SRZD


25/03/2014 22h26

Mauro Quintaes estaria acertando com Unidos da Tijuca
Redação SRZD

Carnavalesco Mauro Quintaes. Foto: SRZDApós a saida de Paulo Barros para a Mocidade, a Unidos da Tijuca corre atrás de um nome para suprir a ausência do premiado carnavalesco. Sendo assim, de acordo com apuração da equipe SRZD-Carnaval, a agremiação do Morro do Borel já estaria acertada com Mauro Quintaes.

Em 2014, Quintaes esteve à frente da Tom Maior, no Carnaval de São Paulo, conquistando o sétimo lugar. Já na Série A da maior festa do planeta no Rio, ele também ficou em sétimo com a União do Parque Curicia. O carnavalesco já passou por diversas escolas de samba importante, como Salgueiro e Viradouro, além de ter sido auxiliar de profissionais renomados.

Saiba mais:

- Alex de Souza não confirma ida para Unidos da Tijuca

- Tijuca confirma Casagrande e coreógrafos da comissão de frente para 2015

- Integrantes da Mocidade comentam contratação de Paulo Barros

- Agora é oficial: Paulo Barros é da Mocidade



Comentários
  • Avatar
    26/03/2014 19:03:38EduardoMembro SRZD desde 13/01/2012

    Admiro o trabalho do Mauro Quintaes de longa data. Foi inovador na Porto da Pedra, fazendo pelo menos dois desfiles memoráveis (o sobre a loucura considero particularmente antológico). De lá pra cá se passaram quase duas décadas e, nos últimos anos, Mauro conquistou alguns Estandartes de Ouro através de desfiles que primavam pela fácil leitura do enredo e pelo acabamento caprichado nas alegorias, independentemente do volume de investimento financeiro por parte da agremiação. Pode ser um bom nome para a Tijuca, principalmente se conseguir conciliar a experiência adquirida em cerca de três décadas de carnaval com aqueles ótimos momentos na supracitada escola de São Gonçalo. Se vai de fato assinar o desfile tijucano em 2015 e se vai conseguir bons resultados, são outros 500. Mas, repito: considero um bom nome. No mínimo, digno de respeito. Em tempo: Mauro renovou com a Tom Maior... Abraços.

  • Avatar
    26/03/2014 18:49:47ROBERTOMembro SRZD desde 11/04/2009

    Amigos uma coisa e certa, SEM O CASAL DE COREÃ?GRAFOS E SEM PAULO BARROS A TIJUCA JÁ ERA, VAI DESPENCAR DE LADEIRA A BAIXO QUER VALER?

  • Avatar
    26/03/2014 15:32:57Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Ã? duro comentar acerto profissional (não oficial) envolvendo um carnavalesco e a atual campeã cujo propósito é manter a imagem de agremiação tradicional, profissionalizada e ultimamente vitoriosa, que acabou de perder tinha e com quem conquistou três de seus quatro títulos da história. Diz-se que o carnavalesco que a deixou, o fez por um cachê de R$-2,5 milhões. Não sabe as cifras fechadas pela Unidos da Tijuca com o carnavalesco Mauro Quintaes. Porém, sabe-se que o carnavalesco em 2014 obteve colocações intermediárias â?? 7ª - tanto no Carnaval Paulistano quanto no grupo de acesso/Série A do Carnaval Carioca. No Grupo Especial os seus últimos trabalhos foram: 2011 na Mangueira (3ª colocação) junto com o colega Wagner Gonçalves, 2008 na São Clemente (12ª colocação) junto com Milton Cunha e Fábio Santos, 2006 na Mocidade (10ª), 2005 na Viradouro (8ª) e 2002 Salgueiro (6ª). Se tal acerto tiver de fato ocorrido, dele se tira três conclusões. Primeira, a Unidos da Tijuca a exemplo do que deixou a agremiação depois de três conquistados juntos, está apostando no surgimento de um novo mago contratando um carnavalesco talentoso e mais barato. Segunda, a amarelo-ouro & azul-pavão tijucana fez tal contratação por não se encontrar em um momento de boa saúde financeira. Terceira, fez tal contratação em função das duas hipóteses anteriores. O fato é que no cargo desde 1996, o presidente da Unidos da Tijuca e presidente do Conselho Fiscal da LIESA o empresário de origem portuguesa Fernando Horta está com tudo e não está prosa, embora em meados de 2015 vá ocorrer eleição, não na amarelo-ouro & azul-pavão tijucana, mas sim na LIESA. No órgão, excetuando-se os três membros vitalícios do Conselho â??Superiorâ?, estarão em jogo 21 cargos dentre os quais o de presidente. Almir de Macaé.

