SRZD


02/03/2014 21h55

Unidos de Bangu: escola abre desfiles do Grupo B
Rodrigo Burgos*

O Grêmio Recreativo Unidos de Bangu, que apresentou o tema "Eternamente Bangu", foi a primeira escola a pisar na "Passarela do Povo" da Estrada Intendente Magalhães na noite desse domingo, 2 de março.

Foto: Agência Sambrasil.Net de Comunicações

O enredo retrata toda a história de Bangu, bairro símbolo da Zona Oeste, que apresentou uma alegoria que representava a antiga Fábrica Bangu, construída em 1889, e que dá lugar ao maior shopping do bairro. A agremiação ainda apresentou um tripé com o desenho de um pandeiro, símbolo da escola.

A Comissão de Frente, comandada por Carlos Frontinele, empolgou o público com sua sincronia. Outro elemento que chamou a atenção no desfile foi a Ala das Baianas, com fantasias ricas em brilhos. 

Foto: Agência Sambrasil.Net de Comunicações

 

Tudo sobre o primeiro dia de desfiles na Intendente Magalhães:

- Unidos de Vila Santa Teresa: Penúltima a desfilar pelo Grupo B, escola teve desempenho discreto

- Império Rubro-Negro: Escola encerrou os desfiles do Grupo B

- Unidos de Lucas: Enredo homenageou a escritora e jornalista Lúcia de Castro

- Unidos da Ponte: Escola abordou a paixão do povo de São João pela sua terra

- Unidos do Cabuçu: Enredo prestou homenagem à Escrava Anastácia

- Favo de Acari: Escola foi a oitava agremiação do Grupo B a desfilar nessa madrugada

- Sereno de Campo Grande: Ala de Baianas é destaque

- Unidos da Vila Kennedy: Escola mostrou muita garra durante o desfile

- Arranco do Engenho de Dentro: Comissão de Frente se destaca

- Acadêmicos do Engenho da Rainha: desfile seguro na 'Passarela do Samba'

- GRES Acadêmicos do Sossego: Rainha de Bateria leva o público ao delírio

- Unidos do Jacarezinho: Bastante empolgação durante o desfile

 

*colaborador voluntário do SRZD

 



Comentários
  • Avatar
    17/03/2014 23:58:23Sergio GomesAnônimo

    A comissão de frente apresentou componentes sem cabeça, errou no jurado ao apresentar a escola para o lado errado, misturou balé com afro em sua coreografia. O carro alegórico da escola era simplesmente horrível ( um tijolo com duas esculturas atrás), apesar do enredo ter uma leitura razoável a escola estava mal vestida com péssimo acabamento, esse resultado é inacreditável.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.