SRZD



Carlos Molinari

Carlos Molinari

FUTRJ - FUTEBOL DOS TIMES PEQUENOS. Jornalista da TV Brasil e historiador, nascido e criado no bairro de Bangu, onde conheceu sua grande paixão: o tradicional Bangu Atlético Clube. É autor de três livros: "Nós é que somos banguenses", "Almanaque do Bangu" e "A História das Copas". Pesquisador da história do futebol carioca e atento às notícias dos times do Rio, especialmente aqueles que estão fora da grande mídia. Hoje, apesar de trabalhar em Brasília, acompanha cada detalhe do Campeonato Carioca e da Copa Rio, torcendo sempre para que os pequenos "Davis" derrotem os quatro grandes "Golias". Neste blog, iremos dar palpites, especular, criticar, alfinetar as arbitragens (sempre tão prejudiciais aos nossos clubes) e abrir um canal de diálogo com os fanáticos pelo Madureira, Olaria, Bangu, América, Bonsucesso, Volta Redonda, Goytacaz, Resende, Americano, Friburguense, Portuguesa...

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



17/03/2014 18h12

Vai cair, vai cair, vai cair
Carlos Molinari

Duque de Caxias, Audax e Resende começam a semana pressionadíssimos. Domingo que vem saberemos os dois rebaixados do Campeonato Carioca. Há uma probabilidade remota de que apenas um caia imediatamente após a 15ª rodada e dois jogos-extra definam o outro degolado ou até mesmo que ocorra um triangular da morte.

Foto: Divulgação

Por enquanto, vamos analisar as possibilidades de cada um. O Duque de Caxias, com apenas 9 pontos, vive a situação mais periclitante. Primeiro, porque precisa derrotar o Vasco, dentro de São Januário. Mesmo assim, caso consiga a proeza, o Duque não está livre do rebaixamento. Precisaria torcer para derrotas de Audax para o Macaé e do Resende para o Madureira. Assim, forçaria dois jogos-extra contra o Resende. Eu acho muito improvável.

A situação do Resende, atualmente em 14º lugar, com 12 pontos, também não me parece cômoda. Uma vitória sobre o Madureira, em Conselheiro Galvão, seria suficiente. Porém, a equipe de Mauro, Marcel e Geovane Maranhão não se encontrou durante as 14 rodadas do Campeonato. O poderoso time alvinegro que ficou em 5º lugar nas duas últimas temporadas, apostou nos mesmos jogadores, mas perdeu. Ano passado, nas mãos do técnico Eduardo Allax, o Resende foi até às semifinais da Taça Rio. Agora, sem encontrar um esquema tático, demonstrando fragilidade tanto no ataque quanto na defesa, o time do Vale do Paraíba é um dos favoritos ao descenso. Creio que nem um empate diante do Madureira será suficiente para livrá-lo.

Isso porque considero a situação do Audax, em 15º lugar, com 11 pontos, mais propícia à fuga do rebaixamento do que a do Resende. O Audax cresceu de produção nessas últimas rodadas e atuará, em Moça Bonita, contra o Macaé. Apesar de depender de um fracasso do rival, o Audax tem tudo para vencer esta partida, assim como fez diante da Cabofriense.

Domingo, às 18 horas, deveríamos ver duas torcidas chorando. Porém, como é reduzidíssimo o número de pessoas que se importam com os três clubes, é provável que ninguém vá reparar ou lamentar a queda deles, a não ser a própria diretoria de cada um, que perderá a cota de TV para 2015.

Entre os leitores deste blog sei que a torcida é pela queda do Duque de Caxias e do Audax. O Duque, aliás, entra no rol de clube "non-grato" pelas sucessivas benesses que recebeu há alguns anos e que propiciaram uma ascensão meteórica, mesmo sem ter ganho competição alguma.

Em 2006, era um clube da 3ª Divisão que disputou um Torneio Seletivo, que garantiu nove vagas na Segundona Carioca. O Duque de Caxias, naquela ocasião, ficou em primeiro lugar em uma chave que tinha também o Miguel Couto, o Arraial do Cabo, o Rubro e o União de Marechal Hermes. Foi fácil demais.

Depois, em 2007, foi novamente beneficiado, quando a Federação decidiu promover cinco equipes de uma só vez à 1ª Divisão. Naquele ano, o Duque obteve a posição limítrofe: foi justamente o quinto colocado, ganhando um quadrangular que tinha também o Floresta de Cambuci, o Olaria e o Independente de Macaé.

Depois, na 1ª Divisão, o Duque de Caxias fez campanhas medíocres e suficientes apenas para se manter. Foi o 12º em 2008; o 13º em 2009, 2010 e 2013; 10º colocado em 2011 (sua melhor posição); e 11º em 2012. Ou seja, sempre lutou contra o rebaixamento.