  • Avatar
    26/03/2014 10:40:10TedyMembro SRZD desde 12/04/2012

    O Mauro Quintaes não tem nada a ver com a Tijuca. Fez um desfile até razoável em 2011 sobre Nelson Cavaquinho numa Mangueira cheia de dívidas e problemas. Mas ele não tem nada a ver com a Tijuca. O estilo que Paulo Barros inventou é algo que limitou muito a Tijuca, apesar dos títulos. A escola ficou refém dessa receita de bolo de brinquedos bobos de parque de diversões em suas alegorias. Não só a Tijuca, como o próprio Paulo Barros esta limitado, a maioria das pessoas já se cansou do estilo Paulo Barros, o negócio é que os jurados ainda não. A Tijuca agora terá que se desdobrar pra pensar o que vai fazer pois deixou de ser uma escola de samba, pra virar parada de filmes e desenhos animados, e como vai fazer pra voltar a ser uma escola de samba e ter bons resultados???? Li na coluna do LCM no 'Carnavalesco' que o Paulo Barros disse que "A Tijuca já estava lhe fazendo mal"... Ou seja, nem o próprio aguenta mais o seu estilo repetitivo e pôs a culpa na Tijuca. Eu nunca fui na Disney e nem tenho vontade de ir, nem quando era criança. Mas já fui a parque de diversões daqui do Brasil. Gente definitivamente parque de diversão não é escola de samba, são coisas totalmente diferentes.

  • Avatar
    26/03/2014 05:55:49Beija SempreMembro SRZD desde 20/01/2013

    Ã?, Joao Paulo... Há alguns anos atrás, eu e você travamos algumas batalhas nesse coliseu chamado SRZD. Batalhas árduas que chegaram mesmo a sair faíscas e logo depois você sumiu. Porém, lembro-me bem que te disse várias vezes que a Tijuca era uma escola dependente de um só carnavalesco. Que a sua escola tinha entrado num circuito perigosíssimo que foi essa profunda caracterização paulobarriana que adotou e de certa forma, a dependência desse carnavalesco. Muitos tijucanos, iguais a você, começaram a arrotar petulância tão logo a Tijuca passou a se destacar no cenário. Esqueciam que o Paulo Barros não era um patrimônio exclusivo da escola do Borel e que a qualquer momento, ou, contratempo, ele poderia ir embora. Tá aí, agora a Tijuca... A escola pode se refazer e dar um belo giro (e certamente construirá um outra formidável estrutura, pois o Horta é um empresário, antes de tudo), mas, padecerá da mesma sina que a Mocidade após a saída do Lage, ou seja, perderá a sua mais marcante identidade e por mais que faça carnavais maravilhosos, sempre a olharão com olhos saudosos de reclamação da falta do â??carnavalâ?(???) de Paulo Barros, exatamente como acontece com a Mocidade, após a saída do Lage que até hoje não se acertou. E olha que a escola Independente já fez tentativas mil!!!

  • Avatar
    26/03/2014 01:57:30João PauloMembro SRZD desde 27/06/2011

    Bom, vou aguardar os próximos capítulos disso. Mas, se por acaso o Mauro Quintaes vier a ser o carnavalesco da Tijuca, provavelmente o portuga, Fernando Horta, esteja um tanto fora de rota, afinal de contas, o Mauro Quintaes não tem absolutamente nada a ver com o perfil da Tijuca. Como tijucano, se o Mauro Quintaes for confirmado mesmo como carnavalesco, eu vou jogar b.o.s.t.a. no ventilador.

  • Avatar
    26/03/2014 01:18:53Alexandre SilvaMembro SRZD desde 26/03/2014

    So Jesus! Mauro Quintaes ninguem merece..... putz

  • Avatar
    26/03/2014 01:01:46Beija SempreMembro SRZD desde 20/01/2013

    Nossa Senhora! Sem querer desmerecer a capacidade do Mauro, mas, sendo realista, acho-o um carnavalesco muito fraco pra uma escola até ontem uma das mais esperadas e sempre fortíssima candidata ao título. Mil vezes o Cid que ainda não fechou com a Manga. Mas, o Mauro, é uma tremenda regressão da Tijuca. Queira Baco eu esteja completamente errado!

  • Avatar
    25/03/2014 22:41:24DANIELMembro SRZD desde 13/02/2011

    "(...) passou por diversas escolas de samba importante, como Salgueiro e Viradouro (...)" MOCIDADE tb e importante, ne redacao?!

Comentar