2012

    Duquesa, ... Isso mesmo foi cavalo do começo ao fim do Desfile (afinal o enredo era cavalo, sinal de quem cumpriu o objetivo do enredo). Absurdo seria misturar num enredo, Thê Guevara, Amy Winehouse e a Ilha de Caras. Sobre citar patrocinador, em nenhum momento do desfile se citou a Associação de Criadores do Mangalarga. O Cavalo Mangalarga não era patrocinador, cavalos não patrocinam desfiles, você já viu algum cavalo fazer depósito no banco?????

  • Avatar
    12/02/2014 18:13:32AghataMembro SRZD desde 20/05/2013

    Vc mais uma vez Duquesa, foi brilhante nos seus comentários sobre a escola BONIficada. Se esta P... ao menos voltar no sábado já será muiiiiiiiiiita sacana_gem. Pois nem se vier coberta de ouro e esmeraldas, merecerá voltar no sábado. Se ganhar então, ai é o fim da caixa preta LIESA.O enredo é horrível, q M... de sinopese é aquela, vcs leram? P...o samba para ficar horrível, tem q melhorar muiiiiito. E ainda enfiaram a P... do velho Boni no meio, para pedirem um pinico. Aqueles carros deles devem vir cheio de bonecos do Boni do início ao fim. Mal gosto, q é coisa registrada da Rainha Lala e suas meninas da comissão de carnaval.

  • Avatar
    12/02/2014 17:35:00Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Eu axo que vassuncê tá com um pouquinho de pobrema quanto aos noticiários... tem que se informar melhor. Ninguém nunca soube que a PATROCINADORA do enredo FAMA (nem mermo assim ele consegue entender ou não quer) impôs alguma coisa ao desfile. Já o dono dos cavalinhos metidos a besta interferiu até no título do enredo. Lembra-se disso? De "Amigo fiel" passou a "Do cavalo do amanhecer ao manga larga machador". Ou seje, o Merchant sobre um tipo de cavalo, exclusividade, teve que vim no rótulo da embalage desse enredo vagabundo (vagabundo não é o animal, mas ele enquanto mercadoria comercial). Claro, como qualquer patrocinador eu até entendo. Eles patrocinam e desejam que seu artigo esteje em algum lugar dessa prateleira do Mercadão que se tornou a Sapucaí. Então, já que é assim, como por exemplo foi o caso do sabão, onde o Cássio veio tomando banho de espuma no último carro pra fhuder a Tijuca, o patrocínio é quem manda mermo. Interessante no enredo Fama patrocinado pela Caras, é que o patrocinador apareceu em apenas um momento na avenida, na sua ilha, pra onde vão os famosos. E no seu caso os cavalinhos estiveram presente desde o a comissão de frente, até o último carro saltitantes como uns viadinhos. Uma diferença gritante de como se trata o patrocinador. Tem banca moral, na cara dessa dessa gente... tudo muito fantasiado pra não dá tanto na vista. Foi uma saída perfeita.

  • Avatar
    12/02/2014 17:34:34Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    Já o seu sambinha, bem... era cavalo falado do início ao fim daquele sambeco. E o mais engraçado, pra não dizer aloprado, é que o cavalo falou no enredo e no dito samba "Eu vou cavalgar, pra encontra a minha história nesse mundo de meu Deus!" Até hoje eu procuro saber quem é o deus dos cavalos, axo que são os ciganos, né? Tinham tantos na homenage a eles que até parecia a Viradouro de 92... sinceramente! Quase ninguém sabe que a Nissam patrocina Salgueiro porque está desinformado. Ainda semana passada o responsável pela montadora falou até em cifras, 3 milhão, essa descrição toda acontece porque a escola está aprendendo a como fazer merchan sem precisar expor o produto como fazem vocês. Só que na Babona, tudo pode. No Sal, a evidência do patrocinador perde ponto. Até a rede grobo foi contemplada no sambinha desse ano num enredo sobre Boni e tu vem pedir expricação sobre a Caras no Salgueiro. Mô bem... fora as lojinhas dos Babado que teve que constar em todos os sambecos. E essa tua escola ainda vem disputar título? Deveria ser tão bem julgada, segundo a sua avalição para o patrocínio do Sal ano passado, como foi minha escola e ficar num quinto ou sexto lugar pra aprender. Ora, a balança da justiça só pesa pra um lado? Parece que é, né? Por isso que todos nós sambemos que sua escola é BONIficada todos os anos. Ganha, tira boas colocações, não por méritos, mas por raparigage. Já pensou? Boni campeão do carnaval 2014? Que vergonha pro mundo do samba! E ainda ter que aguentar vocês cantando â??vem que a festa é nossa, de quem quiserâ? num tributo prostituído à rede Globo? Ã? pra fhuder, né?

  • Avatar
    12/02/2014 15:29:47Tedy - "A marca do Carnaval é ela!"Membro SRZD desde 12/04/2012

    Duquesa, ... Oha, essa de que "A caras está pra fama, assim como a Nissam está pra preservação. "... Não é assim nem de longe (risos). A Revista Caras mandava e desmandava no enredo do Salgueiro do ano passado, mandava até no samba: "Tá na CAPA DA REVISTA o meu pavilhão, e na CARA dessa gente o orgulho, a emoção./ Vermelho, paixão no peito, tem BANCA, moral, respeito" ... a) A "capa da revista" é da Revista Caras / b) "E na Cara dessa gente":na verdade a palavra é CARAS, só que como citar o patrocinador é contra o regulamento, falou-se apenas "cara". / c) "Tem Banca" é pra você ir pra banca de revista compra a Caras, (risos). Além das exigências descabidas da Revista Caras: â??ou tem uma alegoria Ilha de Caras, ou NÃ?O TEM GRANAâ?. E O Salgueiro teve que descascar um abacaxi como citar a Ilha de Caras, se o regulamento não permite isso? Então puseram uma alegoria com o nome em INGLÃ?S, com o nome "Pleasure Island", que em português que dizer: Ilha do Prazer. .... Já a história da Nissan é TOTALMENTE DIFERENTE: Quando a Nissan chegou o enredo "Gaia - A Vida em nossas mãos" já existia, a Nissan apenas associou sua marca a algo que já existia. A Nissan diferente da Caras, não esta exigindo que ponha uma alegoria dedicada a marca. A Nissan apoia o projeto como patrocínio institucional, ela gostou da ideia de "sustentabilidade", mas a Nissan não interferiu em nenhuma parte do samba, e nem mandou colocar alegoria com carros da Nissan. Ã? como o LCM disse: "a maioria das pessoas nem sabe que a Nissan é a patrocinadoraâ?. Diferente da Revista Caras que pôs o Salgueiro em situações constrangedoras, em exigências descabidas, só pra que a Revista inútil fosse exposta a todo custo.

  • Avatar
    12/02/2014 14:34:15Duquesa Dholores: sou do morro e da nobresaMembro SRZD desde 18/10/2010

    ah... na verdade eu amo os burrinhos! São bixinhos bem divertidos, né?!eu axo

Comentar