Ano passado, em um jogo estranhíssimo, o Duque se livrou porque venceu o Boavista por 2 x 1, em uma partida em que o time de Bacaxá desperdiçou (talvez propositadamente) duas cobranças de pênalti.

Este ano, não haverá escapatória, apesar de o time ter bons jogadores, como o lateral-esquerdo Rodrigues Baiano e o meia Juninho. Eles foram os únicos que se livraram do fiasco geral do Duque.



Comentários
  • Avatar
    25/03/2014 11:24:23joao Batista NogueiraAnônimo

    Amigos para o bem do futebol cairam dois times insignificantes e ninguém vai lamentar pois os mesmo não possuem torcida, história, tradição enfim não farão falta . Brevemente outros irão pelo mesmo caminho porque uma das fontes de rendas deste timecos secou (Prefeituras ), com a mudanças da lei eleitoral muito politicos oportunistas ficaram impedidos de botar dinheiros publico nestes times de aluguel. Felizmente breve teremos campeonatos com times de verdade com tradição e torcidas. Avante Bangu.

  • Avatar
    24/03/2014 15:23:09fatima nascimentoAnônimo

    Os baixadendeses foram rebaixados? ainda espero um tapetão do cachaceiro do pinga (junto com seu amante rubens lopes) para manter o duque na elite e empurrar ou bonsucesso ou resende pra serie B. o futebol da FERJ nao tem a menor credibilidade

  • Avatar
    22/03/2014 23:48:57maykAnônimo

    Molinari, dos três times o Resende foi o único que, embora tenha despencado, não entrou em nenhuma rodada na zona de rebaixamento. BORA RESENDE - ACORDA!!!

  • Avatar
    22/03/2014 14:37:53Andre Luiz Magalhaes SoaresMembro SRZD desde 01/12/2009

    Já vai tarde, pois deste de 2008 com aquela ....... para o Mesquita que prejudicou o meu America. Vai ficar na Serie B e vai seguir o caminho do Mesquita na Serie C. A vingança e realmente um parto que se come frio, pois eu esperei por esse momento 06 anos.

  • Avatar
    20/03/2014 15:30:21Xavier di MacaéAnônimo

    O Macaé jogou muito contra o D. Caxias e se manter o Valdir que voltou da China, junto com o João Carlos no ataque, vai ser show de bola. E esta partida contra o Audax, está sendo tratada com muito carinho, haja vista, se o Macaé vencer deverá ficar entre os oitos primeiros e fazer mais jogos ano que vem em casa, coisa que não aconteceu este ano. Ainda dar moral para a série C do brasileiro e ver quem é quem dos jogadores que poderão ficar.

  • Avatar
    19/03/2014 21:02:29MAYKAnônimo

    Futebol é coisa de momento mesmo. O Resende, que acompanho há anos, tem o retrospecto: campeão da segundona, em 2007, vice da guanabara em 2009; Em 2013 foi semifinalista, representou bem o EStado do RJ na série D e Copa do Brasil, e foi campeão da Copa Vale Paraíba SP/RJ em 2012. Em 2014, com o mesmo time empata com o Fogão, e depois de esculachar o Voltaço (6x2)desaba sem freio feito macumba: 6 empates e jogadores sonolentos, total desentrosamento. Voltou a vencer só no final (3x2) no Macaé. Pelo retrospecto, bem mais representativo, entendo que merece manter-se na Elite. Agora é torcer!!!

  • Avatar
    18/03/2014 00:32:56fatima nascimentoMembro SRZD desde 18/03/2014

    o resende 'entrou de gaiato', os 2 times da baixada jogaram mal todo o campeonato e merecem cair (se houvesse justiça no futebol da FERJ). O caxias é um time mediocre,q deu muita sorte um dia disputar a serie B do nacional; e o audaz devia ser encerrado desde que o Abilio vendeu o time.

  • Avatar
    17/03/2014 20:06:47joao Batista NogueiraAnônimo

    Amigos este horrivel carioca de 2014 , tem quase tudo para ser esquecido mas existe uma luz no fim do tuneo , este ano nenhum clube tradicional será rebaixado. Felizmente esta chegando o fim de uma era, clubes de prefeituras esta a deriva, sim senhores impedidos pela lei os prefeitos tirarão o time de campo. Este ano pelo menos dois desses cairão brave outros irão para o mesmo caminho, ex. a fraca campanha do Macaé ,e outros. Esse clubes de prefeituras e empresários oportunistas não farão falta . Espero que logo tenhamos um campeonato com times de verdade não passageiros.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.